Header Ads

Resistência Apologética

Diga Não Ao Aborto - Hangout - Entenda, reflita e aprecie nossos argumentos em favor da vida humana desde a sua concepção.


Aborto é sofrimento, é morte de inocente. ‪Diga Não Ao Aborto‬

(Assista ao Vídeo no final da matéria)

Nosso bate-papo sobre aborto está cheio de informações importantes pra você que acredita na preciosidade da vida humana e está cansado do discurso dos abortistas propagado pela mídia vendida.

Entenda, reflita e aprecie nossos argumentos em favor da vida humana desde a sua concepção. E conheça as refutações para cada uma das objeções usadas a favor do aborto.



"Erga a voz em favor dos que não podem defender-se, seja o defensor de todos os desamparados." -Provérbios 31:8







Questões abordadas:


I – Refutando a alegação de erro de tradução Bíblica quanto ao texto sobre Jesus nascer de uma virgem. - Por Lucas Banzoli

II – De onde vem a filosofia? Quais as raízes filosóficas por traz desta ideologia abortista? - Por Cris Corrêa

III –
Refutando mitos da pós-modernidade esquerdopata em apelo a ideais abortistas e feministas. - Por Bernardo Kuster
IV – Revistas e PL - Por Priscilla Aydar

V – Definições de Estado Laico, O Ser Humano, Infanticídio - Por Lucas Banzoli

VI – Estágio de desenvolvimento - Bernardo Kuster

VII – Métodos contraceptivos - Cris Corrêa

Não deixe de conferir!



Att: Elisson Freire

Um comentário:

  1. É benfazeja essa sua sua campanha contra o aborto, que para mim é o crime mais covarde que existe. Quando fui Presidente da OAB em Londrina, promovi uma semana de CAMPANHA PELA VIDA, combatendo ferozmente o aborto. E ele - o aborto - é para mim o crime mais covarde que existe, pois o algoz não dá à vitima condenada (e inocente!) nenhuma chance de pedir piedade. Aí está a razão, acho eu, do porque os abortistas preferem matar o inocente sem olhar-lhe nos olhos. com medo de se sensibilizarem ante o procedimento brutal que praticam (já se provou que o feto grita de dor, quando é ferido pelo bisturi, pela agulha de tricô, ou qualquer outra arma. Consegui salvar algumas vidas (mas nunca o bastante para um tipo de situação como essas). E até hoje me emociono quando recebo a visita de algumas dessas - então crianças - que salvei. Percorri o Paraná promovendo palestras sobre o assunto. E, seria cômico se não fosse ridículo: eu era seguido e perseguido por uma espécie de "comitê" de abortistas, liderado por uma Vereadora londrinenses, com o apoio - o que á lamentável, do Ministério Púbico local. Durante minhas falas. tumultuavam, esbravejavam, mas nada conseguiam. A sua última tentativa foi no Curso de Medicina da UFPR, onde, para frustração da "brigada do abortismo", após o término da palestra, recebi franca aprovação dos presentes (a grande maioria era composta de médicos). Perdoem-me a extensão do texto, mas era preciso escrevê-lo. Embora nos debates eu seja contra agressões e apodos violentos, não resisto e recordo uma frase, dita numa das últimas eleições presidenciais na Rússia, do nacionalista russo Jirinowski, que, afrontado pelo candidato comunista, que defendia o aborto, observou: "Sorte sua não haver o aborto em nosso país, pois se houvesse esta hora você não estaria aqui nos atrapalhando, mas sim rolando por algum esgoto de Moscou!"

    ResponderExcluir

Seja respeitoso e saiba que não aprovamos comentários de anônimos caso se trate de conteúdo inapropriado ao artigo, como ataques, deboches ou críticas irrelevantes e sem nada a acrescentar. Não publicaremos comentários que não tenham a ver com o tema do artigo. Se quiser fazer uma crítica ou sugestão, utilize a página de Contato.

- Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados então:

* É de sua inteira responsabilidade o que será escrito aqui.

* Não use o caps lock a menos que queira enfatizar alguma palavra. Textos em caps lock serão excluídos!

* Escreva sem xingamento, respeite o seu próximo. Comentários depreciativos e ofensivos serão deletados. Assim como os que fugirem ao escopo do artigo.

- Caso deseje contraditar algum de nossos artigos, certifique-se de o ter lido completamente e verifique se a sua objeção já não está respondida em outra postagem nesta página. Utilize a barra de pesquisa e o painel de temas.

- Comentários tumultuosos e que apenas repetem objeções já abordadas no artigo, serão ou deletados ou receberão uma dura resposta por sua desatenção.

Tecnologia do Blogger.