Uma resposta ao apologista islâmico Zakir Naik sobre a divindade de Cristo

Uma resposta ao vídeo do fundamentalista islâmico Zakir Naik

Zakir Naik (foto ao lado) é um indiano pregador islâmico tido como uma autoridade em religião comparada e o mais influente ideólogo salafista na Índia. O movimento salafista é conhecido por ser ultra-ortodoxo e conservador dentro do islamismo sunita que faz referência a doutrina conhecida como salafismo, tendo uma abordagem fundamentalista para o Islã, evocando o profeta Maomé e seus primeiros seguidores e antepassados ​​piedosos do islamismo. Daí o termo "Salafismo" a partir do árabe,  salaf ("antecessores", "antepassados") usado ​​para identificar os primeiros muçulmanos, que, segundo acreditam seus adeptos, fornecem a essência da prática islâmica. Ou seja, os salafistas como Zakir Naik se julgam os originais muçulmanos, os "predecessores piedosos" (as-Salaf as-Saleh).

Z. Naik (veja seu perfil no Facebook) é o fundador e presidente da Fundação de Pesquisa Islâmica (IRF), e fundador do canal Peace TV(veja aqui), através do qual ele atinge cerca de 100 milhões de espectadores. Dentre outras coisas, ele tem causado certo alvoroço no mundo islâmico por seus diversos vídeos em que supostamente estaria refutando cristãos sobre suas crenças e é claro, a mais importante delas que é a Divindade de Jesus Cristo.

Em um de seus vídeos Zakir indaga uma moça católica que logo é silenciada. Todavia ao vermos o contexto das circunstâncias onde houve a filmagem, logo percebemos que se trata ou de farsa ou de uma nova convertida pouco ciente do que deveria responder numa questão teológica contra um muçulmano. E a partir daí, a muslim salafista aplica sua propaganda de que teria refutado a Divindade de Cristo.


O vídeo acima, circula pela internet e assim que tivemos conhecimento dele, o Thiago Dutra de imediato se adiantou em oferecer uma réplica aos argumentos do pregador islâmico.

Uma resposta ao vídeo do Zakir Naik
Por Thiago Dutra


Esse vídeo chegou ao meu conhecimento recentemente, e apesar de me condoer pela pobre moça - que não estava bem preparada pois titubeou em seu argumento (não digo que todos os cristãos que não são teólogos são assim) - esse vídeo nos fornece muitas lições a não serem seguidas e base para formulação de diversos argumentos nossos contra essa tese muçulmana os quais apresentarei alguns aqui.
Vamos lá?


Primeiramente, em parte, o muslim está certo quanto a questão de seguir a Cristo e não a igreja, muito menos a romana no caso. Eu falei EM PARTE. Por quê?
Bem, tudo que é dito deve ser avaliado pelo crivo das Escrituras - Atos 17:11 -, e nisso tanto o catolicismo quanto o islamismo erram.

Logo depois, vemos o líder muçulmano dizer que quem segue os ensinamentos de Jesus com certeza vai para o céu, - só que esse céu não é um paraíso com setenta virgens como muitos deles dizem - (risos). O dito cujo, falha miseravelmente em inúmeros pontos.


A princípio ele comete a falácia do "petitio principii" ou petição de princípio, quando fala que Jesus não pode ser Deus por nunca ter dito ele mesmo que era Deus. O que ele não conta é que Jesus não diz isso nos Evangelhos de maneira DIRETA, mas em alguns trechos dos Evangelhos nós vemos Cristo falando de sua Divindade de maneira IMPLÍCITA, como por exemplo:

"E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado.Mas ele lhes disse: MEU PAI trabalha até agora, e eu também.Por causa disso, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, pois além de violar o sábado, também dizia que Deus era seu próprio Pai, FAZENDO-SE IGUAL A DEUS."João 5:16-18
Jesus também declara :

"Eu e o Pai somos UM. "João 10:30

Sendo ele UM COM O PAI, significa que ele possui A MESMA ESSÊNCIA DIVINA DO PAI, sendo portanto, DEUS. Só isso seria mais que o suficiente pra derrubar a falácia do muslim por terra, mas, como se não bastasse as palavras do próprio Jesus, há também os testemunhos direto dos escritores do Novo Testamento:

"No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, E A PALAVRA ERA DEUS. "João 1:1
No texto Grego, as palavras enfatizadas em caixa alta são:
KAI THEOS EN O LOGOS

Na tradução interlinear palavra por palavra, fica: "E DEUS ERA A PALAVRA. "
E João continua:
"E a Palavra ENCARNOU, e vimos a sua glória, como a glória do UNIGÊNITO DO PAI, cheio de graça e verdade. "João 1:14

Se a Palavra era Deus, também seria correto fazermos a seguinte paráfrase:

"E DEUS ENCARNOU..."

Veja que eu não estou interpolando o texto Bíblico, apenas dizendo que era nesse sentido que João escreveu. João nos relata a confissão de Tomé que é ainda mais reveladora:
" Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente. E Tomé respondeu, e disse-lhe: SENHOR MEU, E DEUS MEU!"João 20:27, 28
Olhem como estão essas palavras em grego:
"O KURIOS MOU KAI O THEOS MOU"

Literalmente... "O SENHOR DE MIM, E O DEUS DE MIM".
A quem deseje consultar: http://dubitando.no.sapo.pt/Jo.htm

Elaine Page em seu "Comentário de João" nos fala que:

“João acreditava que Jesus REALMENTE É DEUS EM FORMA HUMANA, e conta que o discípulo Tomé finalmente o reconheceu quando o encontrou depois da ressurreição e exclamou: ‘Meu Senhor e meu Deus’. Num dos primeiros comentários sobre João (de cerca de 240), Orígenes faz questão de dizer que, embora os outros evangelhos qualifiquem Jesus como humano, ‘NENHUM FALOU TÃO CLARAMENTE SOBRE SUA DIVINDADE, COMO FEZ JOÃO."(Comentário de João, 1.6)

Na sua primeira Epístola João continua a testificar que Jesus É DEUS:
"São três os que testificam no céu: O PAI, A PALAVRA, E O ESPÍRITO; ESTES TRÊS SÃO UM."1 João 5:7
" E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. ESTE É O VERDADEIRO DEUS E A VIDA ETERNA."1 João 5:20
Ainda há mais outro testemunho, que se encontra na carta aos Hebreus:

"Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, E ele me será por Filho?E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.E, quanto aos anjos, diz: Faz dos seus anjos espíritos, E de seus ministros labareda de fogo.Mas, do Filho, diz: Ó DEUS, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.Amaste a justiça e odiaste a iniquidade; por isso DEUS, o teu Deus, te ungiu com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.E: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, E os céus são obra de tuas mãos.Eles perecerão, mas tu permanecerás; E todos eles, como roupa, envelhecerão,E como um manto os enrolarás, e serão mudados. Mas tu és o mesmo, e os teus anos jamais terão fim. "Hebreus 1:5-12
Aqui o escritor aos Hebreus atribui características únicas a Cristo como:

  • Único Filho de Deus - vv 5
  • Maior que os anjos - vv 5-8
  • Deus - vv 8, 9
  • Criador - vv 10
  • Eterno - vv 11, 12

Mas essa daqui é a que dá o ultimato:

"EU SOU O ALFA E O ÔMEGA, DIZ O SENHOR DEUS, o que era, que é e que há de vir, O TODO-PODEROSO. "Apocalipse 1:8


A Bíblia de estudo Shedd nos explica essa passagem dizendo o seguinte:"Alfa... Ômega. A primeira e a última letra do alfabeto grego, apontando para CRISTO como AUTOR E FIM DE TODAS AS COISAS. "(Bíblia Shedd, Nota explicativa, pág 1759)

A obra "Apocalipse Versículo por Versículo " elucida ainda mais essa passagem:

" O Alfa é a primeira letra do alfabeto grego, significa: “O primeiro” (Ap 22.13) ou “O princípio” (Ap 21.6). O Ômega é a última letra do alfabeto grego, e significa: “O derradeiro” (Ap 21.13), ou “O último” (Ap 1.17; 2.8; 21.6). Estes títulos são aplicados à pessoa de Cristo Jesus, e apresentam ao mesmo tempo a sua eternidade. 1. Na língua portuguesa a pessoa de Cristo é representada em cada letra, da seguinte forma: (A) Advogado, 1 Jo 2.1. (B) Bispo das vossas almas. 1 Pd 2.25. (C) Cristo. Lc 2.11. (D) Deus Forte. Is 9.6. (E) Emanuel (Deus conosco). Mt 1.23. (F) Filho de Deus. Jo 1.34. (G) Governador. Is 55.4. (H) Homem. 1 Tm 2.5. (I) Imagem de Deus. Cl 1.15. (J) Jesus. Mt 1.21. (L) Leão da tribo de Judá. Ap 5.5. (M) Maravilhoso. Jz 13.18; Is 9.6. (N) Nazareno. Mt 2.23. (O) Ômega. Ap 1.8. (P) Príncipe da Paz. Is 9.6. (Q) Querido do Pai. Sl 4.3. (R) Rei. Mt 2.2; Jo 18.37. (S) Salvador. Lc 2.11. (T) Tudo: no sentido de bondade. Cl 3.11. (U) Ungido. Sl 2.2. (V) Verbo de Deus. Jo 1.1. (Z) Zelador da casa de Deus. Jo 2.17. O (X) é substituído pelo “AMÉM”. Ap 3.14."
(Apocalipse Versículo por Versículo, CPAD, págs 10, 11)

Ou seja, Cristo afirma que é A ORIGEM E O FIM DE TODAS AS COISAS, e além de tudo O ONIPOTENTE DEUS. O termo grego que aparece em Apocalipse 1:8 é EGO EIMI, a saber, EU SOU.

Então como esse camarada islâmico diz que Jesus NUNCA AFIRMOU SER O DEUS ONIPOTENTE? Com certeza o que ele faz é rebater somente o que lhe convém. Vamos a mais alguns testemunhos apostólicos:


Paulo
" De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, SENDO EM FORMA DE DEUS, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai."Filipenses 2:5-11
"... Cristo, segundo a carne, o qual é sobre todos, DEUS BENDITO ETERNAMENTE. Amém!"Romanos 9:5
Pedro
"Simão Pedro, escravo e apóstolo de Jesus Cristo, aos irmãos que, mediante a justiça DE NOSSO DEUS E SALVADOR JESUS CRISTO, receberam conosco uma fé igualmente valiosa"(2 Pedro 1:1)
Se Jesus não é Deus. então os apóstolos eram "idólatras" pois estão chamando Cristo de HO THEOS - O DEUS...
Mas, para incrementar ainda mais as evidências do equívoco do líder religioso, vejamos o que os líderes da igreja Antiga falam sobre a Divindade de Cristo:

Inácio de Antioquia, que teria sido morto por volta de 97 d.C. Em sua Carta aos Efésios, afirma:
“Existe um médico, ao mesmo tempo carnal e espiritual, nascido e não-nascido, DEUS FEITO EM CARNE, vida verdadeira na morte, de Maria e de Deus, primeiro submetido ao sofrimento e depois além do sofrimento, JESUS CRISTO, NOSSO SENHOR.”

Muito embora tal declaração pareça um pouco complexa, o reconhecimento da divindade de Cristo nesse verso é sem ressalvas. Não é à toa que ele mesmo também escreveu:
“NOSSO DEUS, JESUS, o Cristo, foi concebido por Maria de acordo com o plano de Deus, tanto da semente de Davi quanto do Espírito Santo. Nasceu e foi batizado para que, por meio de seu sofrimento, ele pudesse limpar a água” (Aos Efésios 18.2) – “O reino antigo foi abolido, quando Deus apareceu em forma humana para trazer a novidade da vida eterna; e aquilo que Deus esteve preparando por Deus passou a existir” (Aos Efésios 19.3) – “Continuem a se reunir, todos vocês, coletiva e individualmente por nome, em graça, em uma fé e em um Jesus Cristo, que fisicamente é descendente de Davi, que é Filho do Homem e Filho de Deus”
(Aos Efésios 20.2)

Clemente de Roma
“Esta é a maneira, meus queridos amigos, pela qual encontramos nossa salvação, a saber, Jesus Cristo, o sumo sacerdote de nossas ofertas, o guardião e ajudador em nossas fraquezas. Por meio dele, olhamos firmemente para as alturas do céu, por meio dele, vemos como em espelho sua face perfeita e transcendente; por meio dele, os olhos de nosso coração foram aberto; por meio dele nossa mente, o Mestre desejou que provássemos do conhecimento imortal, pois ‘Ele, sendo o resplendor de sua majestade, é muito superior aos anjos, e o nome que herdou é muito mais excelente’ (cf. Hb.1.4)”
(1 Clem.36.1-2)
A citação que Clemente faz de Hebreus 1.4 reforça a idéia de que esse Pai Apostólico estava pensando em Cristo como o “χαρακτὴρ τῆς ὑποστάσεως αὐτοῦ” (a expressa imagem do seu Ser), expressão que descreve a identidade essencial do Filho com o Pai. Entretanto, alguém pode objetar por dizer que o autor de Hebreus não tinha essa intenção (como os TJs já fazem com o NT), e por isso convido o leitor a ler outra porção de Clemente:
“Irmãos, devemos pensar em Jesus DO MESMO MODO COMO PENSAMOS EM DEUS, como ‘o juiz de vivos e mortos’.”
(2 Clem.1.1)

Justino Mártir, sobre Cristo escreveu:
“Nosso mestre nessas coisas é Jesus Cristo, que também nasceu para esse propósito e foi crucificado debaixo de Pôncio Pilatos, procurador da Judéia, nos tempos de Tibério César; NÓS O ADORÁVAMOS RACIONALMENTE (COMO DEUS), tendo aprendido que ele mesmo é o Filho do Deus Verdadeiro e considerando-o no segundo lugar, e o Espírito profético no terceiro."
(I Apologia 12-13 - parênteses acrescentados)


Melito de Sardes, em usa obra Discurso da Cruz diz:

“Por causa disso ele veio até nós; por causa disso, embora fosse incorpóreo, ele formou para si mesmo um corpo de acordo com nossa aparência – aparentando ser um cordeiro, embora continuasse a ser o Pastor; considerado um servo, ainda que não tivesse renunciado à sua condição de Filho; sendo carregado no ventre de Maria, embora ainda estivesse dentro da natureza do Pai; caminhando sobre a terra, mais ainda enchendo o céu; aparentando ser uma criança, sem descartar a eternidade de sua natureza; sendo investido de um corpo, sem confinar a genuína simplicidade de sua Trindade; sendo considerado pobre, mas em ter sido destituído de suas riquezas; necessitando de sustento, porquanto era homem, mas sem deixar de alimentar o mundo todo, UMA VEZ QUE ELE (((É DEUS))); colocado na forma de servo, sem debilitar a semelhança com seu Pai. Ele sustentou cada traço que lhe pertencia numa natureza imutável: ele estava diante de Pilatos e, ao mesmo tempo, estava sentado com seu Pai, ele foi pregado no madeiro, MAS ERA O SENHOR DE TODAS AS COISAS.”
(Discurso da Cruz - Ênfase acrescentada)


"Assim O PAI É DEUS, O FILHO É DEUS, O ESPÍRITO SANTO É DEUS."
(Credo Atanasiano)


Bart Ehrman, em uma obra comercial intitulada “Verdade e Ficção em o Código DaVinci”, sobre o Concílio de Nicéia e Constantino afirma:
“Constantino efetivamente convocou o Concílio de Nicéia, e uma das questões a serem tratadas era a divindade de Jesus. Mas não se tratava de um concílio reunido para decidir se Jesus era divino ou não (…) muito pelo contrário: todos os participantes do Concílio – e na realidade praticamente todos os cristãos em qualquer lugar – JÁ ESTAVAM DE ACORDO QUE JESUS ERA DIVINO, O FILHO DE DEUS. A questão em debate consistia em saber como entender a divindade de Jesus à luz da circunstância de que também era humano. Além disso, como poderiam Jesus e Deus serem ambos Deus se havia um único Deus? Estas, sim, eram as questões discutidas em Nicéia, e não a de saber se Jesus era divino ou não”

O muçulmano ainda argumenta dizendo que Jesus não poderia ser Deus por ter dito "O Pai é maior que eu." - João 14:28, mas não sabe que esse "maior" é no sentido de HIERARQUIA, pois como demonstramos aqui, Jesus é IGUAL A DEUS, pois Bíblia diz que Jesus é


  • Deus - João 1:1, Romanos 9:5, Filipenses 2:6, 2 Pedro 1:1
  • Onipotente - Mateus 28:18, Apocalipse 1:8
  • Onipresente - Mateus 28:20
  • Onisciente - João 21:17, Colossenses 2:1-3
  • Eterno - João 1:2, 8:58

Isso já é mais que o bastante pra demolir os argumentos do líder muslim. Mas ele disse que quem segue os ensinamentos de Jesus Cristo vai para o céu, correto? Ora, Não crer que ELE É DEUS, O DEUS ONIPOTENTE é seguir seus ensinamentos? Mas, se ele diz SEGUIR OS ENSINAMENTOS DE JESUS, acho que ele não deveria ser muçulmano pois seu livro sagrado, o Alcorão, não está de acordo com os ensinamentos de Cristo. Vamos às provas:
Jesus ensinou:

" Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus."Mateus 5:43-48
Já o Alcorão diz:
"Matai-os onde quer se os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. ... E combatei-os até terminar a perseguição e prevalecer a religião de Deus. Porém, se desistirem, não haverá mais hostilidades, senão contra os iníquos."
Alcorão 2:191,193
Isso é seguir a Jesus?


Ora, Jesus ensinou:
"Eu, porém, vos digo: Qualquer que se divorciar da sua esposa, exceto por imoralidade sexual, faz com que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério."Mateus, 5:32
Já o Alcorão diz:
"Também vos está vedado desposar as mulheres casadas, salvo as que tendes à mão. Tal é a lei que Deus vos impõe."
Alcorão 2:24

Quando o Alcorão fala sobre "as que tendes à mão", ele refere-se àquelas que estão na sua posse - propriedade sua. No contexto da surah 4, o Alcorão fala das mulheres que eles capturaram em guerra. Aquelas mulheres que foram capturadas como reféns numa guerra são aquelas que "tendes à mão". Maomé sancionou o abuso sexual destas mulheres capturadas em guerra. Isso é seguir a Jesus?

Jesus ensinou:
"Um dos mestres da lei achegou-se e os ouviu argumentando. Ao constatar como Jesus lhes houvera respondido esplendidamente, perguntou-lhe: “De todos os mandamentos, qual é o mais importante?”Esclareceu Jesus: “O mais importante de todos os mandamentos é este: ‘Ouve, ó Israel, o Senhor, o nosso Deus é o único Senhor.Amarás, portanto, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força’.E o segundo é: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Não existe qualquer outro mandamento maior do que estes”."Marcos 12:28-31
Já o Alcorão diz:
"Infundiremos terror nos corações dos incrédulos, por terem atribuído parceiros a Deus, sem que Ele lhes tivesse conferido autoridade alguma para isso."
Alcorão 3:151

Quando o versículo diz "por terem atribuído parceiros a Deus", refere-se a idolatria; politeísmo. Uma vez que alguns maometanos acreditam que o conceito Cristão de Cristo é politeísmo, esta ayah também se refere a eles.

"Está-vos prescrita a luta (pela causa de Deus), embora o repudieis. É possível que repudieis algo que seja um bem para vós e, quiçá, gosteis de algo que vos seja prejudicial"
Alcorão 2:216

Isso é seguir a Jesus???

Jesus ensinou:
"Bem-aventurados os misericordiosos, pois alcançarão misericórdia."Mateus 5:7
Já o Alcorão diz:
" É inadmissível que o Profeta e os fiéis implorem perdão para os idólatras, ainda que estes sejam seus parentes carnais, ao descobrirem que são companheiros do fogo."
Alcorão 9:113
" O castigo, para aqueles que lutam contra Deus e contra o Seu Mensageiro e semeiam a corrupção na terra, é que sejam mortos, ou crucificados, ou lhes seja decepada a mão e o pé opostos, ou banidos. Tal será, para eles, um aviltamento nesse mundo e, no outro, sofrerão um severo castigo."
Alcorão 5:3

Isso é seguir a Jesus???

Jesus ensinou:
"Bem-aventurados os mansos, pois herdarão a terra."Mateus 5:5
Já o Alcorão diz:
" Combatei aqueles que não creem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro [judeus e cristãos], até que, submissos, paguem o Jizya."
Alcorão 9:29


Isso é seguir a Jesus??????

Jesus ensinou:
"Felizes os que promovem a paz, pois serão chamados filhos de Deus."Mateus 5:9

Já o Alcorão diz:
"Não fraquejeis (ó fiéis), pedindo a paz, quando sois superiores; sabei que Deus está convosco e jamais defraudará as vossas ações."
Alcorão 47:37

Isso é seguir a Jesus??????

A Bíblia ensina:
"São três os que testificam no céu: O Pai, a Palavra e o Espírito; ESTES TRÊS SÃO (((UM))). "1 João 5:7
Já o Alcorão diz:
" São blasfemos aqueles que dizem: Deus é um da Trindade!, portanto não existe divindade alguma além do Deus Único. Se não desistirem de tudo quanto afirmam, um doloroso castigo açoitará os incrédulos entre eles."
Alcorão 5:73
ISSO É SEGUIR A JESUS????

A Bíblia ensina:
"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor."Hebreus 12:14
Já o Alcorão diz:
" Não clameis, hoje, por uma só destruição; clamai, outrossim, por muitas destruições!"
Alcorão 35:14

ISSO É SEGUIR A JESUS CRISTO??????


Devido a que o líder muslim não falou isso quando quis bancar o apologista diante da moça católica?

Ademais, muitos muçulmanos afirmam que a Bíblia, principalmente nas partes que reconhecem a Cristo como Deus, foi adulterada; mas pra tristeza deles O PRÓPRIO ALCORÃO DESMENTE ISSO.
O argumento islâmico hoje para rejeitar a Bíblia e as doutrinas cristãs, é que houve تحریف "tahrif", ou seja, que tanto o Antigo quanto o Novo testamento foram alterados, corrompidos e que portanto o Alcorão é a unica fonte de revelação verdadeira permanente hoje da parte de Deus para a humanidade. Só que eles não dão uma única prova de que os mais de 5300 Manuscritos que ATESTAM A DIVINDADE DE CRISTO foram adulterados. Tudo não passa de especulação.

Vejamos algumas afirmações que o Alcorão faz acerca da Bíblia:

A Surata 05:47 diz:
Por que recorrem a ti por juiz, quando têm a Tora que encerra o Juízo de Deus?(...) Revelamos a Tora, que encerra Orientação e Luz, com a qual os profetas, submetidos a Deus, julgam os judeus, bem como os rabinos e os doutos, aos quais estavam recomendadas a observância e a custódia do Livro de Deus.(...) E depois deles (profetas), enviamos Jesus, filho de Maria, corroborando a Tora que o precedeu; e lhe concedemos o Evangelho, que encerra orientação e luz, corroborante do que foi revelado na Tora e exortação para os tementes.Que os adeptos do Evangelho julguem segundo o que Deus nele revelou, porque aqueles que não julgarem conforme o que Deus revelou serão depravados.(Surata 5:43-47)

"Porém, se estás em dúvida sobre o que te temos revelado, consulta aqueles que leram o Livro antes de ti. Sem dúvida que te chegou a verdade do teu Senhor; não sejas, pois, dos que estão em dúvida."(Surata 10:94)

Para ver mais sobre o próprio Alcorão afirmando a autenticidade da Bíblia, (clique aqui). Portanto os muçulmanos são refutados pelo seu próprio livro... Logo, tão contraditório que o islamismo, só o catecismo católico...

O islã deveria observar a Sura que diz:
"São aqueles a quem concedemos o Livro, a sabedoria e a profecia. Mas se estes (seus descendentes) os rejeitassem, mesmo assim, confiá-los-íamos a outro povo que não fosse incrédulo."

Ou seja, ainda que os cristãos e judeus estivessem errados, e rejeitassem os escritos de outrora, todavia é a Bíblia que ainda assim o islã deveria observar caso fossem esse "outro povo" a quem o Livro fora confiado. Logo eles não são seguidores nem de Cristo, nem do próprio Alcorão... E com isso, a falácia do líder muslim desmorona, como um Castelo de cartas. E ele se saiu bem neste vídeo, apenas porque se deparou com uma jovem que pelo visto não tinha preparo bíblico e teológico, mas duvido que tivesse a mesma sorte se topasse com alguém mais entendido como um apologista cristão mais instruído por exemplo.

E assim, esperamos que apreciem nossa resposta e não deixem de levar por sensacionalismo islâmico.


Em nome da Verdade e do Evangelho de Cristo
Thiago Dutra



Deus abençoe a todos.


Salaam Aleikum. (Risos)

Att: Elisson Freire

COMMENTS

BLOGGER: 14
Loading...
Nome

Adulterações Bíblicas,3,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,23,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,4,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,21,Reflexões,10,Refutações,55,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,2,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,9,
ltr
item
Resistência Apologética: Uma resposta ao apologista islâmico Zakir Naik sobre a divindade de Cristo
Uma resposta ao apologista islâmico Zakir Naik sobre a divindade de Cristo
Uma resposta ao vídeo do fundamentalista islâmico Zakir Naik
http://4.bp.blogspot.com/-OxGW17OhkEc/VftQCLdysgI/AAAAAAAAdn4/bVXU8W0h3h0/s320/Zakir-naik.jpg
http://4.bp.blogspot.com/-OxGW17OhkEc/VftQCLdysgI/AAAAAAAAdn4/bVXU8W0h3h0/s72-c/Zakir-naik.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/09/uma-resposta-ao-apologista-islamico-zakir-naik-sobre-a-divindade-de-cristo.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/09/uma-resposta-ao-apologista-islamico-zakir-naik-sobre-a-divindade-de-cristo.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy