Lutero bêbado antissemita e a ignorância hipócrita do Fernando Nascimento

Ao me deparar com a patética réplica do Fernando Nascimento que está atrasada há mais de um ano, pude perceber que ele não apenas está totalmente desatualizado mas também muitos leitores do seu blog "Fim da Farsa".

Refutando o Fernando Nascimento e sua mais nova secretária Nicélia Pinheiro




Ao me deparar com a patética réplica do Fernando Nascimento que está atrasada há mais de um ano, pude perceber que ele não apenas está totalmente desatualizado mas também muitos leitores do seu blog "Fim da Farsa". Fernando Nascimento e alguns de seus leitores católicos serem preguiçosos intelectualmente e por demais seletivamente falaciosos em ignorância disso eu já sabia, mas, não esperava que os tais sofressem de descerebramento coletivo, ou no caso, ervilhamento cerebral.

Recentemente em minha time line do facebook me deparei com algumas objeções nada relevantes contra minhas respostas ao artigo do Fernando Nascimento. Afirmo que foram objeções irrelevantes pois não passam de meras tentativas de apenas repetir a exaustão o que já foi tornado inválido antes e caberia ao Fernando Nascimento elaborar outra contra resposta mais robusta e efetiva do que apenas palpites e espantalhos. 


(Acima, radiografia da cabeça dos 
seguidores do Fernando Nascimento)

Caso queiram estar cientes do que me refiro, trata-se de algumas objeções "históricas" feitas pelo Fernando e que são amplamente veiculadas e utilizadas em diversos sites, blogs, comunidades e grupos de debate. São assuntos polêmicos mas nada que seja difícil de lidar, a menos que você se depare com sujeitos hipócritas e revisionistas como o Fernando Nascimento.

Pois bem, segundo o Fernando Nascimento houve uma tenebrosa inquisição protestante, e mais ainda, foi o protestantismo que teria dado inspiração ao holocausto judeu. Só que tanto uma quanto a outra postagem do Fernando em seu blog foram brevemente refutadas em dois de meus artigos. 


Segue então que, após algum tempo o Fernando publica em janeiro de 2014 seu artigo destinado a ser uma contra resposta a meus dois artigos supra citados. E após eu ter lido cada virgula e objeção feita contra meus artigos, percebi que o Fernando apenas voltou suas respostas contra mim e não a meus argumentos e fez pior ainda para ele mesmo, iniciou seu artigo com um espantalho sobre Pio XII.

Então, alguns dias depois, em fevereiro de 2014 publico minha refutação ao texto do Nascimento, respondendo uma a uma de suas objeções, acusações, falácias e qualquer outra tentativa dele retornar com sua pedante audácia ginasiana. São mais de 60 respostas que podem ser vistas no meu artigo Quebrando o Encanto do Fernando Nascimento. Devido o artigo ser bastante extenso, publiquei recentemente uma resenha do mesmo, um resumo para que os leitores sejam introduzidos ao texto na íntegra e, antes que leiam o encanto do Fernando Nascimento ser quebrado, possam ter uma prévia do que se trata lendo Respostas ao católico Fernando Nascimento.


Contudo tanto o Fernando quanto alguns de seus leitores não foram atentos em evitar serem descarados. Achando que suas lamurias revestidas de ad nauseam lhes seriam oportunas ambos decidem aparecer cerca de um ano depois, repetindo a mesma ladainha desbotada só que na maior cara de pau, em minha própria pagina no facebook como mostrarei abaixo.


Este é o artigo do Fernando que pode ser lido (neste link). Porém, já refutado há mais de um ano, nesse meu artigo > clique aqui <





Contudo a Nicélia Pinheiro um ano depois, apenas leu o resumo do artigo sem se dar ao trabalho de checar o link já anexado onde consta as mais de 60 respostas dadas por mim. Para além dela mesma provar que não passa de uma preguiçosa ignorante seletiva, ela nos dá prova ainda maior de seu próprio mal caratismo proveniente de seu cérebro engessado que já está reduzido ao tamanho de uma ervilha e creio que se encontra em estado irreversível. Isso é fácil notar, vejam a resposta dela depois de ler apenas parte do resumo:

Obrigada por CONFIRMAR que o alcóolatra Lutero foi o autor da revolta que vitimou milhares de vidas injustamente.



Notem que além dela nada refutar, ela ainda faz objeções sem base alguma e piora sua situação ao ser completamente apelativa em sua retórica pois, caso essa sujeita não tenha notado, o próprio artigo que fiz não nega que Lutero tenha atuado numa mediação agressiva contra os camponeses, mas daí essa dissimulada dizer que ele foi o AUTOR da revolta camponesa... ou ela é muito desinformada ou veio até mim só pra encher o saco e dar uma de quem pode palpitar alguma coisa.

Se essa Nicélia fosse honesta e interessada na verdade teria visto a resposta de numero 40 no artigo já tratando desta questão sobre a revolta dos camponeses:

camponeses sob a liderança de Munzer foram mortos pelas forças estatais porque estavam levantando uma insurreição. Radicalistas como Nicholas Storck, Marcus Stubner e Thomas Munzer – os “profetas de Zwickau” – combinavam misticismo com um radicalismo tão destrutivo que cartas apressadas e urgentes foram enviadas a Lutero para deter a desordem. Lutero, entretanto, pessoalmente pregou contra esses movimentos durante oito dias na cidade de Wittemberg. Foi o próprio Lutero quem freou a bagunça, expulsando os radicais, apoiando o Estado, e explicando que a Reforma não poderia ser realizada por tumultos e insurreições, mas somente pelo poder da Palavra de Deus.

a romanizada hipócrita além de ignorar isso, ainda omite o fato de que os radicais anabatistas também eram perseguidos e mortos por lideranças católicas, na Espanha católica, por exemplo,  os anabatistas eram mortos por afogamento. Por isso que no inicio desse artigo eu afirmei que os “apologistas” católicos, se sustentam apenas com meias-verdades, e com essas histórias mal contadas tentam criminalizar a todo custo os protestantes, esquecendo-se de que nós ainda estamos VIVOS para confrontar e desmascarar tais exageros.

Na resposta 62 também encontramos algo ignorado pela mente de ervilha Nicélia Pinheiro:

Sobre Lutero e os camponeses, isso já está referido acima, tanto os príncipes católicos como os protestantes acolheram o convite e também massacraram os rebeldes.“Em 1524, eclodiu nos territórios do Império uma gigantesca rebelião camponesa. Bandos armados compostos de cerca de trezentos mil camponeses saquearam igrejas, castelos e cidades. Lutero, depois de tentar inutilmente uma mediação, escreveu o tratado Contra os bandos arruaceiros e assassinos dos camponeses, uma espécie de carta aberta aos príncipes alemães pedindo para conter os rebeldes. "Esta é a época da ira e da espada, não a da graça [...] Por isso, caros senhores [...] matem, esganem, estrangulem quem puderem [...] e se alguém julgar tudo isso duro demais, pense que a sedição é insuportável e que a cada momento é preciso esperar a catástrofe do mundo." (David Christie-Murray, op. cit, p. 202.)

A Nicélia ainda merece outra resposta e é sobre o "alcoólatra Lutero". Pois bem, pra inicio de conversa Lutero não era nenhum alcoólatra, tal acusação é proveniente de uma de suas cartas a seu amigo Jerome cheia de hipérboles como costume de Lutero, e a citação é extraída de seu contexto apenas para denigrir a imagem do reformador. Vejamos o que Lutero diz:

"Assim, se o diabo dissesse a você: Por todos os meios, não beba! você deve dizer a ele: Só porque você proibiu, vou beber, e que, liberalmente desta forma você deve sempre fazer o contrário do que Satanás proíbe".

Como podem ver, outro hiperbolismo de Lutero seguido de sarcasmo, pois é lógico que Lutero está enfatizando é que todo vício vem de satanás que sempre persiste a nos derrubar de todas as formas, inclusive com pensamentos, e no caso de Jerome, o vicio da bebida o atormentava, só um louco admitiria que satanás proíbe alguém de se embebedar. Mas, pra não deixar duvidas, veja o que Lutero diz antes: 

"Graça e paz em Cristo. Meu querido Jerome, você deve acreditar firmemente que sua aflição vem do diabo, e que você é atormentado desta maneira porque você acredita em Cristo. Para você ver que os inimigos mais iradas do Evangelho, como, por exemplo, Eck, Zwingli, e outros, são impedidos de estar à vontade e feliz.
Todos nós que somos cristãos, temos o diabo como o nosso adversário e inimigo, como Pedro diz: "Vosso adversário, o demônio, anda em cerca de vós", etc, 1 Pet. 5, 8. Querido Jerome, você deve se alegrar com estes ataques do diabo, porque eles são um sinal claro de que você tem um Deus clemente e misericordioso.
Você diz: Esta aflição é mais grave do que eu posso suportar, você tem medo de que você possa ser superado e vencido, para que você seja levado a blasfêmia e desespero. Eu sei como são esses truques de Satanás: se ele não pode superar a pessoa a quem ele atinge no primeiro momento, ele pretende esgotar e enfraquecê-lo incessantemente por atacá-lo, a fim de que a pessoa venha sucumbir e reconhecer-se derrotado.
Assim, sempre que esta aflição, acontecer a você, cuidado para não entrar em uma discussão com o diabo, ou numa meditação sobre esses pensamentos mortíferos. Pois isso significa nada mais do que se render ao diabo e sucumbir a ele. Você deve sim tomar cuidado para tratar esses pensamentos que o diabo infunde em você com o mais severo desprezo. Nas aflições e conflitos deste tipo, o desprezo é a maneira melhor e mais fácil para superar o diabo. Decida-se a rir de seu adversário, e encontrar alguém a quem você pode se envolver em uma conversa. Você deve por todos os meios evitar ficar sozinho, pois o diabo irá fazer o seu esforço mais forte para pegá-lo, ele está na espera por você quando você está sozinho. Em um caso como este o diabo é vencido por você desdenhar e desprezar ele, não se opondo a ele e nem discutindo com ele." 

Lutero alerta seu amigo ao perigo de se dar ouvidos a satanás, sobre o perigo de se martirizar em pensamentos principalmente quando se está sozinho, pois o Diabo sempre trabalha para nos derrubar, em seguida é que Lutero diz:

"Assim, se o diabo dissesse a você: Por todos os meios, não beba! você deve dizer a ele: Só porque você proibiu, vou beber, e que, liberalmente desta forma você deve sempre fazer o contrário do que Satanás proíbe".( W.H.T Dau, Lutero examinado e reexaminado: uma revisão da crítica católica e um pedido de reavaliação (Concordia pub. House, 1917), pp 119-122 .)
Exatamente sobre essa carta de Lutero a Jerome Weller, onde outras insinuações católicas são levantadas para difamar o reformador, é que o biografo WHT Dau nos informa que:

"Acreditamos que nem todos os católicos podem ser levados a acreditar nas insinuações de seus escritores[católicos] contra Lutero, quando todos os fatos do caso são apresentados a eles! "
[W.H.T Dau, Lutero examinado e reexaminado: uma revisão da crítica católica e um pedido de reavaliação (St Louis: Concordia Publishing House, 1917), 58]. 

Portanto ou a Nicélia faltou a essa aula ou o cérebro de ervilha dela não assimila este tipo de informação que já a refuta antes mesmo dela soletrar o que disse sobre Lutero ser um alcoólatra.

Se não bastar essa refutação a essa católica ignorante que vive com mentiras arrotando acusações, cabe ressaltar que não existe qualquer documento histórico que insinue que Lutero era um bêbado. Na verdade uma breve analise honesta sobre os trabalhos de Lutero já é o suficiente para ver que Lutero pregou e escreveu contra a embriaguez ao longo de toda a sua vida com muito vigor. Como o biógrafo Heinrich Boehmer muito bem observa:

"Lutero atacou o desejo de beber com palavra e pena mais vigorosamente do que qualquer alemão de sua época."[ Fonte , Heinrich Boehmer, Lutero e da Reforma na Luz da pesquisa moderna ( London: G. Bell and Sons LTD, 1930), 198].

 Lutero se opunha drasticamente aos príncipes alemães e ao povo por serem dados ao vicio da bebida. Um exemplo entre muitos é o sermão de Lutero em Sobriedade e Moderação contra gula e embriaguez em 1539: 

O governo secular não proíbe, os príncipes não fazem nada sobre isso, e os governantes das cidades não fazem nada, mas fecham os olhos para eles e fazem a si mesmos. Nós pregamos e as Sagradas Escrituras nos ensinam o contrário; mas vocês querem iludir o que é ensinado. Comer e beber não são proibidos, há liberdade sim quanto a todos os alimentos, mesmo para uma bebida modesta. Mas se você estiver indo mais além não querendo agir assim e sendo um porco ao beber cerveja e vinho porque isso não é interrompido pelos governantes, então você deve saber que você não pode ser salvo. Porque Deus não vai admitir esses bebedores porcos no reino dos céus [cf. Gal. 5: 19-21]. Não é à toa que todos vocês são mendigos. Quanto dinheiro não poderia ser salvo [se beber em excesso fosse evitado] "[LW 51: 293]..

Vejamos o que Lutero diz aos católicos de sua época sobre o alcoolismo e cabe ressaltar que ele dizia isso a cidadãos que antes de serem "protestantes", ERAM CATÓLICOS. Vejam:
"Ouça a Palavra de Deus que diz:" Sejam sóbrios ", e isso não foi dito em vão. Você não deve ser um porco; tal coisa não pertence aos cristãos. Assim também em I Coríntios. 6 [9-10]: Nem bêbado, devasso, ou adúltero pode ser salvo. Não pense que você está salvo se você é um porco bêbado dia e noite. Este é um grande pecado, e todo mundo deve saber que esta é uma grande iniqüidade tal, que faz você culpado e excluo-o de vida eterna. Todo mundo deve saber que tal pecado é contrário ao seu batismo e dificulta a sua fé e sua salvação. Portanto, se você deseja ser um cristão, tome cuidado em controlar a si mesmo. (...) Portanto, esteja atento e sóbrio. . Isso é o que é pregado para nós, que queremos ser cristãos "[LW 51: 293-294] 

 Portanto o que a Nicélia irá alegar agora? Que tipo de mentira made in Fernando Nascimento ela irá usar agora? Eu vou logo me adiantar e responder ao possível argumento que ela poderia levantar pra se sentir mais contente com suas próprias insinuações sem base alguma.

Pensando aqui comigo me lembrei de uma objeção muito usada por militantes católicos ignorantes, é a mentira de que ele teria se suicidado ou morrido bêbado. Contudo vejamos o que o historiador Frantz Funck-Brentano escreveu em sua obra "Martim Lutero":

"Os dois médicos, que o tinham tratado nos últimos momentos, não puderam chegar a um acordo sobre a causa de sua morte, opinando um por um ataque de apoplexia, outro por uma angina pulmonar."(FUNCK-BRENTANO, Frantz. Martim Lutero. 3. ed. Rio de Janeiro: Vecchi, 1968, p. 277.)

E agora vem a parte interessante, pois a fonte de tal informação acima sobre a morte de Lutero, eu extrai diretamente de um dos maiores portais de apologética católica que existem no Brasil. O VERITATIS ainda diz:

A propósito, em 1521, por ocasião da Dieta de Worms (uma espécie de audiência imperial), foi publicado pelo Imperador Carlos V o Edito de Worms, pelo qual qualquer pessoa, ao menos teoricamente, estaria livre para matar Lutero sem correr o risco de sofrer qualquer sanção penal, já que, pelo referido Edito do Imperador, Lutero foi banido do Império como um fora-da-lei. Por receio de que algo de mal pudesse acontecer a Lutero durante viagem de regresso de Worms, Frederico III (ou Frederico, o Sábio), Príncipe-Eleitor da Saxônia, ordenou que Lutero fosse capturado e levado para o Castelo de Wartburg, onde estaria a salvo.

Portanto, xeque-mate na falaciosa dona Nicélia Pinheiro que vive em comunidades apologéticas arrotando sempre as mesmas ladainhas desbotadas e já refutadas. Mas como ela não arreda de sua ignorância seletiva cabe a mim dar logo um belo e bem dado sarrafo nas argumentações patéticas de seu tutor apologético, o Fernando Nascimento.

Pois bem, como dito acima, fiz dois artigos com diversas evidências e argumentos que derrubam as objeções do Fernando e tornam suas matérias sobre este assunto em menos ainda do que aquilo que enterra um gato, EM NADA. E continuei dando uma contra resposta a cada uma de suas supostas réplicas falaciosas cheias de espantalhos e apelos a ignorância, onde elaborei um artigo com mais de 60 respostas.

Contudo o sem vergonha e desonesto, pateticamente e cheio de malabarismos pedantes me vem com uma resposta pueril e sem valor algum que em nada serve de refutação contra mim, e sequer trata de responder a altura as mais de 60 respostas que lhe dei. Ele simplesmente de maneira imbecil, ignorou o que lhe refutava e mais uma vez selecionou um mínimo do que eu disse para então insinuar descaradamente que refutou alguma coisa.

Vejamos a "refutação" dele:



Eu pergunto a quem estiver lendo isso. ONDE e em que parte isso acima é uma refutação? As mais de 60 respostas que dei a esse boçal e mais 3 artigos publicados por mim, acaso são todos refutados por esta falácia genética pedante do Fernando Nascimento? Mas é obvio que NÃO! Primeiro que, as citações que utilizo de Paul Jhonson não correspondem nem a um terço das mais de 60 refutações que fiz contra o Fernando. Cabe a ele ainda arriscar em responder as outras respostas. Segundo que, ele aplicou a mesma patética falácia quando citei o historiador católico Ignaz Von Dollinger e levou uma surra sobre isso( veja aqui), tanto que se calou e lhe resta apenas vir com tagarelice se achando o juiz universal com direto de decidir quem ou não seria uma fonte confiável para ser usado em seu revisionismo histórico falacioso. 

Só que eu tenho uma VERDADE factual contra esse detalhe imbecil do Fernando Nascimento acerca do Paul Jhonson. Trata-se dele(site oficial aqui) ter escrito tais obras bem depois de ter abandonado sua ideologia socialista. Na verdade socialismo-fabiano(uma espécie de capitalismo socialista) era a posição politica do Johnson até 1977. MAS AS CITAÇÕES QUE FAÇO DELE, são de sua obra A HISTÓRIA DOS JUDEUS, publicada em 1987. Mais de uma década depois dele ter abandonado sua ideologia socialista mesmo sendo um católico.

Para além disso não há nenhuma citação do historiador Paul Johnson negando suas afirmações acerca das obras citadas por mim, e nem haverá pois elas foram feitas enquanto ele já se considerava católico, e mesmo quando era um socialista, ELE ERA TAMBÉM CATÓLICO educado na tradição jesuíta. Portanto a alegação do Fernando Nascimento não passa de um palpite desesperado de quem não tem vergonha na cara e deveria ser lembrado disso sempre por seus leitores que estão mergulhados na ignorância e desatualização de seus artigos desbotado e já refutados.

Mas a cara de pau deslavada do Fakenando não termina por aqui. Ele ainda passa mais vergonha com respostas superficiais e sem conteúdo algum, como essa. Vejam o outro detalhe que ele usa como "refutação":


Ta aí acima a prova do que digo sobre esse sujeito ser um tapado desinformado. Ele diz " Todo mundo sabe que Lutero escreveu o libelo antisemita contra os judeus e suas mentiras que foi amplamente usado pelos nazistas".

Eu pergunto se ele ao menos leu os artigos que fiz, ou esse pedante moleque descarado acredita que o que ele publica não pode ser refutado? Esse ginasiano púbere ignora completamente respostas que dei antes como:

Os papas da Igreja Católica foram os primeiros a desenvolver o anti-semitismo como uma ciência. Hitler, que permaneceu católico até o fim, afirmaria que só estava seguindo o exemplo tanto de ca­tólicos quanto de luteranos, terminando o que a igreja começara.(Guenter Lewy, The Catholic Church and Nazi Germany (Mc Graw-Hill, 1964) p. 274. O anti-semitismo era uma parte do catolicismo de Martim Lutero da qual ele jamais se libertou. Ele defendeu incendiar as casas dos judeus e dar a eles a escolha entre a conversão ou ter suas línguas arrancadas.(Will Durant, The Story of Civilization, The Reformation(Simon and Schuser, 1950), Vol. IV, p. 727.

Ora, o que houve com o Fernando? passou batido naquilo que o refuta e retorna com essa cantilena hipócrita na cara de pau achando que está a refutar alguma coisa? Pois ele apenas está a nos dar provas de sua desonestidade e de como é favoritista com suas meias verdades. Pois que engula a VERDADE,  Lutero sim foi um antissemita no fim de sua vida, e pregou contra os judeus TANTO quanto o foram muitos PAPAS como bem dei provas disso em dois artigos... O HOLOCAUSTO JUDEU e QUEBRANDO O ENCANTO DO FERNANDO NASCIMENTO.

Vir me repetir a mesma ladainha em tom debochado e falacioso só mostra a canalhice desse sujeito que de história não conhece coisa alguma.

Além de ignorante ele ainda é um péssimo leitor. Aponta que eu enfiei católicos entre colchetes no texto da Reflexão sobre o Holocausto feito pelo Vaticano como se isso invalidasse o fato de que os tais "cristãos" referenciados no texto fossem católicos romanos. Na cara de pau ele miseravelmente insinua que o PAPA esteja se referindo a protestantes num documento católico romano onde a Igreja pede perdão aos judeus pelos crimes de ódio cometidos por católicos. Ora, depois que eu li isso vindo do Fernando eu tive a breve impressão de que eu devo ter batido tão forte nos textos desbotados dele que ele deve ter ficado lesado mentalmente. O sujeito ta ficando completamente maluco e desequilibrado.

Vejam a insinuação dissimulada do Fernando:

"Os cristãos a que o texto se refere cabem aos cristãos como Lutero, e o pastor protestante Friedrich Wieneke que dizia : “A paz só virá quando o último judeu se enforcar no último intestino do último vigário". Fonte: Report from Wieneke, “attacks on Pastors”, dated 9,1941 – (BA Koblens R 43 11/478ª, fiche 1, document 19)."

Só rindo mesmo, pois uma coisa não tem nada com a outra. O próprio documento se define como um pedido de desculpas feito pela Igreja aos judeus pelos pecados de seus fiéis. Pecados esses já bem explanados no livro HISTÓRIA DOS JUDEUS do historiador católico Paul Johnson. Mas o Fernando insiste apenas em rebater com espantalhos e citações hipocritas... ignorando fatos como os já citados antes:

Weissmandl dá mais um exemplo horripilante de um apelo ao núncio apostólico na Es­lováquia para impedir o massacre de vidas judias inocentes. O em­baixador retrucou: "Não existe tal coisa como o sangue de crianças judias inocentes! Todo sangue judeu é culpado, e eles devem morrer. Esse é o castigo que os espera por aquele pecado."(Citado por Rabino Yoel Schwartz e Rabino Yitzschak Goldstein, SHOAH: A Jewish Perspective on tragedy in the context of the Holocaust (Mesorah Publications, Ltd., 1990), p. 161).

O prelado Roth, que se tornou um oficial no Ministério Nazista de Assuntos Eclesiásticos, chamou os judeus de "uma raça moralmente inferior que  deveria ser eliminada da vida pública".
O Dr. Haeuser, num livro com o imprimatur da diocese de Regensburg, chamou os judeus de "a cruz da Alemanha, um povo deson­rado por Deus e sob sua própria maldição [que] leva grande parte da culpa pela Alemanha ter perdido a [Primeira] Guerra [Mun­dial]".
Um pregador popular, padre Senn, chamou Hitler de "ins­trumento de Deus, chamado para superar o judaísmo". O nazismo, ele disse, proporcionou "a última grande oportunidade para lançar fora o jugo judeu". (Guenter Lewy, The Catholic Church and Nazi Germany (McGraw-Hill, 1964, pp. 272, 279))
Outro clérigo influente, padre Franjo Kralik, afirmou entusiasticamente num jornal católico de Zagreb em 1941:
 "O movimento [nazista] para libertar o mundo dos judeus é um mo­vimento para o renascimento da dignidade humana. O Deus Onis­ciente e Todo-Poderoso está por trás desse movimento". (Ibid.,  p 16)


O Fernando realmente acha que pode rebater meus artigos que se sustentam em farta documentação bibliográfica? Ele vem contra mim apenas com suas meia duzia de citações hipócritas, irrelevantes e descontextualizadas? Acaso esse mané acha que eu estou aqui acusando a Igreja Romana de algo?

Pois digam a esse estupido que eu apenas estou tendo o enorme prazer de lhe esfregar na cara a sua própria hipocrisia e mais prazer ainda estou tendo em refutar inúmeras de suas acusações e alegações infundadas e irrelevantes alegações recheadas de apelos ridículos de revisionismo favoritista e tendencioso.

O Fernando é tão patético e fraco em suas argumentações que cerca de UM ANO DEPOIS ele me vem com uma resposta que eu mesmo já tinha publicado em resposta a sua acusação sobre protestantes terem apoiado o Nazismo.... mas ele continua apenas a dissimular e ignorar como um moleque que é quando ignora a correção que lhe é feita e volta a apanhar por ter errado de novo.

Ele estupidamente diz: "Recentemente a igreja evangélica alemã admitiu que era alida dos naziatas e que perseguia os judeus tonando para si o título de “Antisemitas originais”: Luteranos: o mea culpa sobre Hitler. Entrevista com Stephan Linck: http://juliosevero.blogspot.com.br/.../luteranos..."( ele escreveu assim mesmo com esses erros "alida ao invés de aliada, "naziata" ao invés de nazista. Ele comete esses mínimos erros ao mesmo tempo em que afirma que sou eu o que mal sabe escrever direito).

Ora, vejamos a minha resposta dada há mais de um ano antes:

No que se refere a Lutero, o que é verdade?

 É preciso citar que Lutero, no início de sua carreira como reformista, manifestou uma compaixão para com os judeus que era incomum na Alemanha católica de sua época, ele criticava o preconceito da Igreja Romana para com os judeus, e afirmava que o fato de os judeus não se converterem ao cristianismo, era devido os abusos do catolicismo contra o povo judeu ao longo da história. Sobre esses abusos Lutero escreveu:   "Talvez eu consiga atrair alguns judeus para a fé cristã, pois nossos tolos, os papas, bispos, sofistas e monges... até agora os têm tratado tão mal que... se eu fosse judeu e visse esses idiotas cabeças-duras estabelecendo normas e ensinando a religião cristã, eu preferiria ser um porco a ser cristão. Pois esses homens trataram os judeus como cães, e não como seres humanos." [That Jesus Christ was born a Jew [Que Jesus Cristo Nasceu Judeu], reimpresso em Frank Ephraim Talmage, ed. Disputation and Dialogue: Readings in the Jewish-Christian Encounter (Nova York: Ktav/Anti-Defamation League of B’nai B’rith, 1975), p. 33.]

Nos seus primeiros anos de rompimento com a Igreja Romana, Lutero como vimos acima, mantinha uma postura de total apoio aos judeus na alemanha e em outras partes, nessa época, ele tinha esperança de que os perseguidos judeus pudesem se converter a fé do Cristo que eles tanto negavam.

No entanto, cerca de 20 anos depois, Lutero se decepcionou ao saber que os tais judeus a quem ele havia estimado, estavam fazendo de tudo para converter os cristãos ao Judaísmo. De imediato Lutero logo sentiu remorso pela sua defesa em favor do judaismo e então munido de um desprezo mortal pelos judeus e se sentido traido, foi que Lutero no final de sua vida escreveu um tratado intitulado "Os judeus e Suas Mentiras ":"Em primeiro lugar, suas sinagogas deveriam ser queimadas... Em segundo lugar, suas casas também deveriam ser demolidas e arrasadas... Em terceiro, seus livros de oração e Talmudes deveriam ser confiscados... Em quarto, os rabinos deveriam ser proibidos de ensinar, sob pena de morte... Em quinto lugar, os passaportes e privilégios de viagem deveriam ser absolutamente vetados aos judeus... Em sexto, eles deveriam ser proibidos de praticar a agiotagem [cobrança de juros extorsivos sobre empréstimos]... Em sétimo lugar, os judeus e judias jovens e fortes deveriam pôr a mão na debulhadeira, no machado, na enxada, na pá, na roca e no fuso para ganhar o seu pão no suor do seu rosto... Deveríamos banir os vis preguiçosos de nossa sociedade ... Portanto, fora com eles... Resumindo, caros príncipes e nobres que têm judeus em seus domínios, se este meu conselho não vos serve, encontrai solução melhor, para que vós e nós possamos nos ver livres dessa insuportável carga infernal – os judeus." (Martim Lutero: Concerning the Jews and their lies [A respeito dos judeus e suas mentiras], reimpresso em Talmage, Disputation and Dialogue, pp. 34-36.)

Certamente o que Lutero escreveu contra os judeus, com certeza é deplorável. Dennis Prager e Joseph Telushkin, em seu livro Why the Jews [Por Que os Judeus?] escreveram:"[...] os escritos posteriores de Lutero, atacando os judeus, eram tão virulentos que os nazistas os citavam freqüentemente. De fato, Julius Streicher argumentou durante sua defesa no julgamento de Nuremberg que nunca havia dito nada sobre os judeus que Martim Lutero não tivesse dito 400 anos antes."[ Dennis Prager e Joseph Telushkin: Why the Jews? The reason for anti-Semitism [Por que os Judeus: A causa do anti-semitismo] (Nova York: Simon & Shuster, 1983), p. 107.] Até mesmo Hitler, em sua obra "Mein Kampf" p. 213., escreve considerando Lutero como uma das três maiores figuras da Alemanha juntamente com Frederico, o Grande e Richard Wagner. Ambos eram anti-semitas. As únicas diferenças é que o que Lutero colocou em teoria, Hitler colocou em prática e honestamente, assim também o fez a Igreja Romana. Logo mais trataremos disso.


No entanto, tais palavras de Lutero em "Os judeus e Suas Mentiras " foram repudiadas por Filipe Melanchthon, um amigo intimo e seu aliado. O Reformador suíço João Henrique Bullinger, também ao ver tais obras antisemitas, declarou Lutero como um pastor de porcos do que um pastor de almas. Inclusive o magistrado de Estrasburgo proibiu a publicação do tal livro antisemita de Lutero. Ou seja, Lutero ficou sozinho com suas ideias antisemitas. E em reconhecimento do erro grotesco do reformador, a Federação Luterana Mundial em Julho de 1983 reunida em Estocolmo, fez a seguinte declaração: "Não podemos [...] nem aprovar nem desculpar os grosseiros escritos antijudaicos do reformador [...]. Constatamos com profundo pesar que o nome de Lutero teve que se prestar, na época do nacional-socialismo, para a justificação do antissemitismo e que seus escritos ensejam esse abuso". Portanto, de maneira alguma se sustenta que Lutero ou o protestantismo tenha dado origem ao nazismo. Se algum sistema religioso deu condições favoráveis ao nazismo, esse sistema com certeza é o catolicismo romano.

Logo, o Fernando Nascimento apenas comprovou tudo o que eu disse acerca de seu despreparo apologético em dar palpites históricos e para além disso ele ainda contribuiu apenas reforçando o que eu disse. Suas postagens não passam de alegações hipócritas e favoritistas de revisionismo falacioso com a intenção apenas de nos apontar cisco no olho enquanto a trave permanece no dele. Como eu havia dito antes, ele se sustenta com meias verdades, com técnicas fajutas de mostrar apenas o que lhe convém e peca ao ampliar seus ataques com mentiras fáceis de serem detectadas e refutadas e que só são aceitas por ignorantes preguiçosos que se incomodam com a verdade.

As respostas do Fernando beiram ao delírio insistente de perder tempo me atacando ao invés de tratar de refutar o que digo. Ele teve boas refutações de minha parte, recebeu respostas que satisfariam qualquer crítico e contraditor, mas ainda assim sem me refutar, sem invalidar o que digo, distorcendo o que lhe dito e dissimulando o contexto que o refuta, ele não arreda em dar mais demonstração de sua estupidez. Literalmente o cara é um poço de estupidez e pedancia ginasiana. Resta apenas ao Fernando assinar seu atestado de incapacidade mental depois dessa resposta dele:





Ora, fica provado a todos quem tem ou não credibilidade e quem está com lorotas calhamaçadas irrelevantes, e definitivamente não sou eu. Não sou ignorante a tal ponto de inventar espantalhos alheios ao tema como citar Olavo e Pio XII que sequer são relevantes no assunto, e nem tenho a cara de pau  em querer vencer um debate no modo pombo enxadrista como esse Fernando Nascimento.

O problema do Fernando Nascimento é sua preguiça. Sua lesa argumentação ignora que estou lidando com assuntos que vão mais além do que meras discussões reduzidas ao que ele está acostumado a ler ou ouvir ou aí. Ele repete objeções já refutadas e faz alegações fora do tema porque não tem outra coisa então lhe  resta apenas apelar para espantalhos em que ele já está pronto a discutir.

Seria ótimo o atrasado Fernando se atualizar e poupar meu precioso tempo gasto tendo de refutar suas lorotas. Há proposito, mais uma refutação a esse calhamaço apologético dele vocês podem ver aqui: Sobre Benedict Carpzov e mais uma mentira do Fernando Nascimento.

E só pra terminar, creio que ele esteja esquerdando demais com essa mania de acusar os outros com mentiras sobre o que na verdade ele mesmo é...E de fato esse sujeito sem conteúdo só consegue manter alguma consideração entre seus camaradas católicos como a Nicélia, apenas por lhes persistir a ignorância. Ignorância que só os domina por serem hipócritas e desonestos.

E depois não digam que não foram avisados:


Portanto, qualquer que seja o estardalhaço feito por esses boçais, já está mais que refutado e sugiro essa turma deixar de palhaçada pois cada vez que se levantam com essas lamúrias, a pancada que dou é mais forte ainda.
Att: Elisson Freire.









COMMENTS

BLOGGER: 2
Loading...
Nome

Adulterações Bíblicas,3,Antissemitismo,4,Apócrifos,1,Apologética,23,Apostasia,1,Ateísmo,6,Calvino,1,Catolicismo,26,Católicos Refutados,6,Cristologia,1,Cruzados Católicos,15,Daniel Silveira F. Linhares,1,Download,5,Edmilson Silva,1,Enigmas da Bíblia,1,Entrevista com o Apóstolo,1,Escatologia,1,Fernando Nascimento,21,Filosofia,3,História da Igreja,23,Hugo de Paynes,7,Informações,4,Inquisição,4,Intolerância Religiosa,6,Islamismo,3,Livros,1,Lutero,20,Mariolatria,3,O Cânon Bíblico,12,Ortodoxia Bíblica,6,Papado,9,Protestantismo,21,Reflexões,10,Refutações,55,Refutando a Supremacia Papal,6,Respostas sobre Lutero,13,Seitas e Heresias,3,Slider,7,Sola Scriptura,2,Sucessão Apostólica,2,Trindade,3,Vida Cristã,1,Video,9,
ltr
item
Resistência Apologética: Lutero bêbado antissemita e a ignorância hipócrita do Fernando Nascimento
Lutero bêbado antissemita e a ignorância hipócrita do Fernando Nascimento
Ao me deparar com a patética réplica do Fernando Nascimento que está atrasada há mais de um ano, pude perceber que ele não apenas está totalmente desatualizado mas também muitos leitores do seu blog "Fim da Farsa".
https://4.bp.blogspot.com/-8xX1qZA6XU8/VRoOS2cx4HI/AAAAAAAATjQ/TIF6Tt-xUOI/s1600/wpid-ignorante.jpg
https://4.bp.blogspot.com/-8xX1qZA6XU8/VRoOS2cx4HI/AAAAAAAATjQ/TIF6Tt-xUOI/s72-c/wpid-ignorante.jpg
Resistência Apologética
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/03/nazismo-inquisicao-protestante-e-o.html
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/
http://resistenciaapologetica.blogspot.com/2015/03/nazismo-inquisicao-protestante-e-o.html
true
695476488695984212
UTF-8
Carregar todos os posts Not found any posts VER TUDO Leia mais Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGINAS POSTS Ver TUDO Recomendado pra você Tema ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Not found any post match with your request Voltar ao início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy