KECHARITOMENE: Refutando a alegação de adulteração nas bíblias protestantes em Lucas 1:28

Sem terem mais do que nos acusar, agora os desocupados caluniadores de plantão e neófitos fanáticos agora deram pra acusar as Bíblias protestantes de serem adulteradas. Mais especificamente, apontam a adulteração de nossa parte, no texto de Lucas sobre a saudação angélica expressa a Maria, no termo Kecharitomene.



Sem terem mais do que nos acusar, agora os desocupados caluniadores de plantão e neófitos fanáticos agora deram pra acusar as Bíblias protestantes de serem adulteradas. Mais especificamente, apontam a adulteração de nossa parte, no texto de Lucas sobre a saudação angélica expressa a Maria, no termo Kecharitomene.


Segundo o Paulo Leitão e sua tropa de alienados atormentados fanáticos apologistas católicos, as Bíblias protestantes sem exceção estão todas adulteradas ou mutiladas. Tal alegação deles será minuciosamente e expositivamente refutada numa série de artigos que se inicia por este onde analisarei cada uma das supostas adulterações e mostraremos que na verdade as Bíblias católicas (umas mais que outras) é que têm passagens adulteradas para favorecer as suas doutrinas.
Nesta primeira postagem analisaremos a mais recorrida calunia deles, KECHARITOMENE no texto de Lucas 1:28 que supostamente teria sido propositalmente deturpado para negar que Maria seja CHEIA DE GRAÇA no sentido de ser IMACULADA.



I - PRIMEIRA OBJEÇÃO


Problema: 

Segundo a alegação católica romana, as bíblias protestantes estariam propositalmente adulteradas porque supostamente não traduzem o termo Kecharitomene (grego) ou Gratia Plena (latim) pela expressão cheia de graça, na saudação angélica à Maria. Todas as traduções protestantes usam o termo "agraciada" ou seja, adulteraram o texto descaradamente.

Resposta:

Que o termo KECHARITOMENE significa CHEIA DE GRAÇA, isto só existe na cabeça dos católicos.  É perfeitamente correto e mais fiel traduzir «Kecharitomene» com «agraciada», «favorecida» ou «muito favorecida» (e há bíblias católicas que traduzem assim) do que com a expressão «cheia de graça».


A palavra πληρηϲ que pode ser traduzido por PLENA, CHEIA OU COMPLETO não se encontra no original grego para o verso de Lucas 1:28. Onde se encontra textualmente a expressão «cheia de graça» é em outros 2 textos como João 1:14 referindo-se a Jesus, segundo o texto grego original do CODEX SINAÍTICUS onde se lê πληρηϲ χαριτοϲ.




 E em Atos 6:8 referindo-se a Estêvão, onde se lê πληρηϲ χαριτοϲ (CHEIO DE GRAÇA). De acordo com o texto grego do CODEX SINAÍTICUS:



Os católicos querem forçadamente traduzir exclusivamente «Kecharitomene» com «cheia de graça» porque acham que com essa expressão justificam a imaculada conceição de Maria. Ou seja, dissimulam apontando adulteração em nossas bíblias quando na verdade eles é quem adulteram para sustentar suas crendices. Mas como vimos, a Bíblia usa a expressão CHEIO DE GRAÇA só para Jesus e Estêvão, não para Maria. Para Maria a Bíblia usa a expressão de agraciada ou muito favorecida. Portanto, se alguém adultera a Bíblia são as traduções católicas ao traduzir «Kecharitomene» com «cheia de graça». Para além disso, como dito acima, outras traduções católicas usam o termo agraciada ou muito favorecida, e não CHEIA DE GRAÇA:


Biblias Católicas que também traduzem por "agraciada" ou "favorecida" e não "cheia de graça".

Bíblia de Jerusalém Versão Francesa:


 L`ange entra chez elle, et dit: Je te salue, toi à qui une grâce a été faite; le Seigneur est avec toi.

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-de-jerusalem/luc/1/#.VXJRPB1uqSo 



Nova Biblia Americana:


And coming to her, he said, "Hail, favored one! The Lord is with you".


Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/the-new-american-bible/luke/1/#.VXJSpx1uqSo




King James Versão Católica:

And the angel came in unto her, and said, Hail, [thou that art] highly favoured, the Lord [is] with thee: blessed [art] thou among women.

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/king-james-version/luke/1/#.VXJTyB1uqSp



Versão Padrão Revisada:

And he came to her and said, "Hail, O favored one, the Lord is with you!"
Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/revised-standard-version/luke/1/#.VXJVMR1uqSp



Nova Bíblia de Jerusalém:

He went in and said to her, 'Rejoice, you who enjoy God's favour! The Lord is with you.'
Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/new-jerusalem-bible/luke/1/#.VXJV4h1uqSo

Portanto, se estas bíblias católicas também traduzem KECHARITOMENE como AGRACIADA, FAVORECIDA, elas estão adulteradas e amputam de maneira criminosa o sentido do texto inspirado?


II - SEGUNDA OBJEÇÃO

Vejamos agora a argumentação de outro católico romano que não deixa de ser completamente ignorante:


Resposta:

O católico acima já começa errado pois no original grego para o verso de Lucas 1:28 como demonstrado acima, não existe a expressão CHEIA DE GRAÇA, e sim KECHARITOMENE, se fosse estar como CHEIA DE GRAÇA, deveria estar em grego a expressão "πληρηϲ χαριτοϲ" e não "κεχαριτωμενη".

O Dicionário VINE expositivo e exegético das palavras no grego em sua pagina 680 assim nos informa:


E ele erra mais uma vez em dizer que existe adulteração proposital a não ser que queira admitir que Bíblias católicas também fazem o mesmo. Contudo, vejamos a dissimulação malabarista feita por outro católico romano metido a apologista, o Edmilson Silva que repete essa mesma pergunta umas 30 vezes na mesma discussão...

III - TERCEIRA OBJEÇÃO



Resposta: O texto grego chama a Estevão de πληρηϲ χαριτοϲ que significa "CHEIO DE GRAÇA", e para Maria usa a expressão κεχαριτωμενη que significa AGRACIADA ou ALTAMENTE FAVORECIDA e é evidente que um foi AGRACIADO de forma diferente que o outro, um foi receptor da graça, por ser pecador. Estêvão estava "cheio da graça" de Deus, porém não foi preservado do pecado original. Quanto a Maria, podemos ver como ela foi AGRACIADA ao continuarmos a ler 2 versos em seguida:

"O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus." (Lucas 1.30 - Bíblica Ave Maria)
E que graça foi esta? Ora, a de ser mãe do nosso SALVADOR JESUS CRISTO, logo, neste sentido Estevão não foi agraciado como Maria obviamente. O texto em nada se refere a ser imaculado.

Próxima.....


IV- QUARTA OBJEÇÃO


Resposta: κεχαριτωμένη não significa plena, nem mesmo repleta. Tal expressão remete à  χαριτόω, e como já dito acima, se fosse significar CHEIA DE GRAÇA, tal termo teria que ser precedido por πληρηϲ e não κε muito menos terminar em μένη. O prefixo de particípio perfeito (tempo passado indefinido) "κε" antes do radical χαριτόω indica tempo passado, ou seja, que ela FOI agraciada, ou favorecida, e o sufixo "μένη" depois do mesmo verbo, indica estar sendo agraciada no presente contínuo e nada mais que isso. O que tudo isso quer nos dizer? Ora, que Deus em sua infinita graça, favoreceu altamente a Maria com uma graça ou favor sem igual que jamais haverá outro do tipo, e que eternamente tal graça será lembrada. Foi a isso que o anjo fez referencia quando saudou a Maria. Isto claramente pode ser visto nos versos seguintes:



Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação. O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim.
 (Lucas 1:28 Biblia Ave-Maria)

O texto faz referência ao nascimento de Cristo por meio de MARIA, essa foi a enorme graça a ela concedida. O verso nada se refere a ela ser imaculada, estar sendo imaculada, ou anunciada como sempre sendo imaculada. 

Até mesmo Maria entendeu a expressão KECHARITOMENE dirigida a ela pelo anjo, e expressou gostosamente todo o significado de ser grandemente favorecida e altamente agraciada:



Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.
Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.
Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.
Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.
Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.
Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia, conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.
(Lucas 1.46-55 Bíblia Ave-Maria)


Na exultação de Maria vemos a expressão do anjo: "porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações"... Temos dentro desta frase uma confirmação da expressão KECHARITOMENE. Deus ter olhado para Maria indica uma ação no tempo passado, e já muito prevista desde o Gênesis, e que sempre deste dia em diante se tornaria algo presente e contínuo, o fato de que todas as gerações teriam sempre na memória o nascimento do Filho de Deus por meio de sua serva Maria. Esta posição diante do texto e do contexto é mais aceitável teologicamente quanto filosoficamente em se tratando de raciocinar logicamente acerca da informação do texto ao aplicarmos a NAVALHA DE OCKHAM que estabelece a explicação mais simples como resposta do que UM MALABARISMO como o apresentado pelo catolicismo para sustentar que neste verso, precisamente neste termo KECHARITOMENE, estaria dando enfase a imaculada concepção de Maria. 


Próximo:

V - QUINTA OBJEÇÃO

Esta ele repete umas 15 vezes





Resposta: Está provado e demonstrado acima que no original não existe nem em remota possibilidade a expressão CHEIA DE GRAÇA, e mesmo que indicasse isso, jamais é indicação de estar se referindo a impecabilidade sendo imaculada, pois na verdade a expressão CHEIA DE GRAÇA ou  πληρηϲ χαριτοϲ aplicam-se a JESUS E A ESTEVÃO, sendo assim, adulteradas estão as BÍBLIAS CATÓLICAS que traduzem como CHEIA DE GRAÇA onde deveria estar ALTAMENTE FAVORECIDA OU AGRACIADA.

E sobre o termo AVE, no original não existe esta expressão e sim χαιρε de acordo com o codex sinaiticus, que é kaire e significa saudação, ou alegra-te.  Tal termo foi usado para chamar a atenção, se focar na pessoa. (fonte: A Translator’s Handbook on the Gospel of Luke – J.Reillin e J.L. Swellrngrebel, pag 52).

Contudo, como a expressão latina AVE alude a expressão SALVE como saudação, também pode ser usada, isso explica-se por meio do VINE DICIONÁRIO EXPOSITIVO E EXEGÉTICO DO GREGO:

Ou seja, alegar que usar o termo ALEGRA-TE implica em adulteração, é o mesmo que procurar cabelo em ovo. Parece que nisso os apologistas católicos são especialistas, e também são experts em ignorância seletiva pois versões católicas também não trazem o termo AVE >> 2 (aqui) e mais 2 (aqui).


Próximo? Na verdade não há uma próxima objeção dos católicos sobre este tema que seja muito diferente das demais, quando refutados eles passam a debochar ou a repetir até se cansarem, a mesma ladainha. Vejam, ele repete ainda tudo isso mais umas 10 vezes sempre com deboche e com berros de desespero pois sabe a fraqueza do argumento que mantém devido não passar de um espantalho existente só na mente romanista:


Tal atitude destes neófitos romanistas se deve por não terem mais o que dizer, não podem refutar a resposta apresentada pois tudo o que tem é a cartilha romana e o que dizem blogs editados em fundo de quintal como o do CRIS MACABEUS, ou videos de garagem como os do Paulo Leitão. Eles não conseguem sustentar a alegação de adulteração e por isso desviam o assunto para uma exegese do texto e não para o que no texto está escrito. Sabem que no grego original não existe a expressão CHEIA DE GRAÇA em referencia a MARIA, então vão longe nos apelos. Vejamos uma ultima argumentação deles.

VI - OBJEÇÃO



Resposta:

Não adianta fazerem rodeios e malabarismos, o máximo que podem fazer depois de admitir que erraram em acusar adulteração em nossas bíblias, é admitir que a tradução que fazem do termo KECHARITOMENE na verdade não passa de uma própria INTERPRETAÇÃO que querem fazer do texto, forçando o contexto a dizer o que favorece a doutrina da imaculada concepção de Maria e outras heresias mais.

Como muito bem já exposto acima, a expressão κεχαριτωμένη significa favorecida/agraciada, usado na 2ª pessoa denotando uma ação realizada por uma 1ª pessoa, ou seja a 2ª pessoa quem está recebendo a ação ( do verbo χαριτω). O verbo CHARITOU ([que] confere a graça) HO KURIOS META SOU (o Senhor está contigo) aparece por exemplo em Rute 2:4 e Juízes 6:12, e nessas condições há um contexto DA VONTADE DE DEUS/ uma de benção de Deus a Ruth, e outra uma saudação a Gideão, mas principalmente dentro da ótica judaica evidência uma saudação NÃO COMUM A UMA MULHER.
(fonte: A Translator’s Handbook on the Gospel of Luke – J.Reillin e J.L. Swellrngrebel, pag 51)

E neste sentido obviamente isso não se aplica a Estevão por mais que ele sim, seja descrito como CHEIO DE GRAÇA. κεχαριτωμένη é portanto uma expressão singular, unica, dada exclusivamente a Maria, por isto a tradução dentro do contexto é: ALEGRA-TE AGRACIADA (ou grandemente favorecida) o Senhor é contigo, há uma declaração e proclamação nesta expressão devido ao futuro acontecimento que seria lembrado eternamente e desde a fundação, antes dos séculos, foi divinamente estabelecido, que seria, O NASCIMENTO POR MEIO DA VIRGEM, A SEMENTE DA MULHER que apesar de ter o calcanhar ferido, ESMAGARIA A SERPENTE como descrito em Gênesis 3.

Não adianta apelarem exaustivamente forçando para que por favoritismo o texto emprego o termo CHEIA DE GRAÇA pois não há esse termo, e isso foi minuciosamente exposto acima. 

Se o texto quisesse se referir a Maria como CHEIA DE GRAÇA, teria dito primeiro pleres charito e não kecharito e finalizando com o sufixo MENE, se usou outra coisa que não CHEIA DE GRAÇA, então o contexto por si só explica o porque foi usado KECHARITOMENE.

Basta que se analise o texto:


πληρης - pleres

de 4130; TDNT - 6:283,867; adj
1) cheio, i.e., preenchido, completo (em oposição a vazio)
1a) de recipientes ocos ou feitos para serem preenchidos
1b) de uma surperfície, completamente coberta
1c) da alma, totalmente permeada com
2) inteiro, i.e., completo
2a) que não tem falta de nada, perfeito.

O termo -> χαρίτω - kharito

Que segundo o dicionário Strong significa:

1) tornar gracioso
1a) encantador, amável, agradável
2) favorecer muito, mostrar grande generosidade
3) honrar com bênçãos
(cf Strong 5487)

Vem do radical grego -> χαρις - charis

de 5463; TDNT - 9:372,1298; n f
1) graça
1a) aquilo que dá alegria, deleite, prazer, doçura, charme, amabilidade: graça de discurso
2) boa vontade, amável bondade, favor
2a) da bondade misericordiosa pela qual Deus, exercendo sua santa influência sobre as
almas, volta-as para Cristo, guardando, fortalecendo, fazendo com que cresçam na fé
cristã, conhecimento, afeição, e desperta-as ao exercício das virtudes cristãs
3) o que é devido à graça
3a) a condição espiritual de alguém governado pelo poder da graça divina

Portanto, dado o texto, analisa-se o contexto que nos mostra que KECHARITOMENE  denota uma ação realizada por uma 1ª pessoa, ou seja a 2ª pessoa quem está recebendo a ação do χαριτω. Logo, Maria foi AGRACIADA ou ALTAMENTE FAVORECIDA, por ter sido escolhida por Deus a ser a mãe de Jesus. Esta graça é sem igual e eternamente magnifica. 

Quem na verdade adulterou o texto se formos apelar a mesma ladainha destes católicos, foi Jerônimo que adicionou o "plena de graça" ou "cheia de graça" no texto. Além disso, este termo no mesmo tempo verbal somente aparece outra vez em todo o Novo Testamento, em Efésios 1:6, e nesta ocasião se refere a todos os cristãos: "para o louvor da glória da sua graça, com a qual nos encheu de favores (ou "nos encheu de graça", echaritôsen) no Amado". Se esta expressão implicasse por si mesma a concepção imaculada, então este seria um privilégio de todos os crentes.

Portanto, não importa o malabarismo e as berreiras que estes coitados atormentados sem noção vivem a fazer, chega a ser patético as lamurias a que recorrem e mesmo assim não provam nada. A desonestidade destes sujeitos é tanta que apelam a repetir tudo novamente rebatendo sempre na expressão Kecharitomene como só usada pra Maria, só que não nos interessa se este termo foi dado a ela ou a Estevão, cabe os apologistas romanos que nos expliquem o porque biblias católicas traduzem este termo como agraciada ou favorecida assim como em biblias protestantes. SIMPLES, os romanistas vão continuar com este ridiculo espantalho patético?


Att: Elisson Freire.

Nota 1: Este é o primeiro de uma série de artigos que serão elaborados para analisar as supostas mais de 1500 adulterações apontadas pelos apologistas católicos nas Biblias Protestantes. continua....

Nota 2: Nos parece que um descarado e hipócrita católico apareceu com sua patética ladainha imunda de nos acusar daquilo que são os atormentados apologistas católicos que costumam fazer.

Segundo o Marlan

"O que é exposto só favorece o autor do post, sendo pois desonesto.". Ora, não seja por isso, segue abaixo o link de toda a discussão na integra para que todos vejam inclusive a própria ameaça deles mesmos em printar e postar aquilo que lhes convém publicar. Esta matéria apenas expõe os principais argumentos e objeções apresentados pelos católicos seguida de sua resposta no que se refere ao texto de Lucas 1:28. Não tenho obrigação aqui de mostrar cada xingamento, ojeriza e provocação por parte dos católicos pois isto não é argumentar e sim passar vergonha, a menos que o Marlan prefira que eu coloque aqui cada ofensa dita pelo Edmilson Silva o que seria muito pior para a imagem da apologética católica.


Link aqui: https://www.facebook.com/groups/378390948977961/permalink/477094352440953/

Nota 3: Resposta ao Marlan sobre a sua acusação de desonestidade na exposição do referido artigo contendo objeções católicas extraídas do debate virtual ocorrido em grupo no FACEBOOK.

a- São mais de 1300 comentários.

b- Mais de 800 comentários nem chegam a ser argumentos, tratam-se de gratuitos ataques e deboches e inumeráveis repetições de uma mesma objeção por parte dos católicos.

c- Toda a discussão na integra com cada comentário pode ser vista neste link: (aqui).

d- Até chegar no referido assunto sobre Lucas 1:28, no minimo 4 outras alegações de adulteração por parte dos católicos foi refutada isso sendo admitido pelo próprio Marlan.

e- Quem ousada e descaradamente demonstrou ser desonesto em se prontificar a printar o conteúdo da postagem para aplicar uma ridicularização hipócrita e dissimulada foram os próprios católicos como o Edmilson Silva.







COMMENTS

BLOGGER: 10
Loading...
Nome

Adulterações Bíblicas,3,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,23,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,4,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,21,Reflexões,10,Refutações,55,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,2,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,9,
ltr
item
Resistência Apologética: KECHARITOMENE: Refutando a alegação de adulteração nas bíblias protestantes em Lucas 1:28
KECHARITOMENE: Refutando a alegação de adulteração nas bíblias protestantes em Lucas 1:28
Sem terem mais do que nos acusar, agora os desocupados caluniadores de plantão e neófitos fanáticos agora deram pra acusar as Bíblias protestantes de serem adulteradas. Mais especificamente, apontam a adulteração de nossa parte, no texto de Lucas sobre a saudação angélica expressa a Maria, no termo Kecharitomene.
https://3.bp.blogspot.com/-RHUk2VnJyvc/VXKVZnOVIRI/AAAAAAAAaEg/WBQMMahbLxo/s640/kecharitomene.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-RHUk2VnJyvc/VXKVZnOVIRI/AAAAAAAAaEg/WBQMMahbLxo/s72-c/kecharitomene.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/06/kecharitomene-refutando-alegacao-de.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/06/kecharitomene-refutando-alegacao-de.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy