Divórcio e segundo casamento

O divórcio e o segundo casamento são temas polêmicos no meio cristão. Há quem defenda que o divórcio seja lícito no caso de adultério mas...


O divórcio e o segundo casamento são temas polêmicos no meio cristão. Há quem defenda que o divórcio seja lícito no caso de adultério mas, quanto ao segundo casamento, este é proibido. Outros ainda já aderem ao segundo casamento no caso do cônjuge adulterar, e não vêem qualquer problema nisso. Entre todas essas opções o que podemos afirmar com exatidão é que Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16).

O que propomos neste artigo, é uma análise ao texto onde poderemos entender dentro do contexto de Malaquias, o porque Deus afirma que odeia o divorcio.

Agora, ó sacerdotes, este mandamento é para vós.Se não ouvirdes e se não propuserdes, no vosso coração, dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei a maldição contra vós, e amaldiçoarei as vossas bênçãos; e também já as tenho amaldiçoado, porque não aplicais a isso o coração. Eis que reprovarei a vossa semente, e espalharei esterco sobre os vossos rostos, o esterco das vossas festas solenes; e para junto deste sereis levados. Então sabereis que eu vos enviei este mandamento, para que a minha aliança fosse com Levi, diz o Senhor dos Exércitos. 
Minha aliança com ele foi de vida e de paz, e eu lhas dei para que temesse; então temeu-me, e assombrou-se por causa do meu nome. A lei da verdade esteve na sua boca, e a iniqüidade não se achou nos seus lábios; andou comigo em paz e em retidão, e da iniqüidade converteu a muitos.Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a lei porque ele é o mensageiro do Senhor dos Exércitos.
Mas vós vos desviastes do caminho; a muitos fizestes tropeçar na lei; corrompestes a aliança de Levi, diz o Senhor dos Exércitos. Por isso também eu vos fiz desprezíveis, e indignos diante de todo o povo, visto que não guardastes os meus caminhos, mas fizestes acepção de pessoas na lei.
¶ Não temos nós todos um mesmo Pai? Não nos criou um mesmo Deus? Por que agimos aleivosamente cada um contra seu irmão, profanando a aliança de nossos pais?
Judá tem sido desleal, e abominação se cometeu em Israel e em Jerusalém; porque Judá profanou o santuário do Senhor, o qual ele ama, e se casou com a filha de deus estranho. O Senhor destruirá das tendas de Jacó o homem que fizer isto, o que vela, e o que responde, e o que apresenta uma oferta ao Senhor dos Exércitos.
Ainda fazeis isto outra vez, cobrindo o altar do Senhor de lágrimas, com choro e com gemidos; de sorte que ele não olha mais para a oferta, nem a aceitará com prazer da vossa mão.
E dizeis: Por quê? Porque o Senhor foi testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira, e a mulher da tua aliança.
E não fez ele somente um, ainda que lhe sobrava o espírito? E por que somente um? Ele buscava uma descendência para Deus. Portanto guardai-vos em vosso espírito, e ninguém seja infiel para com a mulher da sua mocidade. Porque o Senhor, o Deus de Israel diz que odeia o divórcio, e aquele que encobre a violência com a sua roupa, diz o Senhor dos Exércitos; portanto guardai-vos em vosso espírito, e não sejais desleais.
Enfadais ao Senhor com vossas palavras; e ainda dizeis: Em que o enfadamos? Nisto que dizeis: Qualquer que faz o mal passa por bom aos olhos do Senhor, e desses é que ele se agrada, ou, onde está o Deus do juízo?[Malaquias 2:1-17]

O que vemos daí, é que de início Deus está repreendendo os sacerdotes da tribo de Levi. O Senhor vem falando de uma benção pronunciada sobre Finéias por sua conduta no assunto de Zimri (Nm 25:12, 13). Essse dia por causa da fé de Finéias a Tribo de Levi ganhou o'' pacto do sacerdócio'' que Deus recobra aos sacerdotes. Mas o que Deus diz acerca do divórcio é que o povoado de Judá estava largando o seu casamento legítimo com as Israelitas e se casando novamente, ou seja eles estavam fazendo casamentos mistos sem nenhuma circunstancia de divórcio e ainda com mulheres que adoram deuses estrangeiras. Isto estava contra a lei de Deus (Ex 34:16,  Dt 7:3, Js 23:12-13). "E em Israel e em Jerusalém se cometeu abominação", tem a intenção, de mencionar os dois nomes de "Judá" e "Jerusalém", assinalando a seriedade deste pecado que é o casamento misto. A menção desses nomes assinala o pacto de Deus com este povo ou seja a Lei Mosaica.

A primeira vista, fica claro, que Deus não odeia o divórcio por motivo qualquer, pois quando a casa de Judá estava no casamento misto, Deus se manifestou contra, o que nos leva a afirmar que o divórcio é abominado por Deus, quando seja casamentos mistos, não em qualquer condição. Vamos ver isso no cap. 19 de Mateus ondo Jesus fala sobre o divórcio:

Tendo acabado de dizer essas coisas, Jesus saiu da Galiléia e foi para a região da Judéia, no outro lado do Jordão. Grandes multidões o seguiam, e ele as curou ali.
Alguns fariseus aproximaram-se dele para pô-lo à prova. E perguntaram-lhe: "É permitido ao homem divorciar-se de sua mulher por qualquer motivo? "Ele respondeu: "Vocês não leram que, no princípio, o Criador ‘os fez homem e mulher’e disse: ‘Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne’?Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe".
Perguntaram eles: "Então, por que Moisés mandou dar uma certidão de divórcio à mulher e mandá-la embora? "Jesus respondeu: "Moisés lhes permitiu divorciar-se de suas mulheres por causa da dureza de coração de vocês. Mas não foi assim desde o princípio.
Eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, e se casar com outra mulher, estará cometendo adultério".(Mt19:1,9)

Aqui Jesus define uma condição para o divórcio veridicamente quando diz  ''exceto por imoralidade sexual''.

Sabemos que havia duas escolas rabínicas e uma controvérsia sobre o divórcio entre as duas escolas rabínicas rivais de Hillel e de Shammai. O Rabi Shammai adotava uma linha rigorosa e ensinava, com base em Deuteronômio 24:1, que a única base para o divórcio era grave ofensa matrimonial, algo evidentemente “impróprio” ou “indecente”.

O Rabi Hillel, por outro lado, defendia um ponto de vista mais relaxado, se é que podemos confiar no historiador judeu Josefo, esta era a atitude comum, pois ele aplicava a provisão mosaica a um homem que “deseja divorciar-se de sua esposa por qualquer motivo”.(Antiquities IV. viii. 23.).

Por esse motivo houve o dilema entre os Fariseus e Jesus sobre o divórcio. A pergunta deles foi estruturada de tal forma a induzir Jesus a declarar o que ele considerava ser motivo justo para o divórcio. Por quais motivos poderia um homem divorciar-se de sua esposa? Por um só motivo, por diversos motivos, ou por nenhum motivo?


Entretanto nestas qualidades condicionais o divórcio é permitido, nas condições de adultério. Mas, e o segundo casamento é permitido? Depende da pessoa que analisa o texto, se a pessoa tiver as intenções de dizer que sim ou que não, basta um léxico do versículo e descobriremos se Jesus permitiu o segundo casamento. Segundo a concordância Nominal Strong:

Mt 19,9: 9 λεγω δε υμιν οτι ος αν απολυση την γυναικα αυτου ει μη επι πορνεια και γαμηση αλλην μοιχαται και ο απολελυμενην γαμησας μοιχαται
N°630 CNS Palavra Original: ἀπολύω parte do discurso: Verbo Transliteração: apoluo ortografia fonética:(ap-ol-oo'-o) Definição sucinta: eu libero, deixar ir, mandar embora, divórcio
http://www.sacrednamebible.com/kjvstrongs/FRMCONGRK62.htm

Vemos que depois de um léxico ter provado as fontes originais, a pessoa é totalmente livre para um segundo casamento pois a tradução da palavra divórcio é, liberdade, mandar embora, se livrar, partir...O QUE FAZ DO CÔNJUGE QUE SOFREU ADULTÉRIO, LIVRE PARA UM SEGUNDO CASAMENTO.

CLARO QUE O CRISTIANISMO ENSINA O PERDÃO E É MAIS FÁCIL PERDOAR DO QUE ENTRAR EM UM SEGUNDO CASAMENTO OU DIVÓRCIO. MAS, ACASO A SITUAÇÃO SEJA TÃO PROFUNDA COMO EM ALGUNS CASOS, NÃO NOS RESTA OUTRA OPÇÃO.

Att: P. Wesley.



COMMENTS

BLOGGER
Nome

Adulterações Bíblicas,3,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,23,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,2,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,21,Reflexões,10,Refutações,55,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,2,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,9,
ltr
item
Resistência Apologética: Divórcio e segundo casamento
Divórcio e segundo casamento
http://2.bp.blogspot.com/-NhTxINNbteQ/VTpMbemuXvI/AAAAAAAAAU8/ACfE0FnL3Is/s1600/divorcio.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-NhTxINNbteQ/VTpMbemuXvI/AAAAAAAAAU8/ACfE0FnL3Is/s72-c/divorcio.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/04/divorcio-e-segundo-casamento.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/04/divorcio-e-segundo-casamento.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sext Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julio Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás há mais de 5 semanas Seguidores Seguir THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy