Expondo e refutando as estratégias de intolerância, hipocrisia, abusos e mentiras da militância católica

Liberdade de opinião todos temos, todos temos o direito de nos expressarmos livremente sobre o que quer que seja. Mas, infelizmente, poucos entendem que essa liberdade envolve a responsabilidade de sustentar essas expressões de forma civilizada!


Liberdade de opinião todos temos, todos temos o direito de nos expressarmos livremente sobre o que quer que seja. Mas, infelizmente, poucos entendem que essa liberdade envolve a responsabilidade de sustentar essas expressões de forma civilizada! Lamentavelmente, pior do que a militância ateísta, tem sido mesmo os católicos xiitas que ainda vivem na era das cruzadas em pleno século 21! Belo trabalho a JMJ fez... pena que a ala militante caótica católica terrorista aqui no facebook e em outras redes sociais, ainda não aprenderam nada com isso!




Conforme o artigo 13 da Convenção dos Direitos Humanos.
Todas as pessoas devem ter igualdade de oportunidades para receber, buscar e divulgar informação por qualquer meio de comunicação sem discriminação, por nenhum motivo, inclusive os de raça, cor, religião, sexo, idioma, opiniões políticas ou de qualquer outra natureza, origem nacional ou social, posição econômica, nascimento ou qualquer outra condição social.
SOMOS LIVRES E TEMOS DIREITO DE BUSCAR, RECEBER E DIVULGAR LIVREMENTE INFORMAÇÕES E OPINIÕES!!!

Mas partir do momento em que somos censurados e tentam calar o nosso direito de resposta, as diversas páginas militantes do catolicismo, agem contra a lei. Os católicos tem todo o direito de se expressarem, mas, sem ultrapassar a linha do respeito e da civilidade que eles tanto cobram dos outros. Os Cruzados Católicos, o CaiaFarsa, o Caia a Farsa do Protestantismo e outras páginas, agem da maneira descrita acima. Temos diversos prints em que eles nos atacam, ofendem, dizem que deveríamos ser queimados vivos. Eles fazem isso porque não possuem argumentos sólidos extraídos da Bíblia. Com essas falcatruas eles pretendem sensibilizar seus discípulos, criando nos católicos animosidade contra nós, para, deste modo, manterem suas vítimas presas a um ódio cego e desmedido contra evangélicos.

Nossa Posição.
Sugerimos que católicos e evangélicos evitem trocar palavras agressivas e/ou de baixo calão. Isso não traz edificação alguma. Só o amor constrói! Não estamos dispostos a debater com os que não sabem amar e respeitar o próximo. Enquanto dialogam, expondo seus pontos de vista divergentes, católicos e evangélicos precisam usar de muita franqueza, mas sem faltar com o amor e o respeito que se espera de quem se julga cristão. Os Cruzados Católicos e o CaiaFarsa, podem até dizer que as igrejas evangélicas são do Diabo, e que somos hereges, se nisso crêem. Contudo agem desonestamente ao nos negar o direito de resposta.

O que estamos explicando aqui, é que as diversas páginas católicas que estão nos atacando, são administradas por sujeitos que não agem como cristãos, agem como garotos desinformados e desequilibrados que mal sabem o que é teologia e por isso acham que podem nos enfrentar com apelos emocionais e ataques pessoais. Tudo o que fazemos, é, simplesmente refuta-los, nesses pontos.... e desfazemos as inverdades levantadas contra nós...

Quanto as nossas outras postagens, já deixamos bem claro, se não concordam com nossas afirmações apologéticas, venham refutar, estamos abertos para diálogos honestos, mas novamente repito, banimos todos que se utilizam de fakes(perfis falsos) e que são agitadores made in neo-ateus xiitas. E é aí, que se pode notar uma coisa, a maioria dessas páginas de militantes católicos, são seguidas e administradas por sujeitos que entravam em nossa página, querendo nos enfrentar com ataques pessoais e apelos emocionais, quando foram banidos, eles se organizaram, e agora, continuam se escondendo por traz de suas mascarás.

De certo que já sabem quem nós somos, nós, não escondemos a cara.... Não temos nada a temer, pois temos o Senhor dos Exércitos conosco, e toda arma forjada contra nós, não prosperara, com eles está o braço da carne, mas conosco peleja o DEUS TODO-PODEROSO.

A Posição deles e nossa atuação.
Os militantes católicos estão levando estas discussões pro lado pessoal, quando batemos de frente com eles, em suas objeções falaciosas em suas próprias páginas, eles nos banem, apagam os comentários e ficam de deboche cantando vitória! E como eu disse, estamos aqui pra isso, pra desmascarar os inimigos da fé cristã pura e genuína que tem somente a Jesus Cristo como único Senhor, Intercessor, Advogado e Mediador!

Temos contudo feito uma abordagem muito cuidadosa sobre esses assuntos que envolvem temas relacionados ao catolicismo romano, nossa apologética a esse respeito se resume a fazer uma distinção sincera entre catolicismo, protestantismo e cristianismo Bíblico. Os assuntos envolvidos são realmente controversos e volúveis, mas devem ser encarados sem preconceitos. Para isso, deve haver uma sinceridade possível apenas pela falta de medo de ser atacado por aqueles que podem ficar ofendidos diante de uma opinião expressada francamente que não seja favorável à sua religião. Existe pouco risco das depredações cruéis dos conflitos protestantes/católicos no passado, serem atualmente, repetidas. A ênfase hoje está no ecumenismo, apesar de ser por razões enganosas. Portanto, tais discussões não devem ser vistas como um ataque pessoal ou difamação. Elas devem ser desenroladas de maneira objetiva e séria para que a verdade seja descoberta.

Qualquer religião(inclusive o ateísmo que propõe a negação da existência de um Deus) que se recuse a permitir que as pessoas examinem as suas crenças usando as regras normais de pesquisa e lógica, evidentemente tem algo a perder. Logo, as discussões, debates e postagens a respeito desse polêmico tema "católico x protestante" devem ser levados de maneira honesta no campo das idéias, argumentos e não no campo do sentimentalismo e do ataque pessoal. O lado que apela para o conflito pessoal, tentando se impor, ignorando as objeções legais que são apresentadas pela oposição a tais perspectivas, sem ao menos analisá-las honestamente, certamente não está agindo de maneira civilizada e muitos menos está honrando a dita "causa" que alega defender.

Temos diversos prints e postagens que mostram, a desonestidade de tais páginas da militância católica, e garanto a você que está lendo esse texto, só o que se pode concluir, é que os argumentos católicos além de não terem apoio Bíblico, não passam de falácias!! Falácia, é um termo técnico usado para descrever uma frase que seja emocionalmente apelativa ou convincente, mas que não possui nenhum conteúdo argumentativo real. Ou seja, não é um argumento – mas convence quem ler/ouvir sem analisar com cuidado. 

Pessoas honestas que sabem dialogar, reconhecem que o uso de falácias em uma objeção é atestado de fracasso. Todas as respostas e supostas refutações que o P.Leitão, Rafael Rodrigues, Cris Macabeus e as páginas por eles incentivadas alegam possuir contra nós protestantes, se resumem em puro “non causae ut causae” (“tratar como prova o que não é prova”, ou “falácia da falsa proclamação de vitória”)... Infelizmente ainda existem católicos que apelam isso mesmo depois de serem desmascarados e é o caso do Hugo Paynes, o fake católico mais pernicioso que hoje atua em redes sociais.

As manias e falácias da militância católica.
Eles dizem que nos refutaram, mas nunca fizeram isso. Se o que nós propomos é heresia, cabe ao a eles e sua turma de militantes mostrar PORQUÊ (isso se chama “ônus da prova”). Só que eles não fazem isso, eles se limitam a dizer que eles estão certos e que nós somos os mentirosos e errados. Mas não provam isso, jamais provaram. 

As únicas objeções deles pra sustentar tal conduta é a chamada UNAM SANCTAM, e o texto de Mateus que se refere a Pedro ser a Pedra sobre o qual a Igreja é edificada... argumento esse que já foi refutado diversas vezes. Recentemente o Lucas Banzoli em sua página compilou um artigo especialmente refutando toda e qualquer objeção católica concernente ao uso dessa retórica pra tentar se impor. A resposta católica foi apelar para o número de acessos que o site do Lucas tem, eles disseram que devido o site do Lucas, ter menos acesso que o deles, então o site do Lucas já foi refutado!!( rsrsrs, acredite, meus lindos olhos acastanhados estão derramando lágrimas a mil de tanto rir desses coitados).

Outra mania rídicula desses militantes, é apontarem erros cometidos por ícones da reforma protestante no passado ou no presente, o que já é hipocrisia e tendenciosidade, como se o catolicismo romano com seus Vigários de Cristo ao longo dos séculos nunca tivessem cometido um erro. E assim eles agem sutilmente arrotando todo tipo de falácia, empurrando objeções tortuosas como se elas fossem reais refutações a nossa posição teológica. Alguns exemplos são listados abaixo:

1- Quando discutimos sobre a origem da Bíblia, eles nos respondem com um “cum hoc ergo propter hoc” (“com isso, portanto, devido a isso”).. ou seja, erram sempre na relação causal e dizem que as escrituras foram feitas pela, e portanto para a Igreja Romana e por isso, só ela deve interpretar o que diz a Bíblia!

2 - Quando discutimos sobre certas doutrinas, que não são ensinadas nas escrituras, eles nos respondem com “argumentum ad verecundiam” (“argumento da autoridade” ou apelo a autoridade). Basicamente é quando “fulano é importante e disse isso, logo, fulano está certo em ter dito aquilo”, isso é o que eles mais fazem citando frases de efeito ditas por antigos pais da Igreja ou outras autoridades do catolicismo. Essa é a falácia mais usada pelos militantes católicos que tem no papa sua maior autoridade, mesmo que ele contradiga as escrituras. Só que esse é um truque sujo, usado porque é fácil e rápido para querer se ter razão em uma discussão sem fazer esforço. É a mesma coisa quando dizemos para um filho – “não me questione, sou seu pai!”.

3 - Quando eles nos acusam de termos deturpado as escrituras e de termos rasgado livros da Bíblia, eles sempre ignoram nossas respostas(o que é outra falacia, ignorância seletiva) repetindo diversas vezes a mesma acusação, o que já não é só uma falacia, mas sim uma mentira, a de que nós, retiramos livros inspirados da palavra de Deus..e eles repetem sempre os mesmos argumentos já refutados (Isso se chama “argumentum ad nauseam”, “argumentar até causar náusea”, ou seja, repetir a mesma coisa sem parar) porque pensam que uma frase repetida muitas vezes, mesmo se for falsa, acaba sendo aceita por quem a lê.

4 - Outra falácia que eles sempre usam, é a ad antiquitatem, dizer que algo que eles dizem é verdadeiro, só porque é mais antigo, e daí, partem pra falácia genética (julgar algo como falso porque foi dito ou feito por alguém), e daí eles passam a mentir descaradamente, dizendo que nossa postura religiosa é oriunda de Lutero, e terminam sempre esse argumento falso, seguido de de diversos ad hominem(ataques pessoais).

Outras falácias dos católicos em debate.
Eles fazem isso continuamente, para depois se apoiarem em uma combinação de “falsa dicotomia” com “non sequitur” (“não segue”, ou “conclusão irrelevante”). Principalmente quando nos acusam, eles apresentam um dado (sem citar a fonte – o que o torna duvidoso) e força o raciocínio de quem lê para que esse dado só possa ser explicado de duas formas (falsa dicotomia). Depois eles vão conduzindo o leitor através de outras falsas dicotomias até chegar a uma conclusão que não tem relação nenhuma com o dado apresentado inicialmente (“non sequitur”).

Mas, a que ganha destaque, em todos as discussões entre evangélicos e católicos, e sempre é usada pelo P.Leitão, cruzados católicos do Hugo Paynes e companhia. É a famosa falácia “argumento do espantalho” (“straw man” – essa tem nome em inglês, não em latim). 

Os católicos sempre criam uma “versão” falsa e irrelevante do argumento protestante (criam um “espantalho”), destroem esse argumento que eles mesmos inventaram (destroem o “espantalho”) e dizem que, com isso, venceram o debate. Mas na verdade eles não refutaram o evangélico, eles refutaram a “versão cruzados made in P.Leitão e demais xiitas militantes católicos” daquilo que eles mesmos criaram intencionalmente retirada do contexto do que realmente foi dito no argumento protestante.

Dias atrás, tive um debate assim na página Firme Fundamento, um católico depois de horas sendo refutado, resolveu dizer que eu, havia dito que a Bíblia é obscura, e por isso, eu sou um herege. Mas, meu argumento foi que, há textos na bíblia que são obscuros(difíceis de se entender)e devem ser explicados, através de textos mais claros. Pra piorar, o católico usou um fake pra debater, com a foto do Coringa(aquele palhaço assassino inimigo de outro assassino, o Batman) no perfil e como capa, o tal católico tinha um demônio arboriforme... é mole uma coisa dessas?

Isso é pra vocês terem noção do tipo de "defensores da Igreja Romana" que temos de aturar por aqui. Ainda bem que temos diversos prints veiculados em nossas páginas que provam isso, logo mais abaixo encontram-se algumas.

Portanto amigos, eu poderia passar horas aqui, sem precisar refutar os tais argumentos católicos. Me basta apenas desmascarar e revelar que, o que eles dizem não é argumento, é literalmente fraude intelectual e pura choradeira, que pode enganar os desentendidos, ou até eles mesmos, mas não a nós!!

E por isso lançamos o desafio certa vez, criamos um grupo reservado apenas para um bate-papo somente entre nós e esses tais "cavaleiros cruzados caifarsaianos" que se dizem "defensores da fé católica". Já que eles se dizem os terrores para o protestantismo, que venham nos enfrentar em um debate sério e honesto!!! Sem mascaras e sem mentiras!! Mas, acredite, sequer deram as caras, preferem se esconder por traz de fakes, pra não serem repreendidos por seus irmãos de fé católica. E quando dão as caras, é somente para se alto promoverem por birra e orgulho e espalhar intriga até mesmo entre os católicos. Meia dúzia deles, resolveu aparecer depois de semanas, e pasmem, não passam de palpiteiros desinformados que usam de limão pra falar de mamão.


A NOVA ESTRATÉGIA DA MILITÂNCIA CATÓLICA


Os Cruzados Católicos, Caifarsianos e demais militantes católicos anti-evangélicos, estão agora se valendo de envolver seus seguidores(curtidores) numa certa campanha de ódio contra protestantes. Fazem isso para aumentar o número daqueles que militam em favor da "causa caótica católica". Para conseguir isso, eles aplicam a estratégia do esgotamento mental contra seus oponentes. Eu mesmo as vezes me sinto esgotado de tanto ter de refutar tanto lorotismo dessa molecada que usam desde acusações de nós termos mutilado livros da Bíblia, até acusações de que nós protestantes odiamos Maria a mãe de nosso Salvador.

Para conseguir esgotar mentalmente o adversário, a militância católica se vale de repetir diversas vezes o mesmo argumento desbotado até que o oponente se canse(isso se chama ad nauseam). Para validar o ad nauseam sem que os seguidores deles notem a fraude, eles fazem variações sutis do mesmo argumento, mas nunca dizem algo que seja realmente um argumento novo relevante(o que já seria um raciocinio cíclico)..... depois, mesmo que o protestante responda todas as objeções levantadas pelo militante católico, este, ignora tudo o que foi dito pelo protestante, e repete tudo de novo em tom de deboche ou afronta pessoal(o que já se configura ad hominem). 

Pois bem, feito isso, o militante católico termina desenvolvendo um complexo de pombo enxadrista toda vez que ele é acuado frente a um debate(ele ignora as regras do jogo[a principal delas é saber que falacias não são argumentos], defeca no tabuleiro, derruba as peças e depois sai voando cantando vitória).


"CRISTÃOS" ESQUERDISTAS MADE IN FACISMO XIITA FARISÁICO

Passado a primeira etapa, que é tentar esgotar o oponente para faze-lo não se interessar mais no debate ( nota: na cabeça do militante católico, ele é um bom argumentador que acabou de desmascarar o herege protestante, mas na verdade, o protestante só evitou ter de continuar numa conversa inútil, pois não vale a pena jogar pérola a porcos inbelectuais[imbecis que se acham espertos]). 

Pois bem, feito isso, agora o militante católico, vai correndo se aglomerar com seus colegas de vandalismo intelectual hipócrita farisáico. Proxima estratégia?? Censura! Isso mesmo, tendo em mente o interesse em enganar e mentir pra se valer em uma afirmação(sem sentido)..o próximo passo dos militantes é censurar o adversário, promovendo falsas acusações e fazendo apelos pra que o seu grupo reaja para calar, a toda e qualquer, por menor que seja, a defesa evangélica. Isso já prova que não conseguem refutar nossos argumentos e nem podem encarar a verdade devido amarem mais sua agremiação religiosa do que a Cristo.

Mas, o mau caratismo desses militantes, chega ao absurdo, a partir do momento em que eles apelam para a demonização dos evangélicos, na tentativa de convencer seus seguidores. A demonização implica no lançamento de culpa sobre os adversários, com falsas acusações e com tortuosos apelos de animosidade para fazer com que os demais católicos(mesmo que não concordem com eles) venham a odiar os protestantes.

E é uma demonização seguida de desumanização, a desumanização implica em cravar no subconsciente do leitor/espectador, que seus adversários são “menos que humanos” uma sub raça, e, portanto, não há problema em exterminá-los, calunia-los e agredi-los tudo em nome da "causa". Notem que esse tipo de estratégia, seguida de vitimismo barato, é a mesma estratégia dos ditadores comunistas que ao longo da história se valeram desses mesmos artificios para exterminar milhões de pessoas.

Por enquanto, os cruzados católicos não chegaram a esse ponto( pelo menos aqui no Brasil ainda não estão pondo em pratica suas intenções de ódio contra nós, olha o nome do grupo militante ... "cruzados", isso mesmo, aqueles que na ideia media eram assassinos subsidiados por Roma para tomarem de volta o que alegavam pertencer a eles).

Mas, perceba que eles promovem e incentivam um outro tipo de exterminio, o mesmo incentivado pela militância gayzista made in neo-ateismo esquerdopata, que é, o genocídio culto-intelectual , tentando sufocar a todo custo todos os traços de uma cultura evangélica, fazendo com que os protestantes percam a sua identidade cristã sejam descaracterizados como cristãos, através de vários tipos de violência, desde a violência psicológica até a violência física, sempre endossado por propaganda caluniosa seguida de vitimismo e como eu disse acima, valendo-se de esgotar mentalmente o oponente, até que ele tenha apenas duas opções:

1- Reagir de maneira impolida, ou;
2- Se calar diante de um pacifismo imposto por moleques birrentos.

Ambas as opções impostas implicam em fazer o jogo sujo desses militantes católicos esquerdopatas (note que a maioria de tais militantes católicos, agem como neo-ateus, devido a terem sido, ou pertenciam a seitas protestantes como testemunhas de Jeová ou sabatistas extremistas).

Se duvida do que digo, veja esta matéria:
http://www.resistenciaapologetica.com/2015/03/a-farsa-da-advogada-catolica.html



IDENTIFICANDO UM MILITANTE CATÓLICO EXTREMISTA ESQUERDOPATA

Como o Luciano Ayan acertadamente diz, nota-se que, se a demonização é útil para o genocídio cultural, a desumanização é essencial. O Luciano Ayan recentemente fez um artigo em sua página esboçando as características de um grupo que age desonestamente promovendo sorrateiramente a conscientização gradual de um genocídio cultural. As características por ele mencionadas, se aplicam perfeitamente aos militantes católicos made in cruzados e caifarsianos. Vejamos:

Esses são os guidelines para os grupos que estão nessa linha de ação....:

1- Quebrar a lei[regras, princípios] para atingir o inimigo.

Os cruzados e caifarsianos fazem isso o tempo todo, atacam, caluniam, agridem, incentivam ao ódio.

2- Agir, com encenações diversas, de modo a fazer parecer que seu ato não é apenas normal, mas necessário.

Essa nem precisa de comentários, basta ir nas páginas militantes católicas supracitadas e se constatara o alto nível de hipocrisia e o fato deles acharem normal nos caluniarem em nome da "causa".

3- Encenar espanto quando qualquer pessoa tentar lhe interromper em suas ações de quebra de lei[regras, princípios].

Típica ação caifarsiana e interpretada também pelos cruzados a turma do Hugo Paynes, se fazem de vitimas sempre que damos respostas coerentes as insinuações deles, e depois começam a agir agressivamente numa diarreia verbal virulenta de ofensas contra nós, como se nada eles tivessem feito.

4- Conseguir endosso público para suas ações de quebra da lei[regras e princípios].

Quanto mais uma parte da plateia gritar “ foi pouco, deviam ter feito mais!” , [pontos são conquistados neste jogo]. Os cruzados sempre fazem isso, promovendo em diversas páginas católicas o incetivo a seus seguidores para que denunciem a nossa página com a desculpa de que somos hereges intolerantes e serpentes que odeiam a Maria.

5-Tratar aqueles que quebraram a lei[regras, princípios] como “vítimas”.

Temos diversos prints, vídeos, pdfs e se não bastam, chequem nossa página, somos atacados o tempo todo, com todo tipo de ofensa, e o máximo que fazemos, é banir o sujeito, mas, os cruzados e caifarsianos se fazem de vítimas vitoriosas e dizem que só foram lá nos refutar, ora, e desde quando escarnio, deboche e falácias servem como refutação?? Logo mais a frente tratarei disso.

6-Tratar as vítimas da ação como “culpados” por todos os atos que sofreram.

A ideia é marcar espaço na mente da plateia como se a ação de ataque fosse “justa” ou “merecida”.

AGORA, VEJAM COMO ATUA A MILITÂNCIA CATÓLICA:


Em resumo, se você tiver a disponibilidade de checar as páginas de militância católica, você irá perceber que as ações deles são literalmente esquerdopatas com a subjetividade peculiar que é encontrada em outros grupos militantes como os gayzistas e neo-ateus. 

Contudo, peço a você que dê uma olhada nestes dois artigos:



Mais uma vez, vamos a uma analise feita pelo Luciano Ayan de como se comporta um esquerdopata extremista militante:

"O esquerdista padrão vive quebrando todas as regras relacionadas ao contrato social, todos eles fundamentais para uma sociedade civil. Muitos não se furtam em quebrar as leis[regras e principios]. A maioria deles não dá a mínima para a lógica. Outros não ligam para coisas como ética e moral. Não raro, esquerdistas justificam crimes em prol de sua causa. Quando descobertos, vestem uma expressão angelical, sempre justificando seus atos.
Por isso, esse jogo é tão importante para o esquerdista. Para justificar seus atos, sejam eles crimes jurídicos, morais ou intelectuais, basta usar a falácia tu quoque, dizendo que o “outro fez também” (ou então “fez pior”). Mas o detalhe é que nessa instância da falácia, o esquerdista não compara eventos similares em termos de gravidade."


"Está bem claro qual é o grande problema aqui: a incapacidade de conviver em uma sociedade civil[que envolva aceitar a liberdade que o evangélico tem, de não se submeter a autoridade de Roma e mesmo assim professar a fé cristã] e aceitar o debate racional. Este é um fator que mostra a deficiência de caráter dos esquerdistas em relação ao restante da população." (trecho em colchete acrescentado).

"Existem várias falhas de caráter incômodas no comportamento do esquerdista. Elas incluem a apologia ao crime, a fuga de todo e qualquer raciocínio lógico, o uso de chantagens emocionais, assim como o falso vitimismo, dentre muitas outras falhas morais. Mas a pior dessas falhas morais é o fascismo."

Notem que essas características esquerdistas mencionadas pelo Luciano Ayan, se aplicam perfeitamente aos militantes católicos, eles justificam seus atos de vandalismo intelectual com falso vitimismo sempre apontando supostos erros cometidos pelo protestantismo. Tais militantes, não enxergam diferença entre o protestantismo confessional e o protestantismo apostata(aquele que envolve a teologia da prosperidade e demais bizarrices gospelentas). 

Se for levar por essa generalização forçada e indevida pra tentar invalidar a posição evangélica frente ao cristianismo, poderíamos citar aqui as diversas divisões e heresias no catolicismo, defendidas por uns e rejeitadas por outros. Mas sabemos muito bem, o que o catolicismo romano diz, e, o que ele não diz, trabalhamos e argumentamos em cima daquilo que sabemos que é relevantemente imputado como erro, por isso não cometemos esses absurdos de quem não passa de um esquerdopata maníaco intelectual iquisidor da razão que como arma, agem como fascistas, acusando os outros daquilo em que propriamente eles mesmos, militantes católicos, é que estão implícitos e atolados até o pescoço...por isso sempre dizemos para alguns:


NÃO SE PREOCUPEM COM O CISCO NO NOSSO OLHO, VÃO CUIDAR DA LASCA DE LENHA QUE ESTÁ ENCRAVADA NO OLHO DE VOCÊS...HIPÓCRITAS!



  • A NECESSIDADE DE SE ENFRENTAR A MILITÂNCIA CATÓLICA

Talvez você esteja se perguntando, qual a necessidade de refutar esses militantes? Eu respondo...A mesma que há em ser honesto, e desmascarar esses cretinos embusteiros que se pintam de "cristãos" mas não passam de paganistas esquerdopatas travestidos de católicos. E também fazemos isso porque seria desonestidade de nossa parte permitir que as pessoas sejam enganadas por essa militância que não aceita o fato, de que o catolicismo romano, não é mais majoritário.

O cristianismo existe a 2000 mil anos e é dele que fazemos parte. Quer a militância católica aceite ou não, nós, continuaremos a professar a fé cristã genuína e cristocêntrica alicerçada unicamente na autoridade infálivel das escrituras. E sempre iremos enfrentar toda e qualquer objeção que se levante contra nós e que são baseadas em mentiras, assim como Paulo respondia a seus acusadores, tanto dentro quanto fora da Igreja, assim como Cristo que se defendia das acusações dos religiosos. Nós também estamos no direito de resposta fazendo o mesmo (1 Pe 3.15).


Evangélicos X Católicos
É aqui que temos o cerne desse antagonismo da militância católica contra nós protestantes confessionais. O âmago do conflito deles contra todos nós, é puramente emocional, subsidiado pelo sentimentalismo cego deles em detrimento da fé racional e verdadeira que não é apelativa e supersticiosa. Nossa apologética se resume a ser BÍBLICA E CRISTOCÊNTRICA, rejeitamos toda e qualquer teologia que não se submeta a obediência dos ensinamentos apostólicos acerca de Cristo e sua Igreja.

Já a militância católica, tem se levantado contra nós, apenas por um zelo MARIOCÊNTRISTA E ROMANISTA, o qual tem apoio apenas na dita "tradição oral" e no apelo a autoridade papal, mesmo que isso vá contra os ensinamentos escriturísticos e contrarie a verdadeira tradição apostólica. Não é preciso ser um Phd em teologia ou história, para perceber a enorme diferença que há, entre o que a Igreja Romana diz, e o que está registrado pelos apóstolos nas escrituras sagradas. 

Literalmente, nenhum dos apóstolos ensinou o que a Igreja Romana tem abrigado hoje em seu seio dogmático...doutrinas como Imaculada Conceição de Maria, Maria mãe de Deus, Assunção de Maria, Maria medianeira, esposa do Espirito Santo, Maria co-redentora, nenhum desses ensinamentos romanistas encontram-se nas escrituras e só apareceram séculos depois da igreja primitiva. São essas ditas doutrinas, "adições posteriores e extra-bíblicas" contrarias a fé cristã genuína, que nós rejeitamos. 

Não rejeitamos a ilustre, santa, graciosa e honrada pessoa de Maria, mãe de Cristo, nosso Deus e Senhor, sabemos e reconhecemos o papel dela.. o que não aceitamos é o que a Igreja Romana em seus ensinamentos(sob seus particulares interesses) tem dito da Mãe de nosso Cristo, contrariando o que Cristo, os apóstolos e o que a própria Maria disse. 

Dito em termos simples, doutrinas, são ensinamentos. Tais ensinamentos podem ser verdadeiros ou falsos. Uma doutrina verdadeira não pode ser divisiva de maneira prejudicial; esta característica se aplica somente a ensinos falsos. "Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes; afastai-vos deles" (Rm 16.17; veja também Rm 2.8-9). Jesus, que é a Verdade, só pode ser conhecido em verdade e somente por aqueles que buscam a verdade (Jo 14.6; 18.37; 2 Ts 2.13; Dt 4.29). O próprio Cristo causou divisão (Mt 10.35; Jo 7.35; 9.16; 10.19), divisão entre a verdade e o erro (Lc 12.51).

Portanto, não promovemos divisão ao rejeitar certas doutrinas romanas acerca de Maria, promovemos a verdade, que é uma só... UM SÓ E MESMO DEUS, CRISTO E SENHOR, ÚNICO SALVADOR PELO QUAL PODEMOS SER SALVOS. Só pode haver verdadeira unidade, quando há verdade, unidade na mentira, só é encontrada no reino de Satanás.

Por toda a história, desde o inicio do cristianismo, satanás procura diminuir a pessoa de Cristo, reduzindo a crença na suficiência de sua obra salvífica e criando atalhos de perdição e mentira que conduzem ao erro, e não aos braços do Pai. O principal problema com a mariologia católica, é que ela faz exatamente isso, diminuir a pessoa de Cristo e desacreditar a sua suficiência salvífica e seu poder em nos sustentar na fé.

Se você duvida, não é difícil provar o que digo, basta ler diversos slogans espalhados em comunidades católicas, uma certas frases de efeito que tenciona dizer que Maria é tão importante no plano de salvação e manutenção da fé cristã, quanto Jesus Cristo.." Tudo por Jesus, Nada sem Maria", 

Ora, qual o problema com essa frase? eu respondo..TODOS!!! Porque? Ora, a Jesus foi entregue todo o poder...e todo poder significa tudo...sendo que tudo foi entregue a Ele e somente a Ele, não sobra nada pra mais ninguém, nem mesmo pra Maria, sendo assim, o papel de Maria é nada comparada ao de Jesus, a própria frase de efeito dos romanistas é um tiro no pé da mariolatria mariologia católica. O "sem" Maria, literalmente torna-se em, TUDO POR JESUS, NADA POR MARIA.


PORQUE DELE E POR ELE, PARA ELE SÃO TODAS AS COISAS
(Qual a ênfase que os católicos dão a isso em sua mariologia romana? Podemos perceber uma coisa, a mariologia católica, põe Cristo como um Juiz Severo e Deus como um Pai carrasco. Isso não é ensinado nas escrituras.)

Não estamos negando que os católicos amem a Jesus Cristo. Apenas estamos notando, que talvez, devido o fato da ênfase demasiada que dão a Maria, o Jesus Cristo de Roma muitas vezes não é o mesmo Jesus Cristo ensinado pelas escrituras. Quem nos afirma isso, é um ex-católico, vejamos o que ele diz:

"Algumas vezes ele era apenas um bebê ou, no máximo, um garoto protegido pela sua mãe. Quando queria a sua ajuda eu me assegurava rezando primeiro para sua mãe. O Jesus para quem eu oro hoje já deixou de ser um bebê por quase 2000 anos. O Jesus que eu amava como católico morava corporalmente em uma pequena caixa, parecida com um tabernáculo que ficava no altar de nossa igreja, na forma de pequenas hóstias brancas, enquanto que, simultaneamente, morava em milhões de hóstias ao redor do mundo. Meu Jesus, na verdade, é o Filho de Deus ressuscitado corporalmente; Ele não habita em objetos inanimados.
O Jesus dos católicos romanos que eu conhecia era o Cristo do crucifixo, com seu corpo continuamente dependurado na cruz, simbolizando, de forma apropriada, o sacrifício repetido perpetuamente na missa e a Sua obra de salvação incompleta. Aproximadamente há dois milênios, o Jesus da Bíblia pagou totalmente a dívida dos meus pecados. Ele não necessita mais dos sete sacramentos, da liturgia, do sacerdócio, do papado, da intercessão de Sua mãe, das indulgências, das orações pelos mortos, do purgatório, etc. para ajudar a salvar alguém. Os católicos romanos dizem que amam a Jesus, mesmo quando se chamam de católicos carismáticos, católicos "evangélicos", ou católicos renascidos, mas na verdade eles amam um Jesus que não é o Jesus bíblico. Ele é "um outro Jesus". (T. A. McMahon).
McMahon, o católico romano que se tornou cristão depois de anos, e hoje experimentando a verdadeira fé cristã genuína que é bíblica e cristocêntrica acertadamente conclui:

"A comunhão com Jesus é o coração do Cristianismo. Não é algo que meramente imaginamos, mas é uma realidade. Ele literalmente habita em todos que colocam nEle a sua fé como Senhor e Salvador (Cl 1.27; Jo 14.20; 15.4). O relacionamento que temos com Ele é ao mesmo tempo subjetivo e objetivo. Nossas experiências pessoais genuínas com Jesus estão sempre em harmonia com a Sua Palavra objetiva (Is 8.20). O Seu Espírito nos ministra a Sua Palavra, e este conhecimento é o fundamento para nossa comunhão com Ele (Jo 8.31; Fp 3.8). Nosso amor por Ele é demonstrado e aumenta através de nossa obediência aos Seus mandamentos; nossa confiança nEle é fortalecida através do conhecimento do que Ele revela sobre Si mesmo (Jo 14.15; Fp 1.9). Jesus disse: "Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz" (Jo 18.37).

Na proporção em que nós crentes aceitarmos falsas doutrinas sobre Jesus e Seus ensinamentos, também minaremos nosso relacionamento vital com Ele. Nada pode ser melhor nesta terra do que a alegria da comunhão com Jesus e com aqueles que O conhecem e são conhecidos por Ele. 

Por outro lado, nada pode ser mais trágico do que alguém oferecer suas afeições para outro Jesus, inventado por homens e demônios. Nosso Senhor profetizou que muitos cairiam na armadilha daquela grande sedução que viria logo antes de Seu retorno (Mt 24.23-26). Haverá muitos que, por causa de sinais e maravilhas, como são chamados, feitos em Seu nome, se convencerão de que conhecem a Jesus e O estão servindo. Para estes, um dia, Ele falará estas solenes palavras:"...Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade" (Mt 7.23). 

Mesmo que sejamos considerados divisivos por perguntarmos "Qual Jesus?"[você tem servido], entendam que este pode ser o ministério mais amoroso que podemos ter hoje em dia. Porque a resposta desta pergunta traz conseqüências eternas. (T. A. McMahon - TBC 2/95 - Traduzido por Ebenezer Bittencourt http://www.chamada.com.br)


O APELO A PERMANÊNCIA DA IGNORÂNCIA SELETIVA


Contudo, militantes católicos, ignoram isso, por serem desonestos e desinformados, eles continuamente nos acusam de sermos hereges, filhos do diabo, de termos deturpado as escrituras, e de sermos as serpentes que destilam ódio a Maria. Mas, fazem isso, com o proposito mesquinho de dar volume a "causa" deles, por que tais militantes, assim como os infantis neo-ateus, precisam se impor, precisam de atenção, precisam ser notados, e pra eles, a melhor maneira de fazer isso, é atacar caluniosamente quem é contrario as bizarrices propagadas por eles.

Uma delas, é citar o texto de Gênesis 3, e com isso eles concluem que ali, está profetizado por Deus, que aqueles que rejeitam a Maria, a odeiam, e a odeiam por que são filhos do diabo. Mas como já expliquei acima, nós não odiamos a Maria, e dizer isso contra nós, é o que expliquei no inicio do artigo, como sendo uma estratégia de demonização e desumanização contra nós, totalmente baseada em um espantalho pra validar ataques contra evangélicos. Tal estratégia é usada, por falta de real argumentação contra nós que seja honesta e válida. 


NÃO ODIAMOS MARIA!

Deus não profetizou que odiaríamos Maria - como esses militantes tem espalhado por ai- mas, Deus declarou que haveria inimizade entre Satanás e a mulher e entre o descendente (JESUS) da mulher e os descendentes da serpente (Satanás) que são os que odeiam a Cristo nas suas mais variadas formas. É disso que o texto Gênesis faz alusão. O descendente (JESUS) esmagaria a cabeça de Satanás e Satanás lhe feriria o "calcanhar", uma referência aos sofrimentos do SALVADOR, os quais eram apenas uma preparação para Sua ressurreição vitoriosa!

Quem esmaga a cabeça de Satanás não é Maria, é JESUS! Esta profecia refere-se à vinda do Messias,
não exalta Maria de forma alguma.

Portanto perguntamos:
Odiamos Maria porque não a exaltamos? Odiamos Maria porque não nos dobramos diante de sua "imagem"? Odiamos Maria porque não lhe rendemos orações, nem procissões, nem novenas? Odiamos Maria porque não a chamamos mãe, senhora e advogada? Odiamos Maria porque para nós ela não é rainha?

Porque nós amamos a CRISTO ACIMA de todos, INCLUINDO Maria, por isso nós a odiamos? Porque nós cremos que SÓ CRISTO tem o poder de interceder por nós diante do Pai e não Maria, nós a odiamos? Porque nós declaramos que JESUS CRISTO é o SENHOR, REI E SALVADOR e não declaramos Maria senhora, rainha e co-redentora, nós a odiamos? Nos respondam católicos, por favor, isso é odiar Maria??

Não! ISSO NÃO É ODIAR Maria! Isso É AMAR A DEUS ACIMA DE TUDO! É entender que TODA A GLÓRIA PERTENCE A DEUS e que Maria foi uma mulher honrada, digna e bem-aventurada mas... apenas um ser humano, vaso escolhido para os propósitos de Deus assim como tantos outros homens e mulheres dignos e honrados que DEUS capacitou PARA a Sua obra.

ALÉM DO JESUS CRISTO BÍBLICO NÃO SER O MESMO DA MILITÂNCIA CATÓLICA, A MARIA QUE CONHECEMOS NAS ESCRITURAS, TAMBÉM NÃO É A MESMA QUE ELES DIZEM SER SUPER-ESCRAVOS. (a hiper-dulia significa super escravo).

Algumas verdades sobre Maria nos mostra quem na verdade odeia a Maria bíblica.
Nenhum ser humano possui ou possuiu graça e virtude próprios que não tenham sido dados por Deus, incluindo Maria. Nunca dissemos que odiamos Maria. Nunca ofendemos a honra de Maria. Nunca desprezamos Maria nem incitamos às pessoas a odiá-la. O que odiamos é a idolatria à Maria! 

O que odiamos é a idolatria que há na militância católica acerca de Maria, a mulher humilde, serva de Deus e mãe de Jesus homem aqui nesta terra. Com isso nunca compactuaremos, doa a quem e em quem doer! Portanto, fica bem claro que não odiamos Maria, mãe de Jesus. Só queremos vê-la no seu próprio lugar indicado na Bíblia. Como poderíamos odiar Maria? Essa é uma acusação sem fundamento. Em toda a literatura evangélica sobre a identidade de Maria não pode ser encontrado algo que possa justificar essa acusação tão absurda. Amamos Maria como a mãe de Jesus como apresentada na Bíblia. E essa Maria bíblica que os católicos odeiam pois a repudiam em suas acusações contra nós.

Ainda sobre Maria.
O fato de rejeitarmos certos dogmas romanos acerca de Maria, não é motivo para que que os militantes católicos nos dirijam ataques em detrimento de nossa fé. Se Maria foi ou não virgem por toda a sua vida, não seria tema digno de um debate teológico, se por trás de tudo isso não houvesse uma intenção maligna. Sim, porque se Maria foi ou não deflorada pelo seu marido, que nos importa? Não dependemos disso para sermos salvos.

Embora não creiamos na perpétua virgindade de Maria(assim como em outros dogmas sobre ela) poderíamos crer nisso e ainda sermos salvos, desde que não fizéssemos disso a nossa tábua de salvação. Porém, foi-nos possível enxergarmos que atrás desse dogma, há um outro, a saber, o dogma da perpétua DIVINDADE de Maria. A questão é que os papas fazem de Maria uma deusa. E, por esse motivo, precisam esconder do povo que a deusa deles era um ser humano normal. Realmente, se tivessem deixado-a no lugar humilde onde ela mesma se pôs (Lc 1.48), nunca dependeriam de tantos sofismas. Nós, os evangélicos, temos grande estima por Maria, embora creiamos paralelamente que ela era apenas uma cristã genuína como qualquer outra serva de Deus, como tantos outros servos de Deus: Noé, Abraão, Moisés, Enoque, Elias, Débora, Abigail, Isabel, Pedro, Paulo, João, Ana, etc

Os católicos militantes, fazem um esforço tremendo em recorrer as escrituras para tentar fortalecer seus dogmas marianos, mas, quando o fazem, a remenda sai pior que a fratura e o tiro sai pela culatra. Porque eles negligenciam que tais versos nem de longe se aplicam a mariologia, são versos explicitamente cristocêntricos. Melhor seria se eles se estrebuchassem unicamente na chamada Tradição, que ta mais pra uma muleta emocional do que algo que possa realmente ser considerado ensinamento Bíblico. 

O problema com isso, bom, vou deixar que um católico fale sobre isso:

O historiador norte-americano, Garry Wills, católico praticante, em seu livro Papal Sin (Pecado Papal) na primeira parte do livro aborda as desonestidades históricas da Igreja, mostrando, em resumo, como a hierarquia católica persiste no apelo à mentira. Para Wills, a Santa Sé acumula em seu currículo um formidável acervo de tortuosa interpretação das Sagradas Escrituras, de distorcidas visões da história eclesiástica, de lamúrias hipócritas e deslavadas mentiras. O culto à Virgem Maria, inexiste nas Escrituras e entre os católicos, durante quatro séculos, é apenas um dos muitos abusos históricos que, a seu ver; a Igreja cometeu. Exorbitância cujo ápice teria sido a idolatria à Nossa Senhora de Fátima e aos mistérios a ela ligados, todos “manipulados pela Igreja” para fins políticos – além de discutíveis, à medida que dois deles referiam-se a previsões (supostamente feitas em 13 de julho de 1917) de fatos já ocorridos ou em andamento numa nova guerra mundial, com um novo papa quando sua única testemunha viva, Lúcia, tornou-as públicas, em 1941(O Estado de S. Paulo -D-17- Sábado, 5 de agosto de 2000).

Vamos a uma outra citação:
"O culto aos santos só começa a partir de cem anos aproximadamente, depois da morte de Jesus, com uma tímida veneração aos mártires. A primeira oração dirigida expressamente à Mãe de Deus é a invocação Sub tuum praesidium, formulada no fim do século 3 ou mais provavelmente no início do século 4. Não podemos dizer que a veneração dos santos –E MUITO MENOS A DA MÃE DE CRISTO- faça parte do patrimônio original" (“O Culto a Maria Hoje”. Vários autores, sob a direção de Wolfgang Bemert, Edições Paulinas, 1980, 3a. edição, p. 33).
Percebe-se com facilidade, que as tortuosas interpretações particulares da Igreja Romana sobre Maria, pinceladas de textos totalmente fora do contexto, ferem drasticamente a ortodoxia das escrituras acerca de Cristo...o que já se encaixa no que Paulo diz em sua carta aos romanos:

"Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível[..] Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
(Romanos 1.21-25)

Quem é a Maria do catolicismo?
Para quem acha exagero quando digo que eles fazem de Maria uma deusa, leiam o livro "Glorias de Maria", de Alfonso de Ligório, o livro tem o aval do Vaticano que beatificou o seu autor, o livro foi escrito a mais de 200 anos, e até hoje, desde sua primeira edição que já passam de 800, ainda contém as mesmas honrarias e atribuições divinas a Maria, que são exclusivas a Jesus. Fora isso, em 1998, o jornal O Globo, publicou uma matéria informando que um grupo formado por católicos, estão pleiteando junto ao Vaticano, que Maria seja reconhecida como a quarta Pessoa da Divindade. Evidentemente , devido ela ser considerada hoje pelo catolicismo romano como o Esposa do Espirito Santo além de ser a mãe de Deus.

Ora, os católicos dizem que Maria é mãe de Deus de acordo com o silogismo...Jesus é Deus, Maria é mãe de Jesus, logo, Maria é Mãe de Deus. Dizem que Maria é Rainha do Universo, devido ela ser mãe do Rei do Universo, logo, mãe de Rei é? Rainha, ora, e mãe de Deus é o que??? uma deusa.

Não há o que contestar...literalmente, com toda essa mariolatria, os católicos fazem de Maria uma deusa, e é isso que nós rejeitamos. Sabemos que ela é Mãe de Cristo, mas sabemos também que Cristo, além de ser homem, e ter essa humanidade nascido de Maria, Ele também é, e sempre foi Deus, e sua divindade, não é proveniente de Maria, assumir que Maria seja mãe de Deus por esse silogismo acima, então teríamos que assumir que José é padrasto de Deus, ou pior, Deus tem primos, avós...e por ai vai... a confusão romanista é tão grande, que chega ao absurdismo de nivelar o cristianismo ao paganismo incestuoso contingente, fazendo de Maria, ao mesmo tempo, mãe, filha, e esposa de Deus. E depois ainda dizem, que nós é que somos hereges.

Maria é deusa segundo o Catolicismo, essa é a conclusão que qualquer honesto chega ao se deparar com as declarações romanistas que literalmente fazem de Maria onipotente, onisciente e onipresente, mas de acordo com a Bíblia, ela é um ser humano normal.(eu disse isso uma vez, nesse contexto, e uma católica disse que se internet fosse 3d virtual e ela pudesse, ela meteria a mão na minha cara, por dizer que Maria é uma mulher qualquer, mas, eu não havia dito que Maria é uma mulher qualquer, eu disse que Maria é um ser humano normal e não uma deusa). Vejam o print abaixo:

Além de não ter dito que Maria era uma mulher qualquer, eu quero saber em que terra essa Karol aprendeu que Maria gerou a Deus em seu ventre. Em uma de nossas postagens, em que respondemos que Maria não é uma mulher qualquer, mas uma cristã serva de Deus como todas são, vejam a respota que recebemos de mais um militante católico:



O sujeito disse isso em resposta a nossa postagem, que em parte alguma contém o que ele nos acusa, e pior, o sujeito comete ignorância seletiva, pois o texto, já refuta o que ele diz até mesmo o espantalho que ele cria(confira a postagem clicando aqui). Notem as respostas católicas cheias de contradições, e pior, nossa resposta é que a ênfase é a Jesus e não a Maria, e eles além de não refutarem o que propomos, insinuam que nós servimos ao diabo, ora, e desde quando o diabo confirma a Jesus nas escrituras? Pelo que se sabe, satanás é o único que sempre procura diminuir o máximo possível, o que as escrituras revelam sobre Jesus, logo, quem ta sendo servo do diabo?? O protestante que afirma a ênfase em Cristo como aquele que esmaga a serpente, ou o desinformado xiita católico que por birra, tenta forçar que o texto se refere a Maria ao qual nenhuma referência direta a ela se tem sobre isso?

Quando Jesus tinha 12 anos de idade, sua mãe foi suficientemente negligente(ora se Jesus era mesmo seu único filho até essa época, como ela pode perde-lo por tanto tempo? será que Maria não tinha outros filhos menores?) para perdê-lo entre a multidão (Lc 2.41-49). As limitações de Maria testificam contra a mariolatria católica. Aquela que não sabia nem mesmo onde o seu Filho "ÚNICO?" adolescente estava, sabe de nossa existência?

A igreja Romana, alega que nós estamos sendo exagerados e interpretando de maneira errada, mas quem está interpretando erradamente são eles, ao dizer que nós odiamos Maria, por não concordarmos com tais declarações que além de fazer dela uma deusa e subestimar a Jesus Cristo, deixa claro que há fraude, considerando que onde há incoerência há falcatrua. E contradições não procedem de Deus. Pois evidentemente, as declarações romanistas, fazem de Maria uma deusa, mas até eles negam que fazem isso!

AGORA VAMOS A MAIS ALGUNS PRINTS



Nesse print acima, o católico continua ignorando nossas respostas, e continua cegamente a dizer que odiamos a Maria, o sujeito chega ao absurdo de perguntar como honramos a Mãe de Jesus. Ora, e onde na Bíblia manda que faça tal? e se manda como deve ser feito? é como eu perguntei acima, orando a ela? queimando vela as milhões de imagens que dizem ser dela? nem mesmo os apóstolos fizeram isso. Vejam que a lorota católica é um tiro no próprio pé. E onde no Antigo Testamento, o ato de honrar algum servo de Deus, é o mesmo implícito na prática romanista?? Onde os antigos profetas e grandes homens da fé, tiveram imagens deles vendidas para o povo pra que cada um as tivesse em casa, e queimassem-lhes velas, e se lhes acendessem incenso, e se lhes foszem dirigidas orações, onde? Lendo o Antigo Testamento, todo ele, a unica coisa que se vê, é que isso é idolatria, vastamente condenada por toda a Bíblia.

E onde que nós nos incomodamos se os católicos vão pro inferno por adorarem imagens?? Eles já tem as escrituras pra os advertir, fazem por que gostam e fazem com vontade tamanha que são capazes de mentir dissimuladamente, que nós protestantes é que somos os hereges por não fazermos o mesmo que eles, e por esse motivo, é que eles dizem que nós odiamos Maria. Alguém que está lendo esse artigo, ainda tem duvida quando eu digo que a militância católica é pior que a neo-ateista e gayzista??

Querem mais provas? Podem confererir em nossa página, os comentários católicos... alguns são banidos por tamanha falta de caratér que eles tem. Mas, eis mais alguns prints:




Acima, um dos nossos moderadores, o Alex, faz uma afirmação, note que o católico, o Leonardo, não refuta a afirmação, ele simplesmente a corrobora e ainda completa... "a fogueira é para hereges como você". O que esse coitado babaca xiita não entende, é que herege não é aquele que é queimado na fogueira, herege satanista e vagabundo da mais baixa e imunda categoria, são aqueles que acendem a fogueira para queimar outras pessoas, só por que elas não concordam com a doutrina romana(ou qualquer uma outra). O cara, ainda tem a dissimulação de citar um ícone católico para sustentar seu ódio contra protestantes. Além de incitar ódio contra protestantes, os militantes católicos influenciados pelo CaiaFarsa e Cruzados Católicos tem um vocabulário já armado tencionado a exterminar evangélicos, vejam o print abaixo:




Eles são assim, nunca refutam nossas objeções, o maximo que fazem é vir com apelos emocionais:




Além deles serem caluniosos, são debochados e falsos, fazem propaganda que já nos refutaram, então propomos um debate só nós e os administradores de páginas católicas militantes...e...... vejam:




Os cruzados sequer deram as caras, correram, ficando escondidos em sua página promovendo mentiras e ódio contra nós,o CaiaFarsa e seu guru ex-ateu, não vieram, mas mandaram alguns "refutadores", e pasmem, basta entrar no grupo reservado que criamos e verão...os caras são tão falaciosos quanto os gayzistas se fazendo de vítimas em ataque contra Marco Feliciano. Esse sujeito acima o Perin, junto com um outro apoiado pelo Rodrigues do site "Apologética Católica", o tempo todo, se valeu de variações sutis de argumentos já refutados... copiados do Dave Armistrong, e já refutado em artigos do Lucas Banzolli, oBlog portugués Conhecereis a Verdade, o e-cristiaismo do Gustavo, e o Beggarsall que detona todas as lorotas católicas acerca de caluniar os reformadores. Mas, como se não basta-se o espantalhismo deles em aplicar sempre as mesmas variações desbotadas e generalizações indevidas, alguns exageram no vocabulário:




Esse é o tipo de "defesa católica" que essas páginas tem apoiado, os católicos que não fazem o jogo deles, eles banem e depois fazem deboche, veja o print abaixo:




E olha que eles foram alertados:




Como eu disse acima, o real motivo deles nos atacarem, se não o principal, é devido nós, não aceitarmos os exageros deles acerca da pessoa de Maria em diminuição a Pessoa de Cristo. Agora, vê se dá para aceitar um fanatismo desses:



Outro exagero da militância católica, é sempre levantar objeções acerca de seitas protestantes, como os Tjs, Mormons(se é que são mesmo considerados cristãos), e demais seitas que até nós protestantes confecionais rejeitamos... Mas, quando citamos sobre as diversas divisões do católicismo que vão desde as diversas ordens monásticas cada uma com seu jeito até facções como a OPUS DEI e a RCC , ai eles pulam de um lado a outro dizendo que são estas, são seitas como nós, a exemplo disso, citamos a RCC, que os ditos militantes repudiam:









O radicalismo hipócrita dos militantes católicos, vai contra a Igreja que eles tanto dizem defender:









Além da militância católica, dar atestado de que nada sabem sobre sua própria Igreja, eles ainda nada sabem sobre as doutrinas universais da fé cristã. E porque?? Ora, por que esses coitados são lobos vestidos de ovelhas, a maioria eram ateus, ou ex-sectaristas aberrantes das fronteiras protestantes, que agora encontraram no catolicismo, uma forma de preencherem o tempo inútil deles... vejam as desinformações até mesmo sobre a Trindade:

Desde quando a doutrina da Trindade, diz que Jesus o filho que é Deus e o Pai que também é Deus, são a mesma Pessoa?? essa confusão aberrante, só é encontrada nas seitas que negam a divindade de Cristo... nós confessionais protestantes, cremos que 3 pessoas fazem parte da DIVINDADE, cada uma distinta em personalidade, mas, cada UMA compartilhando a mesma natureza DIVINA.

Vejam mais uma pérola da militância católica:




Vejam que essa militância, de bíblia mesmo só conhecem o que interessa satisfazer a mariolatria mariologia deles.

MILITÂNCIA CATÓLICA OU NEO-ATEÍSTA INCUBADA?

Qual o real motivo atual de tanta ignorância e qual a ligação similar deles com a militância neo-ate ista? Simples, unidos mesmos, eles são, mas só quando é para destilar o ódio contra aqueles que professam o evangelho bíblico e cristocêntrico, e o pior, é que eles se valem e são apoiados por verdadeiros gurus neófitos, pessoas que podem até ter algum potência para ser propagandista, mas de apologética mesmo...são fracos feito bambu. O Padre Paulo Ricardo mesmo sendo um Padre, com mais de 20 anos em teologia, já comete péssimas objeções nos chamando de ótarios, que dira de um ex-ateu que é católico apenas a pouco tempo?

Já imaginam de quem eu estou falando? ora, não poderia ser de outra pessoa, senão o Paulo Leitão. Vejam essa matéria exclusiva do Portal JH que nos conta um pouco de sua história antes de chegar ao catolicismo.

Eu pergunto, como uma pessoa que há pouco tempo é católico, e foi ateu por quase toda a sua vida, mesmo sendo um "protestante" por algum breve tempo, pode querer dar pitaco em assuntos teológicos? Uma coisa me chamou atenção nessa matéria do Portal JH:

" Era mais um dia de tormento psicoquímico para Paulo Leitão. Viciado em drogas pesadas, afastado da família e dos amigos, a decadência física e moral instalara-se de vez após quase uma década de destruição. Com a mente infestada de alucinações, a frase ecoou feito um sopro de esperança para fugir da rotina suicida. Ao procurar a dona da voz suave que emitiu a sentença, veio a surpresa: entre plantas que adornam a varanda de sua casa, localizada em uma tranquila rua no coração de Petrópolis, a imagem de Nossa Senhora surgiu de forma impactante. Verdade ou delírio, ele foi em busca da resposta".
Como eu disse acima, toda a militância católica contra nós, se resume ao apelo emocional que eles tem por Nossa Senhora, mas ai quebraram a cara, porque nós, temos zelo, é pelo NOSSO SENHOR E CRISTO QUE É DEUS. Nós temos apenas um Senhor e não há espaço para nenhuma senhora.


DISTINÇÃO ENTRE A MILITÂNCIA CATÓLICA E A APOLOGÉTICA PROTESTANTE

Enquanto eles são mariocêntricos, nós somos cristocêntricos. O Que é Cristocêntrico? É ter Jesus Cristo como centro da fé, como a Bíblia Sagrada nos ensina, ter a Jesus como único e suficiente salvador, mediador, consolador;

O Que é Mariocêntrico? É ter Maria como centro da fé, como mediadora, consoladora, intercessora, advogada.

Pode Ser o Cristão Cristocêntrico e Mariocêntrico? Não, ninguém pode servir a dois senhores (Mt 6.24), há um só Senhor, (1 Co 8.5-6), há um só Salvador (At 4.12), há um só Mediador (1 Tm 2.5). E é Cristo.
Se você está precisando ir ao médico, e vai ser atendido por ele, é ele que deve ser procurado, ele é a autoridade formada em medicina, é ele quem irá lhe receitar medicamentos e não a mãe dele. Todo credito é devido ao doutor em medicina e não a mãe do doutor.


CONCLUSÃO APOLOGÉTICA


É isso que nós fazemos, não pegamos atalhos, estamos muito bem, obrigado, indo diretamente a Deus por meio de seu Filho Jesus Cristo, e se somos hereges por isso, continuaremos hereges, se estamos numa seita, não tem problema, "nois aceita". Mas nunca, jamais iremos nos curvar, nem prestar culto, louvores a outro que não seja a Jesus Cristo o filho do Deus Vivo. Podem os militantes, caluniarem, podem bufarem, berrarem que nada vai nos atinger e nos remover desse propósito.


Att: Elisson Freire

COMMENTS

BLOGGER: 2
Carregando...
Nome

Adulterações Bíblicas,4,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,25,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,2,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,22,Reflexões,10,Refutações,57,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,4,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,10,
ltr
item
Resistência Apologética: Expondo e refutando as estratégias de intolerância, hipocrisia, abusos e mentiras da militância católica
Expondo e refutando as estratégias de intolerância, hipocrisia, abusos e mentiras da militância católica
Liberdade de opinião todos temos, todos temos o direito de nos expressarmos livremente sobre o que quer que seja. Mas, infelizmente, poucos entendem que essa liberdade envolve a responsabilidade de sustentar essas expressões de forma civilizada!
http://3.bp.blogspot.com/-gzrCsvWe3no/VY1UJxaowpI/AAAAAAAAbCs/O7qQWqoxitk/s1600/padre-vs-pastor1.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-gzrCsvWe3no/VY1UJxaowpI/AAAAAAAAbCs/O7qQWqoxitk/s72-c/padre-vs-pastor1.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/03/expondo-e-refutando-a-intolerancia-hipocrisia-abusos-e-mentiras-da-militancia-catolica.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/03/expondo-e-refutando-a-intolerancia-hipocrisia-abusos-e-mentiras-da-militancia-catolica.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sext Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julio Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás há mais de 5 semanas Seguidores Seguir THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy