Ad Verecundiam - Parte 2

Paz do Senhor a todos. Estamos de volta com o segundo capítulo da trilogia AD VERECUNDIAM .  No primeiro fascículo de nossa explana...



Paz do Senhor a todos. Estamos de volta com o segundo capítulo da trilogia AD VERECUNDIAM

No primeiro fascículo de nossa explanação, mostramos a falta de fundamentos bíblicos e teológicos da igreja romana em fazer coisas como: acender velas aos mortos, venerar anjos e crentes falecidos, pedir intercessão a eles, colocar imagens ritualísticas nos templos, a missa, a transubstanciação, e os cultos falaciosos de dulia e hiperdulia dados aos desencarnados e a Maria, com base em comentários arrasadores de João Calvino, alguns dos bispos da igreja antiga e até mesmo de obras e apologistas católicos.


 Aviso de antemão que essa parte do fascículo será a mais longa de todas, principalmente esse tópico, onde daremos prosseguimento à nossa eletrizante saga, dessa vez iniciando com as exageradas e antropolatrêuticas honras e títulos dados a:



MARIA, MÃE DE JESUS

 

Como disse na parte 1 do tema citado, na página 274, do Catecismo da Igreja Católica, lemos: “Por isso, a bem-aventurada Virgem Maria é invocada na Igreja sob os títulos de advogada, auxiliadora, protetora, medianeira”. “A Santíssima Virgem ‘é legitimamente honrada com um culto especial...’

(C.I.C, Parágrafos 969 e 971)

Uma coisa que é digna de ressalte aqui, é que os apologistas católicos – especialmente os tridentinos (inquisidores modernos) – vociferam aos quatro ventos que odiamos Maria, por não darmos a ela as honras heréticas que a humilde mãe do Salvador, se estivesse viva, jamais receberia. Trata-se de um mero espantalho utilizado por eles para que o catolicismo pague de vítima dos protestantes malvados; a verdade é que nós honramos nossa irmã Maria, pelo seu papel de fato importante no plano de salvação orquestrado por Deus, o que não fazemos é dar a ela os títulos grifados acima, entre outros que citarei, começando com:


Advogada


O título de Advogada atribuído a Maria não é recente, na verdade ele vem de um sujeito chamado de “santo doutor” da igreja Romana, por nome Afonso Maria de Ligório, que escreveu um obra absurda chamada Glórias de Maria que aliás, é obra oficial da Igreja Católica, pois na página 13 podemos ler o seguinte acerca do seu autor: “Em vida a Igreja o honrou, elevando-o à dignidade episcopal. Morto, elevou-o aos altares, deu-lhe a auréola de Doutor zelosíssimo, aprovou-lhe os escritos, depois de percorrê-los cuidadosamente” (Grifo Acrescentado), e nela, é Maria no céu e Deus na terra. Não não é exagero, os leitores verão porque.

Rafael Rodrigues escreveu um artigo relativamente antigo em “refutação” às respostas protestantes contra essa aberração que eles chamam de obra, bem aqui:

http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/virgem-maria/536-refutando-as-acusacoes-contra-o-livro-glorias-de-maria

Rafael Rodrigues se vale somente das citações que lhe são convenientes, para tentar mascarar os fatos. Me valerei de algumas das citações dele, inclusive das que ele OMITIU, demonstrando clara falta de honestidade intelectual, pra mostrar o quanto a igreja romana IDOLATRA a virgem Maria, mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, usarei essas e outras citações de sites católicos pra mostrar os títulos idolátricos conferidos a Maria pela ICR.

 Vejam o que esse homem disse em sua “célebre” obra literária – que Rafael Rodrigues omitiu:

“Vós sois a única advogada dos pecadores” (página 105)

“Ó minha Rainha, sede-me advogada junto a vosso Filho, a quem não tenho coragem de recorrer” (página 120)

E ainda afirma mais um absurdo:

 “O Eterno Pai deu ao Filho o ofício de julgar e punir, e à Mãe o ofício de socorrer e aliviar os miseráveis” (página 37)

Outro “santo” católico chamado “são Bernardo” diz outra coisa mais na frente tão absurda quanto;

“aprouve a Deus dar-nos outra advogada a quem recorrer pudéssemos com maior confiança e menor receio(Ibidem, página 163)
Não, espera aí, que conversa é essa?
                                                                                                                   
Além de desmerecer a Cristo, o “santo doutor” ANULA AS PALAVRAS DA ESCRITURA, ditas pelo próprio Cristo e pelo apóstolo João, nas seguintes palavras:

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.”

1 João 2:1-2

O ofício de Maria é “socorrer e aliviar os miseráveis” é? Então Jesus cometeu uma bela gafe ao nos dizer solenemente:

“Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei.

Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas.

Porque meu jugo é suave e meu peso é leve.”


Mateus 11:28-30 – versão católica

E pra terminar de incrementar, o "santo doutor" ainda diz mais essa coisinha maravilhosa - que Rafael Rodrigues também omitiu:

Se o meu Redentor, por causa de minhas culpas, me lançar fora de seus pés, eu me prostrarei aos pés de Maria, sua mãe, e deles não me afastarei enquanto ela não me alcançar o perdão(página 102)

Então Maria pode dar um perdão que CRISTO não dá!? Acho essa passagem aqui está rasgada da bíblia dos católicos, em especial do "santo doutor":

"E eis que uma mulher da cidade, uma pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento;

E, estando por detrás, aos seus pés, chorando, começou a regar-lhe os pés com lágrimas, e enxugava-lhos com os cabelos da sua cabeça; e beijava-lhe os pés, e ungia-lhos com o ungüento.

Quando isto viu o fariseu que o tinha convidado, falava consigo, dizendo: Se este fora profeta, bem saberia quem e qual é a mulher que lhe tocou, pois é uma pecadora.

E respondendo, Jesus disse-lhe: Simão, uma coisa tenho a dizer-te. E ele disse: Dize-a, Mestre.
Um certo credor tinha dois devedores: um devia-lhe quinhentos dinheiros, e outro cinqüenta.

E, não tendo eles com que pagar, perdoou-lhes a ambos. Dize, pois, qual deles o amará mais?
E Simão, respondendo, disse: Tenho para mim que é aquele a quem mais perdoou. E ele lhe disse: Julgaste bem.

E, voltando-se para a mulher, disse a Simão: Vês tu esta mulher? Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; mas esta regou-me os pés com lágrimas, e os enxugou com os cabelos de sua cabeça.

Não me deste ósculo, mas esta, desde que entrou, não tem cessado de me beijar os pés.

Não me ungiste a cabeça com óleo, mas esta ungiu-me os pés com ungüento.

Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama.

E disse-lhe a ela: Os teus pecados te são perdoados."

Lucas 7:37-48

E certamente esse herege não leu - ou se fez que não leu - a passagem de João 6:37 que diz:

"Todo aquele que o Pai me dá, virá a mim; e o que vem a mim, de maneira alguma o lançarei fora."

Alguém aqui esqueceu COMPLETAMENTE desse minúsculo detalhe, o de que Cristo não lança NINGUÉM longe de Sua presença, quando o tal se aproxima com um coração arrependido e contrito diante dEle, por isso está escrito:

"A um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus."

Salmo 51:17

Mediante o que foi exposto acima, resta-nos a seguinte indagação:

QUEM SERIA MAIS QUALIFICADO PARA SER NOSSO REPRESENTANTE E ADVOGADO PERANTE O PAI, E MAIS MISERICORDIOSO PARA ALIVIAR NOSSO FARDO DO QUE JESUS?

E mais, qual apóstolo ensinou, que se podemos recorrer ao auxílio de OUTRO SER, que não seja Cristo, principalmente Maria? Se não recorrermos a Jesus, sem o qual nada podemos fazer – João 15:5 – A QUEM RECORREREMOS? Ele disse que o ofício de Jesus é julgar e punir, enquanto que o ofício de Maria é socorrer e aliviar os miseráveis. Assim Jesus se sobressai como Juiz, e Maria como Salvadora. Logo, a missão de salvar foi, segundo esse herege, confiada a Maria, não a Cristo. Mas, que diz João 3:16?

“Porque Deus amou o mundo de uma tal forma, que deu seu único Filho,  para que todo o que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna.”

Somente JESUS é digno de nos representar perante o Pai, pois foi ELE, não Maria quem morreu por nós, morte de cruz – Filipenses 2:8 - foi ELE, não Maria, que por meio do seu sacrifício, nos garantiu livre acesso ao Trono da Graça – Hebreus 10:19-21

Porém, o mais legal de tudo isso, foi ver um bispo romano, aliás, recentemente canonizado pelo Vaticano, falando essa coisa linda aqui:


«Uma definição dos “títulos marianos” de “Advogada”,“Co-Redentora”, “Mediadora”, não está em linha com as orientações do grande texto mariológico do Vaticano II».

(João Paulo II - “Osservatore Romano” 4.5.1997)

Aí, quando mostrarmos isso aos católicos, eles vão vir com a desculpa de que isso deve ser descartado, “porque não foi dito ‘ex-cathedra’... Conveniente, muito conveniente.

Aí quando dizemos que o catolicismo endeusa Maria, aí nós odiamos ela, somos inimigos dela, e etc e etc...

Prossigamos com nossa dissertação, onde o catolicismo classifica Maria como


Medianeira


Ainda se valendo da obra do “santo doutor”, confirmando as palavras do catecismo, ele diz:

“Caso alguém ache muito perigosa alguma preposição escrita neste Livro, declaro havê-la dito e entendido no sentido que vi da santa Igreja Católica e da Santa Teologia. Por exemplo, ao chamar a Maria de “Mediadora”, minha intenção foi tão só chamá-la de MEDIADORA DE GRAÇA, com diferença de Jesus Cristo, que é o primeiro e único mediador de Justiça.

Glórias de Maria, Manifesto do autor

Mais na frente ele confirma o que ele disse – e Rafael Rodrigues omitiu:

“Jesus Cristo é o único medianeiro de justiça...Mas...Maria é medianeira de graças(página 134)

Antes de prosseguir com nossa refutação, deixemos os católicos a par do que significa MEDIANEIRO(A), de acordo com o Dicionário Larousse:

Medianeiro
adj. e s.m. Mediador.

E o que quer dizer Mediador?

s.m. Indivíduo que media, que intervém, que é responsável por acordos ou pela conciliação entre as partes conflitantes

Que trabalha como intermediário entre os interessados em finalizar um negócio.
adj. Que realiza a mediação, que age como intermediário.
(Etm. do latim: mediator.oris)

Falando a grosso modo, no sentido Bíblico, Mediador é “que, ou quem torna-se o elo de ligação entre dois extremos”, papel EXCLUSIVO DE CRISTO. Parece que se faz necessário lembrar aos apologistas católicos aquela passagem tão conhecida deles e usada por nós de Paulo a Timóteo que diz:

“Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem

que se entregou como resgate por todos
. Tal é o fato, atestado em seu tempo”

1 Timóteo 2:5-6 – versão católica

Eles podem reclamar e espernear o quanto quiserem, mas terão que esbarrar SEMPRE em verdades como essas ditas pela Palavra de Deus. Afonso de Ligório usa de um belo e rocambolesco malabarismo teológico, ao dizer que Jesus era “Mediador de Justiça” e Maria era “medianeira de graças”, primeiro, pelo fato da Bíblia Sagrada afirmar existir “... um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo”, segundo, a mesma não abre espaço para NENHUM OUTRO SER, NO CÉU OU NA TERRA, PARA EXERCER ESSE PAPEL, ou seja, não existe NENHUMA medianeira, terceiro, se Maria é medianeira de graças, isso significa que ela tem graça para oferecer, mas a Bíblia diz que a graça é dom exclusivo e favor imerecido de Deus – Efésios 2:8,9 –; então romanizada, Maria possui algo que SOMENTE DEUS PODE CONCEDER? Queimem bem a mufa tentando responder isso. Se bem que pra eles, Maria é “cheia de graça”, e usam um texto DESCARADAMENTE ADULTERADO de Lucas 1:28, pra validar essa bobagem – posteriormente mostrarei porque ele é adulterado, aguardem.

Já mencionei essa citação destruidora de Calvino, mas quero citá-lo de novo para refrescar a memória dos apologistas católicos que defendem sandices como essa:

Acima de tudo, com essa perplexidade eles ultrajam a Cristo e o despojam do
título de único Mediador, o qual, assim como lhe foi dado pelo Pai como singular prerrogativa, assim também não deve ser transferido a outrem. E de fato com isso mesmo lhe obscurecem a glória do nascimento e lhe esvaziam a cruz; enfim, tudo quanto ele fez ou sofreu, o esbulham e o defraudam de seu louvor quando, de fato, tudo tende que só ele seja tido na conta de Mediador
. Ao mesmo tempo, rejeitam a benignidade de Deus, o qual lhes é exibido por Pai; pois, não lhes é Pai, a não ser que reconheçam Cristo como seu Irmão. Negam isto abertamente, salvo se refletirem em seu íntimo que ele nutre por eles fraterno afeto, do quê nada pode ser mais suave ou mais terno. Por isso, a Escritura no-lo oferece com exclusividade, nos remete a ele e nos sustém nele. Ambrósio afirma que “ele é nossa boca, através da qual falamos com o Pai; nossos olhos, através dos quais vemos o Pai; nossa destra, através da qual nos oferecemos ao Pai. A não ser que ele interceda, nem nós, nem todos os santos, temos alguma coisa com Deus.” - Isaque, ou da Alma, capítulo VIII, 75 (Acréscimo meu)”

(As institutas, Livro III, capítulo XXI)

Preciso falar mais alguma coisa? Sim preciso, preciso dizer que Jesus manda lembranças ao declarar:

“Eu sou o caminho, a Verdade e a vida, e ninguém chega ao Pai se não for por meio de mim.”

João 14:6

Mas acho que isso é informação demais para os apologistas de Roma processarem...

Continuando, do que mais Maria é chamada mesmo? Ah sim, de 


Intercessora


Os católicos acreditam fervorosamente que Maria possui um poder singular de intercessão, e lhe dirigem súplicas e orações apaixonadas e recheadas de emoção, ilusoriamente acreditando que se rogarem a Maria, serão atendidos e respondidos prontamente e até mesmo mais depressa do que se rogassem a Jesus. O “santo doutor” Afonso de Ligório confirma esse sacrilégio – que Rafael Rodrigues também omitiu:

Quando nos dirigimos a esta divina Mãe, não só devemos ficar certos de seu patrocínio, mas às vezes seremos até mais depressa atendidos e salvos chamando pelo nome de Maria, do que invocando o santíssimo nome de Jesus, nosso Salvador” (página 118)

Acharam pouco? Olhem a QUANTIDADE de orações feitas SOMENTE A MARIA:

ORAÇÕES


E depois dizem que não adoram, só "veneram"... Ok, se eles dizem, eu acredito.

Padre Zezinho, um conhecido teólogo católico, disse: 

“Uma coisa é dizer que tudo nos vem por Maria e outra coisa dizer que muitas graças no vêm através da prece de Maria. Se eu oro por você ao Pai em nome de Jesus, ou a Jesus diretamente e você me diz que recebeu a graça, não estou errado ao dizer que, por minha intercessão junto a Jesus, você recebeu aquela graça. Senão, que sentido teria os pais orarem pelos filhos ou os padres e pastores orarem por seus fiéis? Não é intercessão? Se nós intercedemos o tempo todo uns pelos outros, porque negar que Maria faça o mesmo a quem pede sua ajuda? Seria a prece dela menor do que a dos padres e pastores?”

Em negrito:

O que esse rapaz esqueceu de dizer, foi que orar em favor de um irmão VIVO não tem problema algum, o que não pode – e ele omite isso todo o tempo em seu artigo – é um vivo pedir intercessão a uma pessoa FALECIDA A MAIS DE 2000 ANOS, isso é buscar contato com os mortos, uma vez que embora estejam em repouso, vivos e conscientes, não dormindo como os apologistas católicos querem nos fazer acreditar que dizemos, e aos seus leitores, mas não possuem mais qualquer vínculo com o mundo dos vivos em carne.

(...)

Não acho que Maria se magoe, por falarmos ao seu Filho sem recorrer a ela. É tudo que ela quer! Que falemos com seu Filho! Quando nossa Igreja diz que Maria é “medianeira de graças” (o Catecismo não tem a palavra “todas”) nossa Igreja não está dizendo que Deus Pai que age através de Jesus só atenderá nossas preces, se elas também passarem por Maria. Isso a Igreja nunca disse!

Ora, como Maria vai se magoar com quem ela nem sabe que existe? Cristo é o ÚNICO MEDIADOR, seja de Justiça, seja de graça seja de qualquer outra coisa concernente ao mundo espiritual, isso é o que um padre aprende depois de mais de dez anos estudando teologia e filosofia? Meu Deus do céu...

O que a Igreja diz é que, se quisermos pedir, qualquer graça, qualquer que seja o pedido, podemos pedir por Maria, porque ela pedirá conosco e levará tudo a Jesus. Não há graça que Maria não peça conosco! A Igreja sugere, inclusive, que os católicos usem o santo nome de Maria nas suas orações, mas sem esquecer que o nome que salva é o de Jesus. Não usamos os nomes de amigos e de outras pessoas quando pedimos algum favor de alguém que as conhece? Se soubermos usar o nome certo do jeito certo, porque não? Desde que saibamos que o poder e foi dado a Jesus e ele o delega a quem ele quiser (Mt 13,11), não erraremos. Jesus deu poder aos apóstolos, desde que se reunissem no seu nome ou que usassem seu nome. (Mt 18,20, Jo 14,13)

A IGREJA ROMANA, mas a Bíblia não. Os mortos não interferem na realidade dos vivos. Usar o nome de Maria? Cada linha que eu leio é um espanto que sinto com o que esses homens ensinam e aprendem com a igreja romana. Como minha refutação será postada logo abaixo, me resumo a comentar apenas isso.

Na Bíblia há centenas de passagens em que se usa o nome de profetas e servos de Deus durante as orações (1 Re 13,6 ). Reis pediam aos profetas que orassem por eles. Nós cristãos usamos o nome de Jesus porque não há nenhum nome maior do que este para nós. ( Fl 2,9 ) Mas não está proibido usar nomes menores. O de Maria é menor que o de Jesus, mas é bem maior do que o nosso.“

A passagem de 1 Reis está TOTALMENTE fora de contexto, uma vez que os Reis pediam oração aos profetas AINDA EM VIDA, não após a sua morte. Nossos pedidos só serão concedidos se forem feitos pelo nome de Jesus – Jo 14:13

(...)

Mais na frente ele se contradiz, mas logo contorna a situação dizendo:

“Posso falar diretamente com Jesus sem procurar nenhum mediador. Mas posso pedir ao padre Pedro que ore comigo e por mim. E posso pedir ao pastor Jaime que faça o mesmo. Posso usar de sua intercessão enquanto eu mesmo falo com Jesus. Melhor para mim que tenho mais duas pessoas orando por mim e comigo! Se não desprezo a intercessão dos homens piedosos deste mundo porque faria pouco caso da intercessão da Mãe do Cristo que está no céu com seu Filho?”

Vejam o patente sofisma desse padre. Ele afirma que PODE IR DIRETAMENTE A CRISTO, usa exemplos de pessoas VIVAS EM CARNE pra apoiar sua tese, mas no final diz que AINDA É CORRETO ORAR AOS MORTOS, a Maria, em específico.

(...)

Se Jesus manda interceder é porque podemos também nós ser intercessores. Então, também somos mediadores com ele. É claro que não tão plenos como Ele, mas sempre depois dele e por causa dele, da mesma forma que somos filhos por causa dele. Se podemos nos proclamar filhos de Deus por causa de Jesus, o Filho, podemos ser intercessores uns pelos outros por causa de Jesus o intercessor. Não é isso que fazem as igrejas cristãs quando incentivam que oremos e intercedamos uns pelos outros em nome do intercessor maior que é Jesus?

Certo, agora ONDE ELE CITA UM EXEMPLO DE UM VIVO PEDINDO INTERCESSÃO A UM MORTO OU A VIRGEM MARIA? Em lugar nenhum, nem nunca vai mostrar, pois não existe.

Quando os católicos chamam Maria de intercessora estão seguindo a mesma lógica .(será?) Continuo perguntando… Se padre e pastor podem, porque Maria não poderia interceder? Se nas missas e cultos intercedemos a Jesus pelos nossos doentes e pedimos a ele que nos conceda o que pedimos, por que não pedir a outros discípulos já no céu, que orem junto? E por que excluir Maria? Perguntas de um coração católico!”

Fonte:

http://www.padrezezinhoscj.com/wallwp/artigos_padre_zezinho/mariologia/pedir-em-nome-de-maria

O artigo é longo, por isso postei apenas algumas partes que julguei relevantes, e vou me valer delas, especialmente dessa aqui, tirada do mesmo artigo:

“O pregador evangélico que dizia que não precisava de nenhuma outra intercessora junto a Deus, porque já tinha Jesus, o santo, estava querendo marcar um ponto contra os católicos, mas marcou contra si mesmo. No mesmo programa de rádio. minutos depois ofereceu-se para orar pelos seus fiéis. Se ele podia ser intercessor junto a Deus em nome de Jesus, porque a mãe de Jesus não pode? Ou será que ele é dos que pregam que Maria está morta e ainda não foi para o céu? Neste caso, onde ele espera ir quando morrer? Se a mãe de Jesus ainda está esperando e, por isso, não pode orar, onde estão todos os fiéis da sua Igreja? Os vivos têm mais poder do que os que morreram em Jesus? Os fiéis da Terra têm mais poder do que os fiéis do céu? Não há ninguém no céu? E onde estão todos os piedosos cristãos que morreram nestes 20 séculos? Onde está o ladrão a quem Jesus disse que naquele mesmo dia estaria no paraíso? Céu é uma coisa e paraíso é outra?”

Algumas coisas a se considerar é que, não sei se por inocência ou desonestidade, os católicos romanos usam exemplos de intercessão TERRENA, PARA JUSTIFICAR DIRIGIR PRECES A QUEM NÃO É DEUS, e por conseguinte, afrontar sua santidade buscando contato com os mortos – Isaías 8:19.

Isso é algo incrivelmente simples que os católicos complicam, o padre diz que pode buscar a Deus sem nenhum mediador, mas prefere buscar contato com uma pessoa desencarnada – morta para este mundo -, ao invés de ir diretamente a Deus por meio de Jesus Cristo, ora, se Maria segundo a carne não está morta, qual o seu estado atual então?

Quanto a Maria ter “intercedido” nas Bodas de Caná na Galiléia – João 2:3 – eu gostaria de saber onde raios que o parta Maria ter avisado a Jesus que o vinho acabou seria evidência de intercessão????? Se for assim, quando ocorrer um blecaute e eu disser “acabou a energia” pro meu pai eu estou intercedendo também? Deixem de sofisma católicos!

Eles querem usar exemplos de intercessão de vivos para vivos, para justificar suas preces dirigidas aos mortos/desencarnados. Esse homem foi infeliz ao criticar o evangélico, pelo fato de que a Bíblia ordena que oremos uns pelos outros – 1Ts 5:25, Ef 6:18, Tg 5:14-16 – entretanto, não fala sobre dirigir preces a Maria ou qualquer crente falecido NEM LUGAR NENHUM, pelo contrário. Deixei de citar essas passagens na parte um desse artigo, guardando exatamente para esse momento, para mostrar o quanto os judeus antigos quanto os apóstolos eram “hereges”, não pedindo intercessão de nenhum fiel falecido, mas falando DIRETAMENTE COM DEUS:

“Ana, profundamente amargurada, orou ao Senhor e chorou copiosamente.”

1 Samuel 1:10
“Isaac rogou ao Senhor por sua mulher, que era estéril. O Senhor ouviu-o e Rebeca, sua mulher, concebeu.” 

Gênesis 25:21

{Entretanto, os sírios} desciam para ele, e Eliseu orou ao Senhor, dizendo: Feri de cegueira estes homens. E o Senhor, ouvindo a prece de Eliseu, feriu-os de cegueira.”

 2 Reis 6:18

“Orou Eliseu e disse: Senhor, abri-lhe os olhos, para que veja. O Senhor abriu os olhos do servo, e este viu o monte cheio de cavalos e carros de fogo ao redor de Eliseu.”

2 Reis 6:17

“Eliseu entrou na casa, onde estava o menino morto em cima da cama.

Entrou, fechou a porta atrás de si e do morto, e orou ao Senhor.

Depois, subiu à cama, deitou-se em cima do menino, colocou seus olhos sobre os olhos dele, suas mãos sobre as mãos dele, e enquanto estava assim estendido, o corpo do menino aqueceu-se.”


2 Reis 4:32-34

“Ezequias tomou a carta das mãos dos mensageiros e leu-a; subiu depois ao templo e abriu-a diante do Senhor,

rogando-lhe: Senhor, Deus de Israel, que estais sentado sobre querubins, só vós sois o Deus de todos os reinos da terra. Vós fizestes os céus e a terra.


2 Reis 19:14-15

“Naquele tempo, Ezequias esteve doente, quase à morte. O profeta Isaías, filho de Amós, veio ter com ele e lhe disse:

Eis o que disse o Senhor: põe em ordem a tua casa porque vais morrer, não te restabelecerás.

Então Ezequias voltou-se para a parede e se pôs a orar ao Senhor;

Senhor, disse ele, lembrai-vos de que tenho andado diante de vós com lealdade, de todo o coração, segundo a vossa vontade
. E chorava abundantemente.

Depois a palavra do Senhor foi dirigida a Isaías nestes termos:

Vai dizer a Ezequias: eis o que diz o Senhor, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi tua oração e vi tuas lágrimas, prolongarei tua vida por quinze anos,

livrar-te-ei, a ti e a esta cidade, das mãos do rei da Assíria. Protegerei esta cidade.”

Isaías 38:1-6

Senhor, ouvi minhas palavras, escutai meus gemidos.

Atendei à voz de minha prece, ó meu rei, ó meu Deus
.

É a vós que eu invoco, Senhor, desde a manhã; escutai a minha voz, porque, desde o raiar do dia, vos apresento minha súplica e espero
.

Salmos 5:1-3

“Na tribulação invoquei o Senhor; ouviu-me o Senhor e me livrou.”

Salmo 118:5

“Erguerei o cálice da salvação, invocando o nome do Senhor.”

Salmo 116:13

“Na minha angústia, invoquei o Senhor, gritei para meu Deus: do seu templo ele ouviu a minha voz, e o meu clamor em sua presença chegou aos seus ouvidos.”

Salmo 18:6

Escutai, Senhor, a minha oração; atendei à minha suplicante voz.
Neste dia de angústia é para vós que eu clamo, porque vós me atendereis.”


Salmos 86:6-7

Antes de mostrar A QUEM DEVEMOS DE FATO ORAR, deixa eu postar essa passagem aqui:

“Postos em liberdade, voltaram aos seus irmãos e referiram tudo quanto lhes tinham dito os sumos sacerdotes e os anciãos.

Ao ouvirem isso, levantaram unânimes a voz a Deus e disseram: Senhor, vós que fizestes o céu, a terra, o mar e tudo o que neles há.

Vós que, pelo Espírito Santo, pela boca de nosso pai Davi, vosso servo, dissestes: Por que se agitam as nações, e imaginam os povos coisas vãs?

Levantam-se os reis da terra, e os príncipes se reúnem em conselho contra o Senhor e contra o seu Cristo {Sl 2,1s.}.

Pois na verdade se uniram nesta cidade contra o vosso santo servo Jesus, que ungistes, Herodes e Pôncio Pilatos com as nações e com o povo de Israel,
para executarem o que a vossa mão e o vosso conselho predeterminaram que se fizesse.

Agora, pois, Senhor, olhai para as suas ameaças e concedei aos vossos servos que com todo o desassombro anunciem a vossa palavra.

Estendei a vossa mão para que se realizem curas, milagres e prodígios pelo nome de Jesus, vosso santo servo!

Mal acabavam de rezar, tremeu o lugar onde estavam reunidos. E todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciaram com intrepidez a palavra de Deus.”

Atos 4:23-31

Apóstolos, seus hereges! Não fizeram direito, pedindo intercessão aos santos mortos nem à Virgem Maria – que possivelmente ainda estava viva na época -
, vocês não têm jeito! Ou será que foram os católicos romanos que não captaram a mensagem Bíblica quando Deus, Jesus Cristo e os apóstolos diziam que:

“Eis o que diz o Senhor que criou {a terra}, que a modelou e consolidou e cujo nome é Javé:

invoca-me, e te responderei, revelando-te grandes coisas misteriosas que ignoras.


Jeremias 33:2-3

*A tradução evangélica é ainda mais explicita, pois diz: "Clama a mim, e responder-te-ei...", mostrando claramente a quem devemos dirigir nossas súplicas.

Invoca-me nos dias de tribulação, e eu te livrarei e me darás glória.”

Salmo 50:15

Afonso de Ligório soltou essa pérola aqui – que Rafael Rodrigues também omitiu:

“Em vão procura Jesus quem não procura achá-lo com sua Mãe (página 139)
Sendo que DEUS, em Sua Palavra diz:

Procurar-me-eis e me haveis de encontrar, porque de todo o coração me fostes buscar.

Permitirei que me encontreis - oráculo do Senhor; e vos trarei do cativeiro e vos irei buscar em todas as nações e em todos os lugares por onde vos dispersei - oráculo do Senhor - para reintegrar-vos no lugar de onde vos exilei.”


Jeremias 29:13,14

Ah... Quem foi que disse mesmo que não se acha Deus sem Maria? Haha 

Jesus disse:

“Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.

Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.”

Mateus 6:5-6

Pedir a Deus em nome de Maria? Tá na hora dos católicos reverem seus conceitos:

“E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.

Qualquer coisa que me pedirdes em meu nome, vo-lo farei.”


João 14:13-14

Pedir o quê em nome de quem?


Paulo disse:

“Outrossim, o Espírito vem em auxílio à nossa fraqueza; porque não sabemos o que devemos pedir, nem orar como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inefáveis.

E aquele que perscruta os corações sabe o que deseja o Espírito, o qual intercede pelos santos, segundo Deus.”

Romanos 8:26-27

           
“Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor, que ressuscitou, que está à mão direita de Deus, é quem intercede por nós!”

Romanos 8:34

PS: Todos os versículos utilizados, foram retirados da versão católica da Bíblia.

Que os romanistas parem de sofismas e entendam de uma vez por todas, que só existe intercessão DE VIVOS PARA VIVOS, e os únicos capazes de levar nossas súplicas ao Pai são Jesus e o Espírito Santo, pelo simples fato de serem ONISCIENTES, e de NUNCA TEREM MORRIDO – Deus não morre! – sendo portanto impossível para qualquer um, quer seja santo, quer seja anjo, ou qualquer tipo de criatura, valer-se do papel de intercessor espiritual dos cristãos, e isso inclui Maria, já que o elo com esse mundo é quebrado após a morte – Lucas 16:26. Não descartamos a hipótese de os fiéis poderem falar com Deus, mas entre isso e o sacrilégio de dizer que mortos para esse mundo podem ouvir orações, aí é outra conversa, mais do que refutada nessas linhas que vos escrevo.

Apenas lembrando, o que Agostinho de Hipona disse:

“Portanto, as almas dos mortos encontram-se num lugar onde não podem ver o que se passa ou acontece aos homens da terra.

(Do cuidado devido aos mortos, cap XIII, 7)

E Calvino fecha:

“No que diz respeito à função da intercessão, também já notamos ser ela ofício
peculiar a Cristo, e que nenhuma outra oração é agradável a Deus senão aquela que este Mediador santifica
. E ainda que os fiéis mutuamente ofereçam orações diantede Deus em favor dos irmãos, já mostramos que isso nada derroga à intercessão única de Cristo, já que todos recomendam a Deus tanto a si mesmos, quanto aos outros, nela igualmente se apóiam. Além disso já ensinamos que isto é nesciamente atribuído aos mortos, aos quais jamais lemos ser ordenado que orem por nós. A Escritura nos exorta com freqüência as obrigações mútuas deste exercício; no entanto, dos mortos nem sequer uma sílaba. Tiago, com efeito, enfeixando estas duas injunções, que entre nós confessemos nossos pecados e oremos uns pelos outros[Tg 5.16],tacitamente exclui os mortos.”

(As Institutas, Livro III Cap XXVII)

E encerro esse subtópico usando uma passagem que eles adoram utilizar – e distorcer:

“Chama para ver se te respondem; a qual dos santos te dirigirás?”

Jó 5:1

Com essa passagem, os católicos querem nos fazer pensar que pedir intercessão aos mortos era costume muito antigo, desde antes de Israel ou a igreja surgirem, não acham que tem algo faltando? A Bíblia Shedd nos dá uma nota explicativa sobre isso:

Santos anjos. Heb qedôshin, “santos”. Intercessores, homens justos que já foram morar com Deus, mas que nada fariam para mudar o curso da justiça de Deus na terra.

Mas a questão é: Elifaz defendeu ou não a intercessão dos mortos?

A resposta vem logo depois:

Eu, porém, buscaria a Deus, e a ele dirigiria a minha fala.

Jó 5:8

É, não defendeu... Caso contrário não diria que iria DIRETAMENTE A DEUS, sem passar por mediador algum. Não é à toa que Paulo e o escritor aos Hebreus falam:

“De acordo com seu eterno plano que ele realizou em Cristo Jesus, nosso Senhor, por intermédio de quem temos livre acesso a Deus em confiança, pela fé nele.”

Efésios 3:11,12

“Por esse motivo, irmãos, temos ampla confiança de poder entrar no santuário eterno, em virtude do sangue de Jesus, pelo caminho novo e vivo que nos abriu através do véu, isto é, o caminho de seu próprio corpo.

E dado que temos um Sumo-sacerdote estabelecido sobre a casa de Deus,
acheguemo-nos a ele com coração sincero
, com plena firmeza da fé, o mais íntimo da alma isento de toda mácula de pecado e o corpo lavado com a água purificadora {do batismo}.

Conservemo-nos firmemente apegados à nossa esperança, porque é fiel aquele cuja promessa aguardamos.”


Hebreus 10:19-23

LIVRE ACESSO católicos! Uma coisa que sua igreja não ensina o que é! Obrigado ICR, por BUROCRATIZAR O CÉU.

Maria, INTERCESSORA? Eu acho que não...

Eu avisei que iria ser longo meus amados! Se fosse só isso, eu me calava gente, mas a coisa vai começar a piorar, as coisas não param de agravar pro catolicismo, os “títulos” de Maria continuam aparecendo, e um dos mais absurdos foi chamar Maria de


Refúgio, socorro e asilo


Um “santo” da ICR chamado Tomás de Vilanova disse o seguinte sacrilégio – que Rafael Rodrigues também omitiu:

“...Maria é nosso único refúgio, socorro e asilo (página 99).

Não precisamos ser experts em interpretação textual pra saber que quando um substantivo está acompanhado do predicado ÚNICO, significa que não existe mais ninguém que ocupe essa posição, devo? A mariolatria católica ultrapassa todos os limites da razão, beirando a insanidade e o disparate teológico gente! Olhem que tipo de resposta a Bíblia dá pra essa blasfêmia:

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.

Direi do meu Deus: Ele é o meu refúgio e fortaleza, e nele confirarei.”

Salmo 91:1,2

“Torre forte é o nome do Senhor; para lá correrá o justo, e estará em alto refúgio.

Provérbios 18:10

“Ele te cobre com as suas penas, e debaixo das suas asas encontrarás refúgio. A sua verdade é escudo e broquel.”

Salmo 91:4

“Elevo os meus olhos para os montes; de onde me virá o socorro?

O meu socorro vem do SENHOR, criador do céu e da terra.”

Salmo 121:1

“Dá-nos auxílio para sair da angústia, porque vão é o socorro da parte do homem.

Salmo 108:12

O SENHOR é o meu rochedo, e o meu lugar forte, e o meu libertador; o meu Deus; a minha fortaleza em quem confio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu alto refúgio.

Invocarei o nome do SENHOR, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos.”

Salmo 18:1,2

Creio que essa pequena amostra seja o bastante pra deixar claro quem é o verdadeiro refúgio dos cristãos. E a antropolatria escancarada continua, quando chamam a virgem Maria de


Arca da Nova Aliança


Os católicos tem mania de enxergar Maria em tudo na Bíblia, até quando não nem dela que a passagem fala, eles acharam “respaldo” não sei de onde pra dizer que Maria é a “Arca da Nova Aliança” usando uma passagem – distorcida e descontextualizada obviamente – do Salmo 132 que diz:

“Levanta-te Senhor, e entra para o teu repouso, tu e a arca da tua fortaleza.

Salmo 132:8

Essa mesma frase se repete em 2 Crônicas 6:41, quando Salomão ao concluir as obras do novo templo em Jerusalém, o consagra a Deus. A Arca do Concerto simbolizava a presença de Deus em Israel, onde ela fosse, Israel teria a certeza de que Deus estava lá, pois era lá que Deus baixava à terra e se manifestava ao povo. A raiz do problema disso se referir a Maria é, que a arca era um mero símbolo, uma sombra das coisas futuras – Colossenses 2:17 – sendo depois substituída por outra coisa, a saber a IGREJA. A Bíblia diz que cada crente é templo e morada do Espírito Santo – 1 Coríntios 6:19 – sendo assim, todos carregamos a presença de Deus dentro de nós, uma vez que Cristo ao entrar em nossas vidas, juntamente com o Pai e o Espírito Santo, constituem em nós Sua morada – João 14:23. Portanto, o fato de ter carregado O CORPO de Jesus dentro de si, não faz Maria a Arca da Nova Aliança, pois quem carrega a presença de Deus, é que é a nova Arca do Conserto, a saber CADA CRISTÃO DA FACE DA TERRA.

 Portanto, a IGREJA, essa sim, é a nova Arca do Conserto. Contem outra católicos romanos.

E como tudo que é ruim sempre pode piorar, vemos Maria ser chamada pelo catolicismo de


Co-redentora

Alguns panfletos católicos que são entregues, dizem coisas absurdas como essa onde é afirmado textualmente referindo-se a Maria: “...ela vai salvar a humanidade”. “Salvai-me Rainha! Por Vosso Maternal Olhar” é o título da mensagem contida num desses panfletos.


Muito embora o compêndio Vaticano II diga:

“Jesus Cristo, único Redentor e Salvador nosso...”

(Compêndio do Vaticano II,, 29ª edição, 2000, Petrópolis/RJ, página 101, # 136);

Mas não é bem assim como as coisas são pois segundo um panfleto católico, em poder do autor destas linhas, em 1917 a própria Maria disse em Fátima/Portugal, o seguinte: “O meu Imaculado coração será o teu refúgio e o caminho que te conduzirá até Deus (Grifo meu). E estas afirmações são oficiais, pois são transcritas da obra que documentam as palavras que Maria teria dito aos pastorinhos em Fátima, em 1917. E diz mais, nas palavras do catecismo:

“Assunta aos céus, não abandonou este múnus salvífico, mas por sua múltipla intercessão continua a alcançar-nos os dons da salvação eterna. (...) Por isso, a bem-aventurada Virgem Maria é invocada na Igreja sob os títulos de advogada, auxiliadora, protetora, medianeira

(Catecismo da Igreja Católica, página 274, # 970. Grifo acrescentado)

Afonso de Ligório declara o seguinte:

Seguindo a Maria, não errarás o caminho da salvação.” (pagina 85).

Rafael Rodrigues escreve uma réplica a isso dizendo:

Ora, o que tem de errado com esta frase? Essa frase justamente mostra a Maria como mestra dos caminhos de Cristo, ou seja, seguindo o que ela nos ensinou, não erraremos no caminho da salvação a exemplo das bodas de Caná, onde ela diz: “Fazei o que ele vos disser.” (João 2, 5). Seguindo isto que Maria nos ensina, nunca erraremos no caminho da Salvação. Além do mais Paulo fala a mesma coisa sobre ele mesmo, vejamos:

Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, PARA QUE TAMBÉM ELES ALCANCEM A SALVAÇÃO QUE ESTÁ EM CRISTO JESUS com glória eterna.” (II Timóteo 2, 10).

Não há nada de errado. Se eu dissesse que “seguindo a Paulo não ninguém errará no caminho da salvação”, por acaso isso seria idolatria ou heresia?

Não Rafael, não é, o que é heresia é o que eu mostrei acima, um panfleto católico dizendo que Maria salvará a raça humana, não é heresia imitarmos o exemplo de Paulo, como ele mesmo disse – 1 Coríntios 11:1 – mas entre imitar o exemplo e considerar seguir a Paulo um meio de salvação, são outros 500. Além disso, se parasse só nisso, tudo bem, mas a coisa fica só um pouquinho mais séria, quando Afonso de Ligório diz essa maravilha – que Rafael Rodrigues também omitiu:

“...Ninguém se salva a não ser por meio de Maria” (página 143)

Esse é um daqueles momentos que você para, respira e pergunta a si mesmo:

COMO É QUE É?

Primeiro se diz que Maria não salva, depois que Maria é co-salvadora, aí no final descobrimos que Maria na verdade É A ÚNICA SALVADORA! Eureka!

Será que a bíblia católica tem essa passagem aqui riscada de suas páginas?
“Este Jesus é a pedra rejeitada por vós, os edificadores, a qual se tornou a pedra angular.

E em nenhum outro, há salvação, porque abaixo do céu não existem nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”

Atos 4:11,12

Em NENHUM OUTRO, OK? 

O método de se alcançar a salvação é esse:

“A saber, se com tua boca confessares que Jesus Cristo veio em carne, e que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.

Romanos 10:9

“E pela multiplicação do pecado, o amor de muitos esfriará.

Mas aquele que perseverar até o fim será salvo.”

Mateus 24:12,13

"E acontecerá todo aquele que invocar o nome do Senhor, será salvo."

 Atos 2:21

“Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo, tu e a tua casa.”

Atos 16:31

Alguém aí me mostra onde seguir Maria leva a salvação, ou que ninguém se salva se não for por meio dela, que ainda não consegui achar...

Entenda-se uma coisa, a participação de Maria foi trazer o autor da salvação ao mundo, mas a obra salvívica foi efetuada por Cristo, logo a salvação não aconteceu porque simplesmente Maria deu à luz ao Verbo, e sim, porque a mesma foi consumada por Ele, na Cruz do Calvário – Filipenses 2:8.

CO-REDENTORA? Só nos sonhos dos católicos!

Devoção a Maria?

Afonso de Ligório disse isso aqui – Que Rafael Rodrigues também omitiu:

“Perca uma alma a devoção para com Maria e que será senão trevas?... Ai daqueles... que desprezam a luz deste sol, isto é, a devoção a Maria...’’ (página 82);


“A volta para uma devoção séria e centralizada na Santíssima Virgem Maria

(A Renovação Carismática e as comunidades religiosas, citado em Defesa da Fé, ICP, maio de 2004, página 14. Grifo acrescentado)

Mas pra quem pensa que para por aí, um panfleto católico diz que nós devemos nos consagrar por inteiro a Maria! Eis a prova: “Ó minha Senhora, e Minha Mãe! Eu me ofereço todo a Vós, e em prova de minha devoção para convosco, vos consagro neste dia, meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser. E porque assim sou vosso, ó incomparável Mãe, guardai-me, defendei-me, como filho e propriedade vossa. Amém” (Folheto católico Novena da Medalha Milagrosa).

Obviamente, tamanha consagração só é admissível a Deus. Nenhuma criatura, (seja homem, mulher, anjos...) é digna desse tipo de devoção. Contudo, a distribuição nacional desse folheto está a cargo da entidade católica Distribuidora Loyola de Livros Ltda.


Acontece que o maior pesadelo dos católicos de nome BÍBLIA, nas palavras de Jesus Cristo, o Senhor, nos diz o seguinte:


"Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.

Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer."

João 15:4-5

E Paulo completa:

"O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo."

2 Coríntios 11:3

E Pedro conclui:

"Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdòcio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;

Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia."

1 Pedro 2:9-10

Devoção a quem mesmo?

Talvez seja por esse motivo, que chegam ao cúmulo do absurdo antropolatrêutico quando chamam Maria de


A porta do céu

As invencionices não param meus amigos, tudo que é ruim sempre pode piorar. Afonso de Ligório prossegue sua maravilhosa dissertação dizendo isso – que Rafael Rodrigues também omitiu:

Ninguém pode entrar no Céu, senão pela porta que é Maria (página 136)

Espera um pouquinho, eu li direito? Nossa, que interessante! Antes eu apenas imaginava agora tenho ABSOLUTA CERTEZA de que o catolicismo IDOLATRA MARIA, meus caros! Como se calar diante de um disparate desses? Ou Jesus mentiu ao dizer:

“Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão.”

Lucas 13:24

E quem é essa porta? Jesus responde!

Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.”

João 10:9

Jesus estava mentindo?

Os sofismas católicos deixam qualquer um de cabelo em pé. O único meio de acesso ao céu é JESUS, o resto é beco sem saída, ok católicos?


E vamos continuar debulhando as falácias romainstas. Prometi e vou cumprir, vou mostrar porquê os católicos usam um texto ADULTERADO de Lucas 1:28 para dizer que Maria é:


Cheia de graça


A versão católica da Bíblia transcreve o texto de Lucas 1:28 da seguinte maneira:

“Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça (kecharitoméne), o Senhor é contigo”

(Lucas 1:28 – Bíblia Ave Maria)

“Entrando onde ela estava, disse-lhe: "Alegra-te, cheia de graça (kecharitoméne), o Senhor está contigo!"

(Lucas 1:28 – Bíblia de Jerusalém)


"Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo."

Lucas 1:28

Embora o texto grego diga da seguinte forma:

καὶ εἰσελθὼν πρὸς αὐτὴν εἶπεν, χαῖρε, κεχαριτωμένη, ὁ κύριος μετὰ σοῦ.


"KAI EISELTHÔN PROS AUTÊN HO AGGELOS EIPEN KHAIRE KEKHARITÔMENÊ O KURIOS META SOU"

Lucas 1:28 - Grego

Traduzindo - Versão protestante:

"E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo."
Lucas 1:28

Como vemos, há uma diferença gritante de Traduções aqui. Mas qual delas está correta? Pois com isso, os apologistas católicos vociferam aos quatro ventos que o texto está querendo dizer: "Tu, Maria é e sempre foste cheia de graça.", com base numa regra gramatical grega do particípio perfeito. Será isso mesmo? É o que descobriremos:

ANALISE DO TEXTO:.

kaire -> ( saudação, Alegrar, ) Tal termo foi usado para chamar a atenção, se focar na pessoa.

 (fonte: A Translator’s Handbook on the Gospel of Luke – J.Reillin e J.L. Swellrngrebel, pag 52).

kekharitomene -> ( a favorecida/agraciada ), usado na 2ª pessoa denota uma ação realizada por uma 1ª pessoa, ou seja a 2ª pessoa quem está recebendo a ação (verbo).

O verbro CHARITOU ([que] confere a graça) HO KURIOS META SOU (o Senhor está contigo) aparece por exemplo em Rute 2:4 e Juízes 6:12, e nessas condições há um contexto DA VONTADE DE DEUS/ uma de benção de Deus a Ruth, e outra uma saudação a Gideão, mas principalmente dentro da ótica judaica evidencia uma saudação NÃO COMUM A UMA MULHER.

(fonte: A Translator’s Handbook on the Gospel of Luke – J.Reillin e J.L. Swellrngrebel, pag 51)

Além disso, o Dicionário Online de Strong traduz da seguinte forma:

Cognate: 5487 xaritóō

(from 5486 /xárisma, "grace," see there) – properly, highly-favored because receptive to God's grace.

Traduzindo

Cognata: 5487 xaritóō

(de 5486 /xárisma, "graça", ver lá) Propriamente, GRANDEMENTE FAVORECIDA, porque foi receptiva a graça de Deus.


Por isto a tradução dentro do contexto é: ALEGRA-TE AGRACIADA (ou grandemente favorecida) o Senhor é contigo, há uma declaração e proclamação.

(fonte: The Annunciation to Mary: A Story of faith, Luke 1:26-38 pag 79).

"O ALEGRA-TE seria mais adequado do que o termo AVE logo ficaria: Alegra-te muito favorecida."
{Dicionário Enciclopédico de Teologia, Arnaldo Schüler 2002, pag 75}

Portanto analisando a estrutura do texto temos:

"KAIRE (alegra-te) kekharitomene (grande favorecida) ho kurios meta sou (o Senhor é contigo)."

Mas na Escritura existe uma passagem em grego com o termo "cheio de graça", e ela diz mais ou menos assim:

"Καὶ ὁ λόγος σὰρξ ἐγένετο καὶ ἐσκήνωσεν ἐν ἡμῖν, καὶ ἐθεασάμεθα τὴν δόξαν αὐτοῦ, δόξαν ὡς μονογενοῦς παρὰ πατρός, πλήρης χάριτος καὶ ἀληθείας."

Kata Ioanou 1:14

Transliterando para caracteres latinos:

"KAI O LOGOS SARX EGENETO KAI ESKÊNÔSEN EN ÊMIN KAI ETHEASAMETHA TÊN DOXAN AUTOU DOXAN ÔS MONOGENOUS PARA PATROS PLÊRÊS KHARITOS KAI ALÊTHEIAS"

João 1:14 - GREGO

Traduzindo:

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade."

João 1:14

Agora vamos fazer uma análise do termo entre parênteses de acordo com a Concordância Bíblica Exaustiva de Strong:

πληρης - pleres

de 4130; TDNT - 6:283,867; adj
1) cheio, i.e., preenchido, completo (em oposição a vazio)
1a) de recipientes ocos ou feitos para serem preenchidos
1b) de uma surperfície, completamente coberta
1c) da alma, totalmente permeada com
2) inteiro, i.e., completo
2a) que não tem falta de nada, perfeito.

O termo -> χαρίτω - kharito

Que segundo o dicionário Strong significa:

1) tornar gracioso
1a) encantador, amável, agradável
2) favorecer muito, mostrar grande generosidade
3) honrar com bênçãos
(cf Strong 5487)

Vem do radical grego -> χαρις - charis

de 5463; TDNT - 9:372,1298; n f
1) graça
1a) aquilo que dá alegria, deleite, prazer, doçura, charme, amabilidade: graça de discurso
2) boa vontade, amável bondade, favor
2a) da bondade misericordiosa pela qual Deus, exercendo sua santa influência sobre as
almas, volta-as para Cristo, guardando, fortalecendo, fazendo com que cresçam na fé
cristã, conhecimento, afeição, e desperta-as ao exercício das virtudes cristãs
3) o que é devido à graça
3a) a condição espiritual de alguém governado pelo poder da graça divina

Comparando os dois textos gregos temos:

"KHAIRE KEKHARITÔMENÊ" - Lucas 1:28

"PLÊRÊS KHARITOS" - João 1:14

Respectivamente, "Alegra-te agraciada/favorecida", e "Cheio de/pleno em graça e verdade."

E como se não bastasse, vejamos como o terno KECHARITOMENE é empregado na Septuaginta:

A Bíblia Ave Maria e a Bíblia de Jerusalém traduzem kecharitoméne por “cheia de graça” quando essa palavra se refere a Maria em Lucas 1:28. Porém a mesma palavra é usada em Eclesiástico 18:17 apenas com mudança de gênero (kecharitomeno [masculino]), mas a Bíblia Ave Maria traduz por “justo” e a Bíblia de Jerusalém traduz por “caridoso”. Poderiam traduzir por "cheio de graça" também!!!

“οὐκ ἰδοὺ λόγος ὑπὲρ δόμα ἀγαθόν καὶ ἀμφότερα παρὰ ἀνδρὶ κεχαριτωμένῳ


transliteração: “oúk idoú lógos híper dóma ágathon kaí àmfótera pará àndri KECHARITOMÉNO

“A doçura das palavras não prevalece sobre a própria dádiva? Mas uma e outra coisa se encontram no homem justo (kecharitoméno).” (Eclesiático 18:17 – Bíblia Ave Maria)

“Não é isso? Uma palavra não vale mais do que um rico presente? Mas o homem caridoso (kecharitoméno) une as duas coisas.”

(Eclesiástico 18:17 – Bíblia de Jerusalém)


Então recapitulando, temos as seguintes difrenciações:

καὶ εἰσελθὼν πρὸς αὐτὴν εἶπεν, χαῖρε, κεχαριτωμένη, ὁ κύριος μετὰ σοῦ.


“Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça (kecharitoméne), o Senhor é contigo”

(Lucas 1:28 – Bíblia Ave Maria)

“Entrando onde ela estava, disse-lhe: "Alegra-te, cheia de graça (kecharitoméne), o Senhor está contigo!"

(Lucas 1:28 – Bíblia de Jerusalém)

Porém, para que não me apareça ninguém aqui berrando e dizendo que “os protestantes adulteraram a Bíblia”, vou passar aqui uma lista de mais outras versões católicas da Bíblia que traduzem da mesma forma que as protestantes, para que os católicos nos digam se elas também adulteraram o texto bíblico de forma criminosa e anticatólica:

-Bible de Jérusalem
"L`ange entra chez elle, et dit: Je te salue, toi à qui une grâce a été faite; le Seigneur est avec toi" Lucas 1:28

-The New American Bible
"And coming to her, he said, "Hail, favored one! The Lord is with you" Lucas 1:28

-Bíblia católica Latinoamericana
"Alégrate tú, la Amada y Favorecida; el Señor está contigo" – Lucas 1:28

-Bíblia de Mateos-Schökel
"Alégrate, favorecida, el Señor está contigo" Lucas 1:28

-New Jerusalem Bible
"He went in and said to her, 'Rejoice, you who enjoy God's favour! The Lord is with you" Lucas 1:28

-Bíblia do Peregrino - da Paulus (Editora católica)
"O anjo entrou onde ela estava e lhe disse: Alegra-te, favorecida, o Senhor está contigo" Lucas 1:28

-Revised Standard Version
"And he came to her and said, "Hail, O favored one, the Lord is with you!" Lucas 1:28

-Versão Nácar-Colunga (revisão de 1960)
"E entrando o anjo onde ela estava, disse: Salve agraciada; o Senhor é contigo" Lucas 1:28

Portanto, fica evidente que as diferenças nas versões em Lucas 1:28 é questão de tradução, e não de “adulteração protestante anticatólica”, visto que muitas versões católicas traduzem da mesma forma que as traduções evangélicas. Isso vem do fato de que elas identificaram que o verbo no particípio presente não é porque Maria foi sempre alvo da graça de Deus, mas diz respeito ao anúncio feito pelo anjo.

Ou seja, PORQUÊ ESSAS TRADUÇÕES DIZEM UMA COISA, MAS EXATAMENTE NO TEXTO DE LUCAS SE DIZ OUTRA?

A resposta é simples:

A-DUL-TE-RA-ÇÃO.

É nosso querido Romanismo fazendo seus malabarismos teológicos.

Quanto ao particípio perfeito, Gustavo Sotheras, do e-cristianismo, profundo conhecedor do grego, assim nos diz:

"Não há muito o que dizer sobre a palavra neste texto. Os católicos estão apenas forçando uma interpretação que não existe no texto. O particípio perfeito não implica que Maria SEMPRE foi "cheia de graça". O perfeito é muitas vezes usado para focar no efeito de uma ação ou em seu término definitivo. Neste caso específico, O anjo poderia dizer que Maria, naquele momento, estava em um estado de graça, algo que lhe foi dado em algum momento do passado. O perfeito não significa que ela SEMPRE esteve assim, muito pelo contrário."

Alguém pode pensar: "Certo, mas e quanto ao termo "ave" que aparece na Vulgata de Jerônimo?"

É exatamente sobre isso que falaremos agora.

Todos já ouviram a expressão “Ave”. Ela era usada no mundo antigo exclusivamente para o imperador Romano em sua honra, glória e exaltação. Daí a expressão: “Ave César”. Até mesmo os gladiadores saudavam o imperador Romano dessa forma: “Ave, Imperador! Os que vão morrer te saúdam!”

O Catolicismo aplicou essa saudação a Maria. Mas será que ela está na Bíblia? É o que vamos analisar. A palavra grega para cumprimento é “χαιρε” (kaire), que a Bíblia Ave Maria traduziu por “AVE” seguindo o erro da tradução Vulgata de Jerônimo que usou: “ave gratia plena” que literalmente significa “Ave, Cheia de Graça”.

Tal cumprimento aparece exatamente na forma “χαιρε” (kaire), cinco vezes; e, na forma “χαίρετε” (kaírite) uma única vez nos Evangelhos. Vamos aos textos.

Primeiro:

“Aproximou-se imediatamente de Jesus e disse: Salve Mestre. E beijou-o.” - (Mateus 26:49 – Bíblia Ave Maria)

“καὶ εὐθέως προσελθὼν τῶ ἰησοῦ εἶπεν, χαῖρε, ῥαββί· καὶ κατεφίλησεν αὐτόν.” - (Mateus 26:49 [http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-mateus/26/…])

Transliteração: “Kaí euthéos prosselthom tô Iesou eípen, KAIRE rabbí kaí katefilessen auton.”

Segundo:

“Depois, trançaram uma coroa de espinhos, meteram-lha na cabeça e puseram-lhe na mão uma vara. Dobrando os joelhos diante dele, diziam com escárnio: Salve, rei dos judeus!” - (Mateus 27:29 – Bíblia Ave Maria)

“καὶ πλέξαντες στέφανον ἐξ ἀκανθῶν ἐπέθηκαν ἐπὶ τῆς κεφαλῆς αὐτοῦ καὶ κάλαμον ἐν τῇ δεξιᾷ αὐτοῦ, καὶ γονυπετήσαντες ἔμπροσθεν αὐτοῦ ἐνέπαιξαν αὐτῶ λέγοντες, χαῖρε, βασιλεῦ τῶν ἰουδαίων,” - (Mateus 27:29 http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-mateus/27/…])

Transliteração: “kai pléxantes stéfanon ex akanthon epéthekan épí kefales autou kai kalamon em te dexia autou kai gonypetésantes emprosthen autou enepaixian autõ légontes KAIRE bassileu tõn ioudaíon.”

Terceiro:

“Nesse momento, Jesus apresentou-se diante delas e disse-lhes: Salve! Aproximaram-se elas e, prostradas diante dele, beijaram-lhe os pés” - (Mateus 28:9 – Bíblia Ave Maria)

καὶ ἰδοὺ ἰησοῦς ὑπήντησεν αὐταῖς λέγων, χαίρετε. αἱ δὲ προσελθοῦσαι ἐκράτησαν αὐτοῦ τοὺς πόδας καὶ προσεκύνησαν αὐτῶ. - (Mateus 28:9 http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-mateus/28/…])

Transliteração: “kaí ídou Iesous ypéntesen autais légon KAÍRETE aí dé proselthousai ekpátesan autou tous podas kaí proskynesan auto.”

Quarto:

“E começaram a saudá-lo: Salve, rei dos judeus!” - (Marcos 15:18 – Bíblia de Jerusalém)

“καὶ ἤρξαντο ἀσπάζεσθαι αὐτόν, χαῖρε, βασιλεῦ τῶν ἰουδαίων·” - (Marcos 15:18 [http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-marcos/15/…])

Transliteração: “kai erxanto aspázesthai aouton KAÍRE bassileu tõn ioudaíon.”

Quinto:

“Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.” - (Lucas 1:28 – Bíblia Ave Maria)

“καὶ εἰσελθὼν πρὸς αὐτὴν εἶπεν, χαῖρε, κεχαριτωμένη, ὁ κύριος μετὰ σοῦ.” - (Lucas 1:28 [http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-lucas/1/…])

Transliteração: “kai eísselthon prós autén eípen KAÍRE, kekaritoméne, hó Kyrios metá sou.”

Sexto:

"Aproximavam-se dele e diziam: Salve, rei dos judeus! E davam-lhe bofetadas-  (João 19:3 – Bíblia Ave Maria)

“καὶ ἤρχοντο πρὸς αὐτὸν καὶ ἔλεγον, χαῖρε, ὁ βασιλεὺς τῶν ἰουδαίων· καὶ ἐδίδοσαν αὐτῶ ῥαπίσματα.” (João 19:3 [http://www.bibliacatolica.com.br/septuaginta/sao-joao/19/…])

Transliteração: “kaí êpgonto prós autón kaí êlegon, KAÍRE, hó bassileus tôn ioudaíon kaí edidossan.”

Notaram alguma diferença na tradução? É nítido que a única vez que a palavra grega “χαιρε” (kaire), - que é uma saudação comum como: Salve, Graça, Alegra-te, Olá, etc. - foi traduzida por “AVE”, somente em Lucas 1:28. com o intuito de exaltar Maria e defender a doutrina extra Bíblica da Imaculada Conceição - da qual falarei em seguida.

Nem ao menos em Mateus 26:19, Mateus 27:29, Marcos 15:18 e João 16:3, textos que a palavra é dirigida diretamente a Jesus Cristo, ela foi traduzida por “AVE”. Somente na referência a Maria - ninguém achou isso estanho?

É muito interessante que o Senhor Jesus também usou a palavra “χαίρετε” (kaírite), para saudar as mulheres, após sua ressurreição, quando estas foram ao seu túmulo. Será que o Senhor Jesus, o Deus Todo Poderoso queria reverenciá-las da forma como texto é aplicado (pelo catolicismo) a Maria? Logicamente que não!

Queridos leitores(as) o Catolicismo Romano não está interessado em ensinar aos seus leigos fieis a verdade. A religião Romanista está preocupada em salvaguardar suas doutrinas que não são Bíblicas. Traduziram a Escritura de forma tendenciosa para com isso aplicar a sua interpretação. Prendem seus adeptos com uma suposta “única autoridade Divina”, engodando, criando e sofismando tudo que é de mais errado nos preceitos que desenvolveram. A Bíblia nos exorta para atentarmos aos tais:



“E ninguém vos seduza com vãos discursos. Estes são os pecados que atraem a ira de Deus sobre os rebeldes.” - (Efésios 5:6 – Bíblia Ave Maria)

A refutação à Mariolatria terá prosseguimento na parte 2.1 desse fascículo amados. 

Deus abençoe a todos.

COMMENTS

BLOGGER: 1
Loading...
Nome

Adulterações Bíblicas,3,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,23,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,4,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,21,Reflexões,10,Refutações,55,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,2,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,9,
ltr
item
Resistência Apologética: Ad Verecundiam - Parte 2
Ad Verecundiam - Parte 2
http://1.bp.blogspot.com/-K27szOAsA2o/VS80b5pGpPI/AAAAAAAAAAM/exJ0tbenci0/s1600/abuso-de-autoridade.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-K27szOAsA2o/VS80b5pGpPI/AAAAAAAAAAM/exJ0tbenci0/s72-c/abuso-de-autoridade.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/04/ad-verecundiam-parte-2-paz-do-senhora.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/04/ad-verecundiam-parte-2-paz-do-senhora.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy