Header Ads

Resistência Apologética

Fernando Nascimento e seu Cordel Refutado


Pernambucano Nascimento, católico, auto-ditada conhecido
Se julga ser o sabido, mas de nada sabe e deu azar de se bater comigo.

O sujeito apela no debate, cometeu o disparate de correr de um hangout,
É trapaceiro e ficou todo cabreiro de apanhar o dia inteiro como um maluco, safado e palpiteiro.

Ele acha que engana com sua intensa façanha de apelar ao espantalho.
Mas acabou sendo atropelado por mim, Elisson, muito mais gabaritado
Com a verdade detonei o pobre coitado do Fernando descerebrado.

Hoje o católixo pentelho que apanhou como um fedelho,
Buja, grita, berra e chora, mas como cão que ladra, sem demora foi posto porta pra fora.

Contador de lorotas, difama Lutero e o protestantismo, mas esquece de seus papas antissemitas, seus concílios e decretos usados por Hitler no nazismo.

Suas fontes são blogs de quinta, sem nenhuma pinta de honestidade.
Ou esse sujeito é doido ou faz por pura maldade.
De um jeito ou de outro foi refutado, mas como é desonesto dá sempre uma de João sem braço desavisado.

Se ele fala de Lutero, reforma ou protestantismo, foi muito bem lembrado das fogueiras e heresias do seu falido catolicismo.

De Hitler diz ele que católico não foi, mas esfreguei na sua cara duas fontes que ele finge que não viu, sumiu do mapa e foi correndo mentir e enganar os ignorantes católicos do Brasil.

Se esse cara é tudo que meus oponentes tem, então, não valem nem mesmo um vintém.
Pois estão refutados e respondidos em muitos artigos que derrubaram o Fernando de seu pedestal arrogante e falido.

E é melhor terem mais do que pirraça, pois o que não faltam são provas de que é o Fim pro falido e desbotado blogue mixuruca e fraudulento FIM DA FARSA do Fernando Nascimento que passou vergonha e agora anda a chorar sua própria desgraça.
(Essa é uma resposta ao choro e prosa do Fernando Nascimento)



Refutando o  choro e prosa do Fernando Nascimento

A diarreia mental do Fernando Nascimento esta marcada em VERMELHO



1- A DERROTA DE ELISSON FREIRE NO DEBATE CONTRA FERNANDO NASCIMENTO.
Resposta:
Na verdade ele correu, não compareceu ao debate marcado e ainda teve mais refutações.


2-Se existe neste mundo uma flor que não se cheire é o “crente” mentiroso chamado Elisson Freire, Satanás fica pequeno perto das mentiras dele. 

Resposta:

Aqui esta provado quem é o mentiroso:




3- Eu não debato com “crente”mas fiz uma exceção. Eu prefiro refutar suas mentiras, então. Aceitando esse convite quase pus um no caixão.

Resposta: 

Ele não debate com crente porque apanha sempre, tanto que na verdade fugiu, como mostrado acima e não compareceu pois já tinha apanhado aqui:



4 - O sujeito é velhaco, desonesto, trapaceiro, nada sabe de história mas, se julga o primeiro, me convidou pro debate e só levou no traseiro.

Resposta:




Bem aqui está provado quem é o velhaco, acima, nos vídeos.... E aqui ao lado esquerdo está a cara de quem LEVOU BOAS CHIBATAS NO TRASEIRO... o PERNAMBUCO NASCIMENTO.








5- Usa fonte de terceira do acervo protestante pra querer mudar os fatos tão bem registrados antes. Vez por outra adultera(sic) pra ver se sai triunfante.

Resposta:

Se isso for refutação da parte do Fernando contra meus artigos, que ele procure saber o que é uma falácia genética e falácia de ignorância seletiva, e passe a evitá-las. Uma das fontes que uso contra ele é o Paul Johnson, um jesuíta católico que é historiador, e o Fernando desconhece e acusa de ser comunista ao mesmo tempo que o cita quando lhe convém. E os "fatos bem registrados" que ele arrota, só podem ser os "fatos de um jumento". E que foram todos refutados e respondidos aqui :




6- Toda vez que me encontra o bicho caga amarelo, principalmente se vai querer defender Lutero, qualquer dia esse coitado vai parar no cemitério.

Resposta:

Pra defender Lutero dos exageros do Fernando Nascimento, basta esfregar na cara dele que suas fontes não passam de palpites sem nenhuma credibilidade... COMO MOSTRADO AQUI:
Lutero e suas supostas blasfêmias 

Além disso o Pernambuco anda muito desatualizado, pois ainda antes foi refutado como nunca. (AQUI


7- Ele pensa que Lutero foi um santo admirado, sem saber que o pinguço além de cabra safado
mandava matar judeu e morreu excomungado.

Resposta: 
O Fernando está Falando do Lutero ou do PAPA?

O Fernando esta falando do Lutero ou de seus amigos Jorge Nicolau, Alexandre Oliveira e Marcio Nestor? Uma visitinha no perfil social do facebook deles mostra quem são os cachaceiros cavaleiros apologistas católicos.

Ademais, nos outros artigos que publiquei está mostrado que Lutero foi o que mais combateu o alcoolismo na Alemanha de sua época, considerando isso, a bebedeira, uma coisa dos porcos papistas.
Como o biógrafo Heinrich Boehmer muito bem observa:

"Lutero atacou o desejo de beber com palavra e pena mais vigorosamente do que qualquer alemão de sua época."[ Fonte , Heinrich Boehmer, Lutero e da Reforma na Luz da pesquisa moderna ( London: G. Bell and Sons LTD, 1930), 198].

Ele fala muito de Lutero mas esquece do Johannes Eck, teólogo católico contemporâneo a Lutero que: "Em 1540, quando uma outra acusação de assassinato ritual foi levantada contra os judeus em Sappenfeld, Eck escreveu a Refutação de um livreto judaico na qual ele explica que os judeus precisavam de sangue cristão, a fim de lavar as suas próprias manchas de sangue que Deus lhes tinha infligido sobre eles, porque eles crucificaram a Cristo. Ele conclui que, "não é de admirar que os judeus agora compram o sangue de crianças inocentes, assim como seus pais tinham comprado de Judas, o sangue inocente de Jesus Cristo com trinta moedas de um centavo." [R. Po-chia Hsia, “Jews as Magicians in Reformation Germany,” in Sander L. Gilman and Steven T. Katz, Anti-Semitism in Times of Crisis (New York: New York University Press, 1991), 119-120.]


8 - Vive acusando a Igreja de ter matado judeu, querendo nos acusar de um crime que é seu. O Manual dos nazistas foi Lutero que escreveu.

Resposta:

O púbere pedante de meia idade esquece que: O anti-semitismo era uma parte do catolicismo de Martinho Lutero da qual ele jamais se libertou. Ele defendeu incendiar as casas dos judeus e dar a eles a escolha entre a conversão ou ter suas línguas arrancadas.(Will Durant, The Story of Civilization, The Reformation (Simon and Schuser, 1950), Vol. IV, p. 727.

E ignora mais ainda o fato de que: Os papas da Igreja Católica foram os primeiros a desenvolver o anti-semitismo como uma ciência. Hitler, que permaneceu católico até o fim, afirmaria que só estava seguindo o exemplo tanto de ca­tólicos quanto de luteranos, terminando o que a igreja começara.(Guenter Lewy, The Catholic Church and Nazi Germany (Mc Graw-Hill, 1964) p. 274.

E quem acusa a Igreja Romana, é a própria HISTÓRIA, fartamente registrada por um PROFISSIONAL católico romano, jesuíta a quem o Fernando só falta dizer que é ateu:

Em 388, uma população cristã instigada pelo bispo local, incendiou  sinagoga de Callinicum, no Eufrates. Teodósio I resolveu fazer um teste no caso, e ordenou que a sinagoga fosse reconstruída às custas dos cristãos. Foi fortemente denunciado pelo mais influente de todos os prelados cristãos, o bispo Ambrósio de Milão. Ele advertiu Teodósio, numa carta, que a ordem era altamente prejudicial ao prestígio da igreja:”Que é mais importante”, perguntou:”a demonstração de disciplina ou a causa da religião? A manutenção do direito civil é secundária diante do direito religioso.” Ele pregou um sermão em frente ao imperador formulando esse argumento, e a ordem imperial foi vergonhosamente retirada.
Tornaram-se o padrão de tiradas antijudaicas, usando e abusando de passagens dos evangelhos de São Mateus e de São João. Assim, um antisemitismo especificamente cristão, que apresentava os judeus como assassinos de Cristo, enxertou-se na massa fervilhante de calúnias ede boatos pagãos e as comunidades judaicas passaram a correr riscos, em todas as cidades cristãs.( Paul Johnson, Historia dos Judeus).
“Uma sucessão de concílios eclesiásticos em Toledo, pondo de lado a política ortodoxa cristã, ou decretou o batismo forçado dos judeus ou proibiu a circuncisão, os ritos judaicos e observância dos sábados e festivais.
Durante todo o século VII, os judeus foram açoitados, executados, tiveram sua propriedade confiscada, foram sujeitos a impostos que os arruinavam, foram proibidos de comerciar e, por vezes, arrastados à pia batismal. “Muitos foram obrigados a aceitar o cristianismo, mas continuaram, em particular, a observar as leis judaicas” (Paul Johnson Historia dos Hebreus).
“A Igreja sempre apresentara os judeus como um perigo espiritual. Desde o século XII, a superstição popular os apresentara como um perigo social e também físico. (...) Com a conversão[de judeus ao catolicismo] o antisemitismo tornou-se mais racial do que religioso, mas os antisemitas[católicos] verificaram, como o fariam seus sucessores na Alemanha nazista, que era excessivamente difícil identificar e isolar judeus por critérios raciais. [os católicos]Foram obrigados a regressar, como aconteceria com os nazistas, aos velhos critérios religiosos.  Por motivos religiosos não se podia perseguir um judeu porque nascera judeu, ou porque  seus pais eram judeus; tinha de ser mostrado que, de alguma forma, ele ainda praticava o judaísmo em segredo.”(  Paul Johnson, História dos Judeus, pag 234.)

E tem muito mais (aqui).


9 - Dizia que Adolf Hitler no seu livro “Minha Luta” afirmou ser um “católico”. 

Resposta:

Apontar citações inexistentes em supostas fontes é coisa do Fernando e não minha que prontamente assim afirmei:



É! Fernando tem mesmo a péssima mania pedante de criar espantalhos... vejamos, ele ignora a resposta, SENDO QUE FOI REFUTADO ANTES, e continua a forçar seu próprio vexame. Próximo...


10- Mas que mentira fajuta! quando perguntei aonde ele deu essa desculpa: “Eu agora me lembrei, ele disse ao general.”

Resposta:

Não houve nada disto, o coitado velhaco TEMENDO SER SURRADO, ABANDONA O DEBATE e sai logo a gritar "ta refutado" em completo desespero como um pombo enxadrista descerebrado. 

Seu disparate ignora totalmente o que eu disse:





11- Perguntei: cadê a prova? O sujeito passou mal, e já mudou de assunto como faz levando pau.

Resposta:

O sujeito correu de dois debates transmitidos via youtube, foi refutado em uns 7 artigos, mas acha mesmo que conseguiu ter exito fazendo uma pergunta abjeta e correndo para não ver a resposta dada logo em seguida de seu apelo escorregadio de fuga pela tangente. Então, eis a resposta que mais uma vez deixou o apologista católico a ver navios e naufragado no mar de suas ilusões:






E dessa vez quem o refuta esmagadoramente é John Toland Willard, historiador americano e biografo de Hitler,  que recebeu o Prêmio Pulitzer sobre a história da II Guerra Mundial. Toland, em sua obra Adolf Hitler, na pagina 507 da Editora Anchor Publishing, tomou nota do General nazista Gerhard Engel em que ele relata que, em 1941, Hitler o envia uma carta onde entre outras coisas registra-se:
"Eu sou agora como antes, um católico e sempre será assim "
Fonte: [aqui] da Biografia feita por Toland.

E quem mais o refuta com o mesmo relatado, para desespero do Fernando desmiolado, é o pesquisador de História da Igreja, Christopher Reyes, em seu livro - In His Name: Volume III da Paperback– Abridged, May 16, 2014, na pagina 363 e pode ser visualizado (aqui). Trago um print (aqui):
12 - Bradou que “Propôs de Table” Lutero não escreveu.

Resposta: 

Já se vê que o Fernando nada entende do que fala nem mesmo leu alguma vez a fonte que não é "Propôs de Table" como ele afirma, mas sim "Table Talk" ou Conversas à Mesa. O texto das "Conversas" está disponível online numa tradução para o inglês (aqui) e (aqui).

13 -  O desmantelei dizendo: mas é dos discípulos seu. Rasgue a Bíblia já que ela não tem a pena de Deus. Todo secretário faz a carta do presidente. Jesus não botou um til nas escrituras da gente, e no caso de Lutero isso não é diferente.

Resposta:
Já errou novamente se esta tentando passar que a obra supra citada serve como base para se estudar a teologia de Lutero pois, " As "Conversas à mesa" (Tischreden em alemão) de Martinho Lutero são uma compilação de diálogos com os seus discípulos e colegas e, foram anotadas e editadas em forma de livro, logo não são um tratado formal de teologia. Além do mais como diz no site http://www.portal-luterano.org.br/tablet…:


“As Tischreden são compilações de frases que saíram da boca de Lutero, mas não de sua pena. É no mínimo temerário usar frases soltas de Lutero que foram anotadas por várias pessoas diferentes (muitas vezes às pressas) para fazer acusações sem levar em consideração as obras que o próprio Lutero escreveu e publicou”.

A primeira edição alemã do "Conversas à Mesa" foi preparada por um dos que tomavam notas, Johannes Aurifaber (Goldschmitt) e publicada em 1566 vinte anos após a morte de Lutero. A obra é um conjunto de gatafunhos escritos por alunos e colegas de Lutero, onde contam em segunda mão supostas histórias vividas com o reformador alemão. Não é portanto uma boa fonte que comprove qualquer blasfêmia da parte de Lutero, e muito menos ainda quando os textos são recebidos sem qualquer análise crítica, para formular uma opinião sobre o pensamento dele.

Agora, o argumento do Fernando é que a Biblia foi feita da mesma forma? Escrita sem qualquer criticismo? escrita por palpites e gatafunhos de segunda mão com suposições do que os personagens bíblicos viveram ou disseram? O desespero do Fedelho Nascimento poderia até ser cômico, se não fosse tão trágico.

Para além disto, Thomas O'Meara, da Universidade de Notre Dame e da Sociedade Teológica Católica da América aponta algo que o Fernando mal tem ideia pois se importa mais em caluniar do que em argumentar a verdade:

"... os católicos estão usando argumentos retóricos imprecisamente quando fazem o valor da teologia e da reforma de Lutero depender de sua linguagem em " Conversas à Mesa". A Retórica apela para a mente, mas apela através de emoções. Ela atinge a mente não através de um ato puramente intelectual, examinando o caso a fundo e logicamente, mas aos trancos e barrancos, impulsionado por emoções e vontades, faculdades incapazes de um julgamento sereno do que é verdadeiro. "[Thomas O'Meara, Mary in Protestant and Catholic Theology , (New York: Sheed and Ward, 1966), 5]

14 - O sujeito engoliu pra depois cagar quadrado e já mudou de assunto se vendo contrariado, logo acusou PIO 12 de a Hitler ter ajudado.

Resposta:

E desde quando esperar você apresentar algo que preste no debate que você corre é sinônimo de ter engolido tuas lorotas, oh pedante Fernando Nascimento?
E de novo essa conversa de Pio 12? Não disse que ele APOIOU O NAZISMO e sim, que apoiou o seu amigo católico Hitler a vencer as eleições na Alemanha bem antes dos fatos ocorridos que mencionamos.

15 - Sua lorota caduca logo desapareceu, a “Mit Brennender Sorge” Que PIO 11 escreveu já condenava o Nazismo assim que ele nasceu.

Resposta:

E todo o antissemitismo que levou ao massacre de judeus na Alemanha se resume apenas no nazismo?? Tá mal mesmo de história esse cara. Mas vou refrescar a memória dele:

Os papas da Igreja Católica foram os primeiros a desenvolver o anti-semitismo como uma ciência. Hitler, que permaneceu católico até o fim, afirmaria que só estava seguindo o exemplo tanto de ca­tólicos quanto de luteranos, terminando o que a igreja começara.(Guenter Lewy, The Catholic Church and Nazi Germany (Mc Graw-Hill, 1964) p. 274. O anti-semitismo era uma parte do catolicismo de Martim Lutero da qual ele jamais se libertou. Ele defendeu incendiar as casas dos judeus e dar a eles a escolha entre a conversão ou ter suas línguas arrancadas.
(Will Durant, The Story of Civilization, The Reformation(Simon and Schuser, 1950), Vol. IV, p. 727.


16- E como se não bastasse pro mentiroso calar, lhe mostrei a Placa Honrosa que os judeus foram entregar para o Papa agradecendo por de Hitler os salvar. Elisson quase morreu quando estendi a mão segurando um Decreto Papal que é de Proteção aos Judeus que o Lutero mandava matar, então.

Resposta:

Para a tristeza do FERNANDO que ignorou o tempo todo a intensa refutação que ELE TOMOU NA CARA, os judeus vítimas do antissemitismo promovido pelos concílios da igreja romana, não puderam fazer o mesmo que estes da Placa entregue por meia duzia comunidades judaicas. Estes mesmos grupos hoje querem ver o PAPINHA MORTO por ter apoiado o ESTADO PALESTINO que jurou ISRAEL de morte e destruição.

 O Fernando deveria nos citar os judeus agradecendo ao papa Paulo IV conhecido como flagelo dos judeus, ou então Pio V que com a bula Hebraeorum Gens(1569) expulsou comunidades judaicas inteiras de Roma, inclusive as que existiam bem antes da Igreja. Ou melhor ainda, que tal me citar Pio VI (1775-1799) cujo Edito sobre os Judeus, levou diretamente os judeus aos batismos forçados.

Entenda... NADA DISSO em toda a HIPÓCRITA OBJEÇÃO dos católicos endossaria a afirmação de que PROTESTANTES DERAM ORIGEM AO NAZISMO. Só porque depois da segunda grande guerra, uma unica comunidade judaica expressa gratidão a um papa do século XX

Os católicos deveriam saber que ficar citando meias-verdades sobre Pio XI e XII não irá esconder o antissemitismo dos papas do passado como Pio IV, V e VI e muitos outros e que foram tão ou mais assassinos de judeus quanto Lutero em sua obra anti-judaica.


17 - Se sentido derrotado, tremendo, com reumatismo, parecendo um molambo me olhou e disse isso: “Sua Igreja foi primeiro quem combateu o Nazismo.”

Resposta: 
Sim, foi a primeira voz a se levantar contra o nazismo, claro, ajudou a por Hilter no poder então o minimo que deveria fazer era tirar o dela da reta e passar a condenar os dentes do cão tentando passar uma falsa ideia de que não foi ela quem o soltou da coleira. E ficou a cabo das poderosas nações protestantes salvar inclusive o rabo papal de ter feito tanta besteira.

18 -  Eu lhe agradeci dizendo: veja que cacete cura, o chicote de Jesus corrigia a criatura, desde o vendilhão do templo a quem muda as Escrituras.

Resposta:

Alguém deveria dar um troféu ao Fernando, vendo (aqui) já se vê que esse sujeito sofre de alguma loucura. Na verdade ele merece um selo...:



19 -  Desde então seu site tosco teve a marca mudada e passou a se chamar de “Resistência Molhada”. Descobriu que não resiste a um simples copo d’água. Fim.

Resposta: 

Esse cara tá mesmo doido de pedra, nem chicotada cura ele... mas ta aqui que esse tapado sequer tem noção do que diz... Meu site Firme Fundamento não teve a MARCA mudada, continua aqui.... NESTE LINK... E o atual, é este RESISTÊNCIA APOLOGÈTICA, que o Fernando se afogou e desceu pelo cano:




Portanto FERNANDO NASCIMENTO ta detonado, refutado e solapado.
Att: Elisson Freire.



Nota: Como já sabemos que a Hiena Romana não se dá por vencida, o Thiago Dutra agora o explica na linguagem que o Fernando Nascimento tanto recorre e nela deveria ficar pra que não lhe seja arrancada as tripas.....:



Autor: Thiago Dutra


4 comentários:

  1. Caramba Elisson, ficou perfeito! Refutado de ponta a ponta!

    ResponderExcluir
  2. tem prova que hitler era catolico?
    quem disse que no julgamento que não dissera nada sobre os judeus que lutero ja tivesse dito 400 anos atraz foi o ministro da propaganda de hitler, hitler numca se declarou catolico, a familia dele era catolica ele sempre foi ateu.
    ha alguma prova de hitler seguindo a unica religiao nde cristo?
    quanto a goebels este sim seguia lutero em sua perseguiçao aos judeus. basta ler AS CONVERSAS A MESA (pesadelo dos protestantes)
    e mais hitler foi eleito com maioria de votos nas cidades alemaes de maioria peotestante ,nas cidades catolicas hitler perdeu. consulte google

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este artigo responde muito bem as suas dúvidas: http://www.resistenciaapologetica.com/2016/01/o-nazismo-nasceu-do-protestantismo.html

      E sim, Hitler era católico. DO VERBO ERA! Nem preciso desenhar. E antes de julgar Lutero, lembre-se que HITLER também afirmou estar fazendo o MESMO QUE O CATOLICISMO vinha fazendo por 1500 anos!

      Excluir
  3. Aguardo a presença do Fernando Nascimento para expor sua opinião sobre o post. Aguardado deitado por sinal, porque pelo visto ele não vai querer contradizer nada pois foi reduzido ao pó. Uma sugestão para ele: preocupar-se mais com os católicos, com os problemas da Igreja Católica Apostólica Romana, pois no Brasil atualmente existem católicos que são contra os bispos que apoiam o Partido dos Trabalhadores - PT e os acusam de comunismo(para citar apenas um dos problemas que a igreja caótica, quer dizer, católica enfrenta atualmente). O debates entre eles, inclusive no Facebook, no grupo Caiafarsa está bem acirrado.

    Arranca a trave do seu olho Fernando Nascimento, talvez você, como Satanás vai conseguir ver algum cisco pra acusar os evangélicos. (Mesmo que encontre, os pecados dos que são verdadeiramente remidos já foram pagos na cruz, pela graça).

    ResponderExcluir

Seja respeitoso e saiba que não aprovamos comentários de anônimos caso se trate de conteúdo inapropriado ao artigo, como ataques, deboches ou críticas irrelevantes e sem nada a acrescentar. Não publicaremos comentários que não tenham a ver com o tema do artigo. Se quiser fazer uma crítica ou sugestão, utilize a página de Contato.

- Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados então:

* É de sua inteira responsabilidade o que será escrito aqui.

* Não use o caps lock a menos que queira enfatizar alguma palavra. Textos em caps lock serão excluídos!

* Escreva sem xingamento, respeite o seu próximo. Comentários depreciativos e ofensivos serão deletados. Assim como os que fugirem ao escopo do artigo.

- Caso deseje contraditar algum de nossos artigos, certifique-se de o ter lido completamente e verifique se a sua objeção já não está respondida em outra postagem nesta página. Utilize a barra de pesquisa e o painel de temas.

- Comentários tumultuosos e que apenas repetem objeções já abordadas no artigo, serão ou deletados ou receberão uma dura resposta por sua desatenção.

Tecnologia do Blogger.